Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

15 ANOS DO FIM

De indicado ao Oscar a Capitão América negro: Como está o elenco de Alias?

KEVIN FOLEY/ABC

Elenco de Alias reunido olhando para o alto com fisionomia séria em cenário de galpão

Elenco de Alias; série de espionagem popular nos anos 2000 foi criada por J.J. Abrams

LUÍS FELIPE SOARES

luis@noticiasdatv.com

Publicado em 22/5/2021 - 6h50

A série Alias: Codinome Perigo (2001-2006) teve seu último capítulo exibido há exatos 15 anos na rede ABC, nos Estados Unidos. A trama contou com atores que fizeram seu nome em Hollywood depois do fim da atração. De galã indicado ao Oscar ao primeiro Capitão América negro, é possível encontrar os astros em diversos trabalhos na TV e no cinema.

A história girava em torno de Sydney Bristow (Jennifer Garner), estudante de Los Angeles que era recrutada para trabalhar na organização SD-6. Entre diversas missões realizadas, ela descobria que se tratava de uma rede criminosa mundial. Ela então mudava de lado e passava a atuar pela CIA e a agir como agente dupla, sem deixar os corredores da SD-6.

O sucesso no começo dos anos 2000 movimentou um público que gostou da combinação de ação, aventura e espionagem com estilo mais atraente do que atrações do passado. O protagonismo de uma mulher, com algumas doses de sensualidade nos episódios, também chamou a atenção.

O universo de Sydney era rodeado de agentes de ambos os lados, além de civis. No elenco principal também estavam Bradley Cooper (Will Tippin), Victor Garber (Jack Bristow), Ron Rifkin (Arvin Sloane), Carl Lumbly (Marcus Dixon), Merrin Dungey (Francie Calfo), Michael Vaughan (Michael Vartan) e Greg Grunberg (Eric Weiss).

O projeto foi criado por J.J. Abrams, que ainda engatinhava no sucesso depois de ter conquistado o público adolescente com o drama Felicity (1998-2002). A aventura se tornou um ingrediente importante na carreira de Abrams. Ele é conhecido por ter sido o responsável por dirigir novas versões das sagas Star Wars e Star Trek, além de ter produzido o fenômeno Lost (2004-2010).

No Brasil, Alias foi exibida pelos canais Sony Channel e AXN, na TV paga, também tendo espaço na programação do SBT na TV aberta.

O Notícias da TV mostra por onde andam os atores 15 anos depois do fim de Alias:

DIVULGAÇÃO/ABC E MATT KENNEDY/NETFLIX

Jennifer como Sydney e em Dia do Sim

Jennifer Garner 

A atriz Jennifer Garner teve em Alias sua porta de entrada para Hollywood. Após participações em séries como Time of Your Life (1999-2000) e Felicity (1998-2002), ela ganhou chance como protagonista no projeto de espionagem. Nas cinco temporadas, deu vida para Sydney Bristow, a agente dupla da CIA que trabalhava infiltrada na rede criminosa SD-6.

O sucesso na história fez com que Jennifer fosse para o cinema. Inicialmente, ela foi criticada pelo trabalho como a versão em carne e osso da personagem Elektra em Demolidor: O Homem sem Medo (2003). Mesmo assim, em 2005, estrelou o filme solo da heroína das HQs da Marvel.

Garner deixou de lado os trabalhos de ação para se destacar em produções mais familiares. Um dos pontos altos da carreira foi a comédia De Repente 30 (2004), talvez seu trabalho mais querido pelo público. Teve outros papéis "fofos" em Minhas Adoráveis Ex-Namoradas (2009) e Idas e Vindas do Amor (2010).

Também abraçou oportunidades no posto de mãe em histórias como Juno (2007), Butter: Deslizando na Trapaça (2011) e A Estranha Vida de Timothy Green (2012). É justamente dentro desse mundo familiar que está seu mais recente trabalho: Dia do Sim (2021). Na comédia da Netflix, Allison (Jennifer) e Carlos (Édgar Ramírez) topam o desafio de aceitar todas as propostas dos três filhos durante um período de 24 horas.

A carreira construída no cinema após Alias voltou para a TV no fim dos anos 2010 sem o mesmo alarde do passado. Ela estrelou a comédia da HBO Camping (2018), sobre uma viagem ao campo entre adultos que discutiam suas relações em meio à vida selvagem. Também fez parte do time de dubladores da série animada Lhama Lhama (2018-2019), da Netflix.

REPRODUÇÃO/YOUTUBE

Como Will Tippin e em Nasce Uma Estrela

Bradley Cooper 

Um dos grandes astros da nova geração de atores do cinema, Bradley Cooper aproveitou o sucesso de Alias para mostrar seu potencial nas telas. Na série, viveu Will Tippin, jornalista amigo de Sydney Bristow que a ajudava a saber a verdade por trás da SD-6. O personagem apareceu no elenco fixo nas duas primeiras temporadas, com participações especiais ao longo da trama.

Ele também acumulou trabalhos em séries como Jack & Bobby (2004-2005), Kitchen Confidential (2005-2006) e Nip/Tuck (2003-2010). Nenhum dos projetos realmente mexeu com sua carreira.

As oportunidades na telona foram mais proveitosas, principalmente em comédias. Após se destacar no elenco de apoio de Penetras Bons de Bico (2005), Cooper estourou mundialmente com Se Beber, Não Case! (2009). Ele interpretou o professor Phil, que adorava festejar para agitar a monótona vida em família. O sucesso da história fez com que reprisasse o personagem mais duas vezes para fechar a popular trilogia.

Bradley conquistou o respeito de Hollywood também por obras dramáticas. Já concorreu ao Oscar quatro vezes: melhor ator por O Lado Bom da Vida (2012), Sniper Americano (2014) e Nasce Uma Estrela (2018) e melhor ator coadjuvante pela atuação em Trapaça (2013).

Seu mais recente trabalho foi em Vingadores: Ultimato (2019). No Universo Cinematográfico Marvel, ela dá voz para o guaxinim falador Rocket, integrante dos Guardiões da Galáxia. Um terceiro filme do grupo está previsto para 2023.

REPRODUÇÃO/YOUTUBE

Victor em Alias e como Martin Stein

Victor Garber 

A jornada de Sydney Bristow teve o apoio profissional do seu pai, Jack Bristow. Ele também aparecia em Alias como um agente duplo da CIA dentro da vilanesca SD-6. Seu relacionamento pessoal com a filha era problemático, e a tensão se estendia durante todas as temporadas.

Depois da ação, Victor Garber passou pelos elencos de séries como Justice (2006-2007), ReGenesis (2007-2008), Republic of Doyle (2010-2013) e Power (2014-2020). Também teve participações em Ugly Betty (2006-2010), Glee (2009-2015) e Suits (2011-2019).

Os fãs do Arrowverse podem reconhecê-lo pelo papel de Dr. Martin Stein, veterano físico que era metade do meta-humano Nuclear ao lado do jovem engenheiro Ronnie Raymond (Franz Drameh). O personagem surgiu em The Flash e apareceu em alguns crossovers das atrações protagonizadas por outros heróis da DC Comics.

Seu mais recente trabalho é o drama familiar canadense Family Law, programado para estrear ainda neste ano, mas sem data definida.

REPRODUÇÃO/YOUTUBE

Ron como o vilão Sloane e em New Amsterdam

Ron Rifkin 

Mais veterano do grupo, Ron Rifkin viveu Arvin Sloane, chefe da SD-6 e grande vilão de Alias. O responsável pelas missões de Sydney Bristow era um antigo agente da CIA que ficava obcecado por um profeta do passado. Suas ideias faziam com ele que passasse para o outro lado, utilizando os conhecimentos do trabalho anterior.

O ator já tinha vasta carreira na TV e no cinema antes de ser escalado para a série. Após deixar o legado vilanesco de Sloane para trás, emendou trabalho no drama Brothers & Sisters (2006-2011), na qual viveu Saul Holden, um dos tios da família Walker.

Também se destacou no elenco de Law & Order: Special Victims Unit como o advogado de defesa Marvin Exley durante quatro temporadas, e de Gotham (2014-2019), no papel do padre Creal.

Há dois anos, se despediu da história de New Amsterdam. Rifkin participava do drama médico como Dean Fulton, chefe administrativo do hospital que acabava sendo tirado do cargo pelo grupo de diretores do lugar.

DIULGAÇÃO/ABC E DIVULGAÇÃO/DISNEY

Como Marcus Dixon e Isaiah Bradley

Carl Lumbly 

Carl Lumbly esteve em Alias ao longo das cinco temporadas como Marcus Dixon, parceiro profissional de Sydney. Inicialmente, ele trabalhava para a SD-6, mas acabava descobrindo toda a verdade por trás da agência criminosa. Entre dramas pessoais com a família, passava para o lado da CIA.

O currículo de Lumbly conta com passagens sem grande repercussão em séries como Southland (2009-2013), The Returned (2015) e NCIS: Los Angeles.

Também fez trabalhos de dublagem em diversos jogos de videogames, casos de BioShock 2 e Diablo 3, e em desenhos, a exemplos de Batman: The Brave and The Bold (2008-2011) e do longa animado Pantera Negra (2010).

A conexão com o mundo dos super-heróis se mostrou forte nos últimos anos. Em Supergirl, ele participou como M'yrnn J'onzz, pai de J'onn J'onnz, o Caçador de Marte. E, neste ano, apareceu em Falcão e o Soldado Invernal (2021) no papel de Isaiah Bradley, o primeiro Capitão América negro.

REPRODUÇÃO/YOUTUBE E DIVULGAÇÃO/HBO

Merrin como Francie e em Big Little Lies

Merrin Dungey

No meio do embate entre espiões e agentes federais, Francie Calfo era uma civil interpretada por Merrin Dungey. A jovem era amiga de faculdade da protagonista Sydney. Ficou na trama nas três primeiras temporadas.

A atriz conseguiu emendar alguns trabalhos em diversas outras séries depois de Alias, mas sem grande destaque em nenhuma delas. Entre as atrações mais populares nas quais esteve, é possível citar Malcolm (2000-2006), Grey's Anatomy, Revenge (2011-2015) e Once Upon a Time (2011-2018).

Na última temporada do premiado drama Big Little Lies (2017-2019), Merrin também apareceu no papel da detetive Adrienne Quinlan.

DIVULGAÇÃO/ABC E DIVULGAÇÃO

Michael Vaughan e em Morando Com o Medo

Michael Vartan

Os trabalhos de Sydney precisavam do apoio de Michael Vaughan (Michael Vartan), um de seus contatos na CIA. Entre trocas de informações e posterior parceria em missões, os personagens perceberam que tinham uma atração um pelo outro e deram início a um relacionamento.

A carreira do ator foi marcada por papéis coadjuvantes. Teve passagens por atrações como Big Shots (2007-2008), Hawthorne (2009-2011) e Satisfaction (2014-2015). Talvez ele seja mais lembrado pelos espectadores como George Heldens, do suspense dramático Bates Motel (2013-2017).

Vaughan garimpou algumas oportunidades no cinema, passando por comédias, caso de A Sogra (2005), e filmes de terror, a exemplos de Morte Súbita (2007) e Morando Com o Medo (2016).

DIVULGAÇÃO/ABC E DIVULGAÇÃO/DISNEY

Eric Weiss e na saga Star Wars

Greg Grunberg 

Eric Weiss (Greg Grunberg) foi um dos principais parceiros de Sydney ao longo da história de Alias. O experiente integrante da CIA dividia questões profissionais e pessoais com a amiga. Ele deixou a agência, em Los Angeles, após aceitar um trabalho em Washington. Também namorou a irmã da protagonista na história.

Greg Grunberg conseguiu se manter em evidência ao emendar esse trabalho na popular Heroes (2006-2010), na qual deu vida a Matt Parkman. Ele voltou ao universo dos heróis quando foi escalado para a tentativa de reboot, Heroes Reborn (2015-2016), com o mesmo personagem.

Também esteve em Masters of Sex (2013-2016) e em The Flash, neste último no papel do detetive Tom Patterson. Entre trabalhos em filmes, conseguiu espaço, mesmo que pequeno, na nova trilogia Star Wars. Ele fez parte dos integrantes humanos da Nova República na pele de Snap Wexley, que apareceu em O Despertar da Força (2015) e A Ascensão Skywalker (2019).


Leia também

Web Stories

+
A Fazenda 13: Surto na baia e barraco com ofensas marcam primeira semana do realityQuem é Alanis Guillen? Conheça a Juma Marruá do remake de PantanalHarmonização facial e lente nos dentes: Veja antes e depois dos peões de A Fazenda 13Ex de Anitta e rei da pegação: Gui Araujo é o primeiro fazendeiro de A Fazenda 13Elenco, estreia e bastidores: Saiba tudo sobre o reboot de Um Maluco no Pedaço

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Além de Pantanal, qual novela antiga merecia um remake?