Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

COMPETIÇÃO

Quais filmes podem superar a bilheteria de Godzilla vs. Kong em plena pandemia?

DIVULGAÇÃO/LEGENDARY

Godzilla lutando contra o King Kong em cena de filme Godzilla vs. Kong

Bilheteria de Godzilla vs. Kong foi a maior nessa pandemia; outros lançamentos podem superar marca

VICTOR CIERRO

victor@noticiasdatv.com

Publicado em 4/4/2021 - 6h50

Bastante afetada pela Covid-19, a indústria cinematográfica mostrou o início de sua recuperação com o lançamento Godzilla vs. Kong. O filme dos monstros teve a maior abertura de bilheteria desde o começo da pandemia, com a arrecadação de US$ 121 milhões (R$ 696 milhões).

Com o processo de vacinação já ocorrendo no mundo inteiro, a tendência é que, com o decorrer do ano, mais pessoas passem a ir aos cinemas. Ainda assim, não será qualquer estreia que conseguirá superar a bilheteria monstruosa de Godzilla vs. Kong.

O Notícias da TV apresenta os principais candidatos a tomar o posto de maior abertura de bilheteria durante a pandemia:

Cruella - 28 de maio

O filme protagonizado por Emma Stone vai mostrar a história de origem da vilã de 101 Dálmatas (1961). O live-action vai se passar em Londres, na década de 1970, em meio à revolução punk rock.

Antes de se tornar vilã, Cruella atendia pelo nome de Estella. Uma mulher inteligente, criativa, determinada a fazer sucesso no mundo da moda. Ela faz amizade com uma dupla de ladrões e, juntos, constroem uma vida para si.

Até que um dia, Estella consegue a atenção de uma lenda fashion. Porém, os eventos que acontecem depois disso fazem a protagonista recorrer ao seu lado rebelde e voltado para vingança, tornando-se, enfim, Cruella de Vil.

O filme tem os ingredientes para ultrapassar a luta entre os monstros: além de contar com a atriz vencedora do Oscar, vai reviver uma das personagens mais conhecidas das histórias clássicas da Disney.

Cruella terá estreia simultânea nos cinemas e na plataforma de streaming Disney+ em 28 de maio.

Viúva Negra - 9 de julho

A tão esperada aventura solo da heroína da Marvel finalmente vai chegar às telonas. Protagonizado por Scarlett Johansson, o longa mostra a história de Natasha Romanoff, que foi dada à KGB para se tornar uma agente. Porém, com o fim da União Soviética, seu governo tenta executá-la, mesmo depois de ela ter se mudado para Nova York, onde trabalha como freelancer.

Após os eventos de Capitão América: Guerra Civil (2016), a Viúva Negra retorna a sua terra natal com um objetivo: acabar com o programa que a transformou em uma assassina. Mas, para isso, ela convoca seus antigos companheiros.

Os filmes de super-heróis da Marvel sempre conseguem ter uma boa bilheteria. E essa produção é especial, pois deve ser a última com Scarlett Johansson na pele de Natasha Romanoff, por conta dos acontecimentos em Vingadores: Ultimato (2019).

O primeiro solo da Viúva Negra vem 11 anos depois da introdução da personagem no MCU (Universo Cinematográfico da Marvel), em Homem de Ferro 2 (2010). Assim como Cruella, o longa terá lançamento simultâneo no Disney+ e nos cinemas.

Free Guy: Assumindo o Controle - 19 de agosto

O filme de comédia mostra o protagonista, Ryan Reynolds, dentro de um jogo de videogame. Na realidade, Guy (Reynolds) é um personagem de um jogo de mundo aberto que está prestes a ser cancelado. Para impedir que o videogame seja deletado para sempre, o atendente de banco Guy vai fazer o que for preciso. 

Além de contar com o irreverente e sempre engraçado Ryan Reynolds, Free Guy: Assumindo o Controle também tem a vencedora do Emmy, Jodie Comer, no elenco. Em tempos de pandemia, rir é mais que bem vindo.

O filme dirigido por Shawn Levy também conta com Taika Waititi, Joe Keery (de Stranger Things) e Lil Rel Howery no elenco.

The Beatles: Get Back - 27 de agosto

O documentário vai mostrar os bastidores de uma das bandas mais icônicas da história, The Beatles. Dirigido por Peter Jackson (trilogias O Senhor dos Anéis e O Hobbit), o filme vai trazer uma compilação de 56 horas inéditas das gravações do grupo.

Com tom leve e descontraído, as gravações do quarteto vão incluir imagens inéditas do considerado último show dos Beatles, no telhado de sua gravadora. Como a grande maioria dos filmes na lista, The Beatles: Get Back tinha estreia prevista para 2020, mas foi adiado.

Por se tratar de uma das bandas mais relevantes da história, com o comando de um diretor vencedor do Oscar, o documentário deve fazer competição com Godzilla vs. Kong.

James Bond: Sem Tempo para Morrer - 30 de setembro

O agente James Bond vai ser interpretado pela quinta vez por Daniel Craig, em sua despedida do personagem. James Bond: Sem Tempo para Morrer foi um dos filmes mais afetados pela Covid-19 --sua data de estreia foi remarcada cinco vezes.

O longa mostra Bond aproveitando uma vida calma na Jamaica, até que é chamado por um antigo amigo da CIA que precisa de ajuda. Um cientista foi sequestrado, e sua missão é trazê-lo de volta. Porém, isso acaba levando Bond direto a um vilão misterioso que possui uma nova tecnologia.

A franquia de James Bond é um sucesso, e este é 25º filme do personagem. E levará mais gente ao cinema por marcar a despedida de Daniel Craig, ator que revolucionou o papel, da saga.

Jungle Cruise - 14 de outubro

Protagonizado por Emily Blunt e Dwayne "The Rock" Johnson, o filme se passa nos anos 1930, quando o capitão Frank (Johnson) embarca junto com uma cientista (Emily) e seu irmão (Jack Whitehall) para achar uma árvore que supostamente tem poderes de cura.

Nessa aventura, o grupo vai precisar enfrentar animais selvagens e outra expedição para alcançarem seu objetivo. O longa é inspirado na atração homônima localizada nos parques da Disney.

Filmes da empresa do Mickey Mouse são sinônimo de bilheteria, assim como os longas protagonizados por Dwayne Johnson. Junto com a vencedora do Globo de Ouro Emily Blunt o filme tem potencial para fazer bonito.

Os Eternos - 4 de novembro

Os Eternos, uma espécie extraterrestre e imortal, protegem a humanidade desde o início dos tempos. O grupo de super-heróis de um planeta bem distante da Terra fará sua estreia nas telonas. O filme foi dirigido pela vencedora do Globo de Ouro Chloé Zhao.

A estreia deste grupo marca uma nova era na Marvel, com a introdução de super-heróis diferentes. O grupo vai precisar unir seus poderes para enfrentar o retorno de uma raça de predadores alienígenas, os Deviantes.

Além de ser uma novidade para o público e ter uma diretora renomada, o filme também conta com Angelina Jolie, Kit Harington, Kumail Nanjiani, Richard Madden, Salma Hayek e Gemma Chan, um elenco de peso.

West Side Story - 10 de dezembro

O remake do musical Amor, Sublime Amor (1961) tem direção de Steven Spielberg e conta com Ansel Elgort e Rachel Zegler como protagonistas. O filme original é uma adaptação de um espetáculo da Broadway e se passa na década de 1950.

O longa é inspirado na peça Romeu e Julieta e mostra a história de amor entre Tony (Elgort) e María (Rachel). Ele é da gangue nova-iorquina Jets, já ela é irmã do líder dos Sharks, rivais porto-riquenhos.

Rita Moreno, que esteve no elenco original, fará parte do remake. O longa fez muito sucesso na época, ganhando dez dos 11 Oscars a que foi indicado, incluindo melhor filme. Com a direção de Spielberg, o novo musical pode replicar o sucesso que teve no passado.

Homem-Aranha 3 - 16 de dezembro

Tom Holland vai para seu terceiro filme solo como Peter Parker. Mas esse tem tudo para ser o melhor da franquia. Doutor Estranho (Benedict Cumberbatch) vai ser o mentor do herói no filme. E outros nomes importantes também foram confirmados para o próximo filme do cabeça de teia.

Jamie Foxx retorna ao papel do vilão Electro --o ator interpretou o personagem na franquia anterior, O Espetacular Homem-Aranha, com Andrew Garfield. Outro vilão que vai voltar é o Doutor Octopus (Alfred Molina), que enfrentou o Homem-Aranha vivido por Tobey Maguire.

O retorno desses personagens e a confirmação do Doutor Estranho apontam para um possível Aranhaverso, em que Homens-Aranha de outras realidades acabam se cruzando. O que traz a possibilidade do retorno de Maguire e Garfield ao papel de Peter Parker. Se um Homem Aranha já pode quebrar o recorde de bilheteria dos monstros, que dirá três?


Leia também

Web Stories

+
Vômito, narrador ridículo e ‘xerecada’: Cinco momentos engraçados das OlimpíadasBárbara, Kelvin e Medina: Atletas brasileiros se envolvem em tretas nas OlimpíadasAna ou Manuela? Saiba quem fica com Rodrigo no final de A Vida da GenteComo Rayssa Leal e Douglas Souza: Cinco atletas das Olimpíadas que você deve seguirTraição de Pyong Lee e treta de Nadja Pessoa: Ilha Record promete estreia acalorada

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Qual a melhor cobertura dos Jogos Olímpicos de Tóquio?