Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

Anote na agenda

De 007 americano a serial killer sexy: Dez séries que você tem de ver em 2019

Divulgação/Amazon/BBC America

John Krasinski em Jack Ryan e Jodie Comer em Killing Eve: as duas séries são imperdíveis - Divulgação/Amazon/BBC America

John Krasinski em Jack Ryan e Jodie Comer em Killing Eve: as duas séries são imperdíveis

JOÃO DA PAZ

Publicado em 28/12/2018 - 5h53

O fã de séries se esbaldou em 2018. Até dos lugares menos prováveis, vide Facebook, chegaram dramas de qualidade. Foi o ano do telespectador conhecer o 007 americano (Jack Ryan) e se deliciar com as aventuras de uma serial killer sexy na britânica Killing Eve. Houve ainda produções grandiosas e caríssimas, com a italiana My Brilliant Friend.

Entre tantas opções, o Notícias da TV indica dez séries estreantes em 2018 que merecem ser vistas em 2019 (caso você ainda não o tenha feito):

divulgação/HBO

O comediante Bill Hader cravou uma indicação ao Emmy pela sua atuação em Barry, da HBO

Barry
Comédia estreante mais bem avaliada no site Metacritic, com nota 83 (de 100), Barry é uma série que surpreende. O público entra na história em busca de muitas risadas, mas se depara também com uma história triste. A trama narra a jornada de um ex-militar chamado Barry (Bill Hader, revelado pelo humorístico Saturday Night Live), que ganha a vida como matador de aluguel. Depressivo, ele encontra um sentido na vida após encontrar um grupo de atores de teatro de quinta categoria.

divulgação/hbo

Pelo drama Homecoming, Julia Roberts larga na frente para levar os principais prêmios da TV

Homecoming
Série que entra como uma das favoritas para levar o Globo de Ouro de 2019, a ser realizado no próximo dia 6, Homecoming juntou o talento de Sam Esmail atrás das câmeras (diretor arrojado que criou Mr. Robot) com a atuação afiada de Julia Roberts. A atriz de 51 anos estreou como protagonista em uma série de TV na pele de Heidi Bergman, terapeuta que trabalha em um centro de tratamento que lida com ex-soldados em busca de recolocação na vida civil. Piradona e bem-acabada, a série tem episódios curtos e vale a maratona.

divulgação/amazon

A Amazon não economizou para fazer Jack Ryan, com John Krasinski como protagonista

Jack Ryan
Nunca a Amazon gastou tanto para fazer uma série. Cada episódio de Jack Ryan custou cerca de US$ 8 milhões. A bagatela é justificável, pois não faltam explosões, tiroteios e cenas de ação que ocorrem nos Estados Unidos, na França e no Oriente Médio. Quem está acostumado a ver John Krasinski como o Jim da comédia The Office (2005-2013) vai ficar boquiaberto ao vê-lo sereno em um papel dramático, na pele do protagonista Jack Ryan.

divulgação/bbc

Jodie Comer e Sandra Oh dão show na britânica Killing Eve, série disponível no Globoplay

Killing Eve
O Globoplay foi bem em suas escolhas para promover a investida da plataforma na aquisição de séries internacionais. Após comprar o fenômeno The Good Doctor, o serviço driblou a Netflix e outros concorrentes ao comprar a excelente Killing Eve, que briga com Homecoming pelo Globo de Ouro. A série britânica de espionagem, com caprichadas doses de humor, tem uma dupla de protagonistas excelente: Sandra Oh (ex-Grey's Anatomy) e a revelação Jodie Comer.

divulgação/hbo

Margherita Mazzucco e Gaia Girace na primeira temporada de My Brilliant Friend, série italiana

My Brilliant Friend
Hipnotizante, a grandiosa e detalhista My Brilliant Friend encanta por contar uma história descomplicada, mas com ingredientes inteligentes que prendem o telespectador do começo ao final. O drama italiano acompanha a amizade de Lila (Gaia Girace) e Lenú (Margherita Mazzucco), da infância até a terceira idade. A primeira temporada se dedica a mostrar como tudo começou, quando ainda eram crianças e, mais tarde, na adolescência delas.

divulgação/fx

Dominique Jackson é um das trans glamurosas da série Pose, assinada por Ryan Murphy

Pose
Criada por Ryan Murphy (American Crime Story), Pose entrou para a história da TV americana por ter no elenco principal cinco atores transgêneros, um recorde. Com extremo bom gosto, a série indicada ao Globo de Ouro colocou no centro da trama transexuais e gays, marginalizados na Nova York do fim dos anos 1980.

Com uma trilha sonora caprichada, Pose conta como integrantes da comunidade LGBT+ lidam com tabus, como a cirurgia de readeaquação sexual e o terror da Aids. Tudo cercado pelos luxuosos bailes no submundo nova-iorquino, com festas que promovem duelos de figurino e estilo.

divulgação/facebook

Em Sorry for Your Loss, Elizabeth Olsen faz uma atuação tocante na pele de uma jovem viúva

Sorry for Your Loss
Iniciante no mercado de produção de séries, o Facebook chamou a atenção com um drama de gente grande. Com episódios de cerca de 30 minutos de duração, Sorry for Your Loss ganhou uma nota alta no Metacritic (83) e recebeu elogios do público por contar com delicadeza uma história bem amarga. Elizabeth Olsen dá vida a uma jovem que fica sem chão após perder o marido. Sorry for Your Loss fala da dor da perda de um ente querido como poucas atrações tiveram a destreza de fazer.

divulgação/netflix

Dois ícones de Hollywood juntos em The Kominsky Method: Danny DeVito e Michael Douglas

The Kominsky Method
Criador de The Big Bang Theory e Two and a Half Men, Chuck Lorre (66 anos) revelou em entrevista para o site da Variety que demorou três anos para conceber The Kominsky Method. A comédia, segundo ele, é o projeto mais pessoal de toda sua carreira, sobre uma amizade entre dois velhinhos que teve início quando ainda eram jovens. Lorre escreveu a série sozinho e conseguiu dois nomes de alto calibre como protagonistas: Alan Arkin e Michael Douglas, lendas de Hollywood. A série concorre a oito prêmios, somando Globo de Ouro, SAG Awards e Critics' Choice.

divulgação/paramount

Com o drama rural Yellowstone, Kevin Costner conquistou o público norte-americano em 2018

Yellowstone
Ambientada no interior dos Estados Unidos, Yellowstone é um colírio para quem gosta de olhar belas paisagens. Esse é um dos vários aspectos que torna o drama, estrelado por Kevin Costner, prioridade na lista de quem quer ver uma série de alto nível. Inédita no Brasil e exibida para o público americano no canal Paramount Network, Yellowstone foi um sucesso de audiência em 2018. Na TV paga, só ficou atrás na audiência de The Walking Dead.

divulgação/lifetime

Penn Badgley (ex-Gossip Girl) vive um stalker apaixonado pela personagem de Elizabeth Lail

You
A Netflix estreou nesta semana a viciante You, inspirada no best-seller homônimo escrito por Carolina Kepnes. Protagonizada por Penn Badgley (ex-Gossip Girl), a série narra a obsessão de Joe Goldberg (Badgley) pela linda estudante e esforçada escritora Guinevere Beck (Elizabeth Lail). A trama envolve porque coloca o telespectador na pele dos protagonistas, principalmente de Beck, que fica na gangorra entre crer na paixão de Joe ou fugir correndo desse stalker maluco.

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Você já tem seu favorito em A Fazenda 12?