Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

DELEGACIA ESTRELADA

Agressão, assédio e aglomeração: Veja os famosos que viraram caso de polícia

AGNEWS E REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

montagem com Anderson Leonardo, DJ Ivis e Belo

Anderson Leonardo, DJ Ivis e Belo foram alguns dos famosos que ficaram na mira da polícia em 2021

ODARA GALLO

odara@noticiasdatv.com

Publicado em 29/12/2021 - 6h20

Acusação de estupro, violência doméstica e aglomeração na pandemia foram alguns dos motivos que colocaram famosos na mira da polícia. Delegacias foram cercadas por fotógrafos em busca de um registro de celebridades como o cantor Belo, o jogador Gabigol e o sambista Anderson, do Grupo Molejo, que precisaram se explicar para as autoridades em 2021.

André Gonçalves foi outro famoso que visitou a editoria policial do noticiário quando sua prisão domiciliar foi decretada para cobrar uma dívida de pensão. Pena bem mais branda do que a de DJ Ivis, que passou uma temporada na cadeia após ser gravado agredindo a ex-mulher.

Confira a lista com sete famosos que viraram caso de polícia este ano:

Belo, aglomeração

Marcelo Pires Vieira, o Belo, foi preso em fevereiro após um show no Complexo da Maré, zona norte do Rio de Janeiro. O cantor passou apenas uma noite na cadeia e se justificou sobre a apresentação.

"Fizemos o show seguindo todos os protocolos. Não temos controle do geral. Isso nem os governantes têm. As praias estão lotadas, transportes públicos, e só quem sofre as consequências são os artistas. Que foi o primeiro segmento a parar, e até agora não temos apoio de ninguém sobre a nossa retomada. Sustentamos mais de 50 famílias", disse em entrevista à Globo.

Anderson do Molejo, acusado de estupro

Anderson Leonardo, do grupo Molejo, precisou ir à delegacia prestar depoimento por causa da acusação de estupro feita por Maycon Douglas Pinto de Nascimento Adão, o MC Maylon. O cantor confirmou que tinha mantido relações sexuais com o rapaz, mas afirmou que elas eram consensuais.

MC Maylon havia dito que o famoso era seu empresário e o violentou. "Tentei me matar duas vezes. Ele me estuprou e me abandonou de madrugada na rua", completou. Após a repercussão do caso, Anderson declarou publicamente que é bissexual e segue negando que tenha cometido estupro.

André Gonçalves, pensão alimentícia

André Gonçalves teve a prisão domiciliar determinada pela Justiça de Santa Catarina por causa do atraso no pagamento da pensão da filha Valentina Benini, de 18 anos. O ator deve mais de R$ 350 mil por estar inadimplente desde 2016.

Na sentença, ficou determinado que o ator se apresente à Justiça no prazo de 60 dias para o início do cumprimento da pena. Além de Valentina, Gonçalves também é pai de Manuela Seiblitz (do relacionamento com a atriz Tereza Seiblitz) e de Pedro Gonçalves (da relação com Myrian Rios).

Nego do Borel, acusado de agressão

Nego do Borel foi intimado em abril a depor sobre as denúncias de agressão à ex-namorada Swellen Sauer e à ex-noiva, Duda Reis. A influenciadora também o acusou de estupro de vulnerável, ameaça com faca, injúria e lesão corporal. 

Em entrevista ao Fantástico, em 17 de janeiro, a modelo explicou que não conseguia falar sobre os crimes por estar em uma relação abusiva. "Era 'vai tomar naquele lugar', 'vai se...', 'vagabunda'. Coisas assim. Era confuso, porque ao mesmo tempo que ele gostava de mim, da minha pessoa magra, ele criticava. Eu me sentia muito mal. Era uma violência muito silenciosa. Mexia muito com a minha autoestima", declarou.

Nego do Borel não admitiu nenhuma das acusações. "Eu não fiz isso. Estupro é uma coisa séria, o que ela está falando é uma mentira. Não houve sexo sem consentimento", alegou. "Não a ameacei com uma faca. Não diminuía ela como mulher, sempre fui amigo da Duda. Falava que ela era linda e bonita", justificou ele.

Gabigol, cassino clandestino

Flagrado em um cassino clandestino em março, Gabriel Barbosa, o Gabigol, foi levado para a delegacia e acusado de maltratar os policiais. "Ele foi arrogante com os policiais. Ele pode ser o Gabigol ou quem for", declarou o delegado Osvaldo Nico Gonçalves, que flagrou o craque com MC Gui e outras 150 pessoas no local.

Em entrevista ao repórter Eric Faria, da Globo, Gabigol se justificou. "Era meu último dia de férias e estava feliz de estar com meus amigos, um momento que a gente quase não tem. Então faltou sensibilidade", admitiu. "Mas usei máscara, álcool gel. Quando percebi que tinha um pouquinho mais de gente, estava indo embora", acrescentou o jogador, que desrespeitou o decreto estadual que proíbe festas e aglomerações durante a pandemia da Covid-19.

DJ Ivis, violência doméstica

Iverson de Souza Araújo, conhecido como DJ Ivis, ficou em evidência após Pamella Holanda expor em suas redes sociais vídeos gravados dentro da sua casa que a mostravam sendo agredida pelo ex-marido. Acusado de violência doméstica, o artista foi preso em 14 de julho.

Após quatro meses, a Justiça do Ceará concedeu liberdade ao acusado de agressão. A Vara Única de Eusébio autorizou que o músico responda ao processo em liberdade.

Ávine Vinny, ameaça

Voz da música Coração Cachorro, Ávine Vinny foi preso em flagrante após ameaçar a ex-mulher, Laís Holanda, mãe de sua filha. Após uma discussão, ela foi à delegacia e, diante dos policiais enquanto prestava queixa, recebeu mais mensagens do cantor.

"O dia de hoje tu nunca mais vai esquecer. Laís, escute, você vai se arrepender. Juro por Deus que o dia de hoje você vai lembrar pelo resto da vida", falou ele em um trecho que consta no processo. Vinny ficou preso durante uma noite e foi solto após a ex-mulher retirar a queixa.


Leia também

Enquete

Qual a melhor novela no ar atualmente?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.