Tendência nos EUA

Nova Charmed é um revival ou reboot? Entenda os rótulos das séries ressuscitadas

Divulgação/The CW

Melonie Diaz, Sarah Jeffery e Madeleine Mantock na nova versão de Charmed, popular série dos anos 90 - Divulgação/The CW

Melonie Diaz, Sarah Jeffery e Madeleine Mantock na nova versão de Charmed, popular série dos anos 90

JOÃO DA PAZ - Publicado em 26/09/2018, às 05h15

A TV dos Estados Unidos não para de ressuscitar séries. De Magnum a Murphy Brown, a atual temporada de lançamentos ganha quatro atrações que são reboots ou revivals de grandes sucessos. Hoje, existem sete produções no ar com um pé no passado, e outras nove estão em desenvolvimento. Mas você sabe a diferença entre um reboot e um revival?

É simples. Um reboot (reiniciar) ocorre quando produtores decidem recuperar uma série antiga e mexem em elementos centrais da trama. Podem também mudar características dos personagens originais, como trocar um homem branco por um latino. Remake (refazer) é outra palavra usada para designar um reboot.

Já um revival (ressurgimento) nada mais é do que uma continuação. Esse modelo mantém a mesma história da trama original e conta com os mesmos atores.

Veja lista de reboots e revivals que serão lançados neste ano, os que estão no ar e aqueles que ganharão vida nos próximos anos:

Lançamentos
Charmed (reboot): A grande mudança para a série antiga, exibida entre 1998 e 2006, é o elenco, com maior diversidade étnica no trio de protagonistas: Sarah Jeffery é de descendência mexicana; Melonie Diaz e Madeleine Mantock, caribenhas. Além disso, uma delas é lésbica. No original, as três protagonistas eram brancas. A trama é a mesma, com três irmãs bruxas que usam seus poderes para ajudar inocentes e caçar demônios. A nova Charmed, da rede CW, estreia dia 14.

Magnum (reboot): Para aumentar a diversidade entre os protagonistas de suas séries, a rede CBS escalou um ator de origem latina para interpretar o detetive Magnum no remake da série homônima dos anos 1980. A missão ficou com Jay Hernandez. Essa é a principal mudança entre o drama ressuscitado e a série clássica. Magnum já estreou nos Estados Unidos.

Murphy Brown (revival): A atriz Candice Bergen, que ganhou cinco Emmys por interpretar a jornalista Murphy Brown na série homônima, exibida entre 1988 e 1998, volta a viver a icônica personagem na atração da rede CBS. A maior parte do elenco também retorna. Murphy Brown estreia nesta quinta (27).

The Conners (revival spin-off): Após comentário racista da protagonista, a rede ABC cancelou Roseanne (1988-2018), que foi um sucesso de audiência na temporada passada. Para não perder o embalo, foi criado um spin-off, que é simplesmente a mesma série, mas sem a comediante Roseanne Barr. O primeiro episódio de Conners vai ao ar em 16 de outubro.

divulgação/netflix

Jodie Sweetin e Andrea Barber na terceira temporada de Fuller House, sucesso da Netflix

Já no ar
Dynasty (reboot): A rede The CW quis repetir o sucesso de Dynasty (1981-1989), mas não chegou nem perto. A nova trama terminou a última temporada com a quarta pior audiência da TV aberta nos EUA. A série sobrevive porque tem bom público internacional; está disponível na Netflix.

Fuller House (revival): Uma das séries mais vistas na Netflix, Fuller House continua a narrativa de Três é Demais (Full House, 1987-1995). As três meninas de outrora (vividas por Jodie Sweetin, Andrea Barber e Candace Bure) hoje estão grandes, têm filhos e moram na mesma casa.

Hawaii Five-0 (reboot): A série mudou um detalhe no nome em comparação com a original (o número 0 no lugar da letra O) e reiniciou a trama policial ambientada no Estado do Havaí. A série foi bem popular nos anos 1970.

MacGyver (reboot): Exibida nas noites de sexta na rede CBS, MacGyver passa batido. Não repete o sucesso da série dos anos 1980 é e um exemplo de que não é fácil recriar um personagem icônico, como Magnum.

One Day at a Time (reboot): Queridinha da mídia, One Day at a Time ganha elogios
por apresentar com equilíbrio uma história de saída do armário na adolescência e a vida de imigrantes cubanos nos Estados Unidos. A original foi ao ar de 1975 a 1984.

Raven's Home (revival): Com uma estrutura bem parecida com Fuller House, Raven's Home acompanha as protagonistas Raven Baxter (Raven-Symoné) e Chelsea Grayson (Anneliese van der Pol) adultas, solteiras e com filhos.

Will & Grace (revival): Na era das séries ressuscitadas, Will & Grace se destaca. A comédia acertou ao juntar novamente os quatro protagonistas (Debra Messing, Eric McCormack, Megan Mullally e Sean Hayes) e continuar contando boas e hilárias histórias vividas entre eles.

divulgação/nbc

Entrosamento de Debra Messing e Megan Mullally faz a série Will & Grace não perder a magia

Futuras atrações
Alf (reboot): Lembra do simpático extraterrestre Alf, apelidado no Brasil de o ETeimoso? Vem aí uma trama repaginada, feita pelo estúdio da Warner.

Buffy, a Caça-Vampiros (revival): O estúdio de televisão da 20th Century Fox, que será controlado pela Disney a partir do ano que vem, quer continuar a história da série teen popular, que revelou Sarah Michelle-Gellar.

Feiticeira (reboot): Clássico dos anos 1960, a série ganhará uma nova versão com a bruxa Samantha Stephens interpretada por uma atriz negra.

Frasier (revival): O ator Kelsey Grammer, que interpretou o psiquiatra Frasier Crane na comédia Frasier (1993-2004), está com um projeto para reinventar seu personagem em nova série.

Miami Vice (reboot): Estrela da franquia Velozes & Furiosos, o ator Vin Diesel está por trás de uma nova versão de Miami Vice, série cult dos anos 1980.

O Quinteto (reboot): Muito popular no Brasil, O Quinteto (1994-200) irá retornar com uma família latina e abordará as questões de imigração nos EUA de Donald Trump.

Roswell (reboot): Também sobre imigração, a nova Roswell (1998-2002) tem como personagem principal uma filha de pais que estão nos EUA ilegalmente.

Top Boy (revival): Para a Netflix, o rapper Drake e o jogador de basquete LeBron James trazem de volta o drama britânico Top Boy, sobre traficantes que dominam as ruas de Londres.

Veronica Mars (revival): A plataforma Hulu, a mesma de Handmaid's Tale, fará uma nova temporada de Veronica Mars (2004-2007), estrelada por Kristen Bell.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Quem é a mãe mais surtada de Amor de Mãe?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook