Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

Anote na agenda

De 007 americano a serial killer sexy: Dez séries que você tem de ver em 2019

Divulgação/Amazon/BBC America

John Krasinski em Jack Ryan e Jodie Comer em Killing Eve: as duas séries são imperdíveis - Divulgação/Amazon/BBC America

John Krasinski em Jack Ryan e Jodie Comer em Killing Eve: as duas séries são imperdíveis

JOÃO DA PAZ

Publicado em 28/12/2018 - 5h53

O fã de séries se esbaldou em 2018. Até dos lugares menos prováveis, vide Facebook, chegaram dramas de qualidade. Foi o ano do telespectador conhecer o 007 americano (Jack Ryan) e se deliciar com as aventuras de uma serial killer sexy na britânica Killing Eve. Houve ainda produções grandiosas e caríssimas, com a italiana My Brilliant Friend.

Entre tantas opções, o Notícias da TV indica dez séries estreantes em 2018 que merecem ser vistas em 2019 (caso você ainda não o tenha feito):

divulgação/HBO

O comediante Bill Hader cravou uma indicação ao Emmy pela sua atuação em Barry, da HBO

Barry
Comédia estreante mais bem avaliada no site Metacritic, com nota 83 (de 100), Barry é uma série que surpreende. O público entra na história em busca de muitas risadas, mas se depara também com uma história triste. A trama narra a jornada de um ex-militar chamado Barry (Bill Hader, revelado pelo humorístico Saturday Night Live), que ganha a vida como matador de aluguel. Depressivo, ele encontra um sentido na vida após encontrar um grupo de atores de teatro de quinta categoria.

divulgação/hbo

Pelo drama Homecoming, Julia Roberts larga na frente para levar os principais prêmios da TV

Homecoming
Série que entra como uma das favoritas para levar o Globo de Ouro de 2019, a ser realizado no próximo dia 6, Homecoming juntou o talento de Sam Esmail atrás das câmeras (diretor arrojado que criou Mr. Robot) com a atuação afiada de Julia Roberts. A atriz de 51 anos estreou como protagonista em uma série de TV na pele de Heidi Bergman, terapeuta que trabalha em um centro de tratamento que lida com ex-soldados em busca de recolocação na vida civil. Piradona e bem-acabada, a série tem episódios curtos e vale a maratona.

divulgação/amazon

A Amazon não economizou para fazer Jack Ryan, com John Krasinski como protagonista

Jack Ryan
Nunca a Amazon gastou tanto para fazer uma série. Cada episódio de Jack Ryan custou cerca de US$ 8 milhões. A bagatela é justificável, pois não faltam explosões, tiroteios e cenas de ação que ocorrem nos Estados Unidos, na França e no Oriente Médio. Quem está acostumado a ver John Krasinski como o Jim da comédia The Office (2005-2013) vai ficar boquiaberto ao vê-lo sereno em um papel dramático, na pele do protagonista Jack Ryan.

divulgação/bbc

Jodie Comer e Sandra Oh dão show na britânica Killing Eve, série disponível no Globoplay

Killing Eve
O Globoplay foi bem em suas escolhas para promover a investida da plataforma na aquisição de séries internacionais. Após comprar o fenômeno The Good Doctor, o serviço driblou a Netflix e outros concorrentes ao comprar a excelente Killing Eve, que briga com Homecoming pelo Globo de Ouro. A série britânica de espionagem, com caprichadas doses de humor, tem uma dupla de protagonistas excelente: Sandra Oh (ex-Grey's Anatomy) e a revelação Jodie Comer.

divulgação/hbo

Margherita Mazzucco e Gaia Girace na primeira temporada de My Brilliant Friend, série italiana

My Brilliant Friend
Hipnotizante, a grandiosa e detalhista My Brilliant Friend encanta por contar uma história descomplicada, mas com ingredientes inteligentes que prendem o telespectador do começo ao final. O drama italiano acompanha a amizade de Lila (Gaia Girace) e Lenú (Margherita Mazzucco), da infância até a terceira idade. A primeira temporada se dedica a mostrar como tudo começou, quando ainda eram crianças e, mais tarde, na adolescência delas.

divulgação/fx

Dominique Jackson é um das trans glamurosas da série Pose, assinada por Ryan Murphy

Pose
Criada por Ryan Murphy (American Crime Story), Pose entrou para a história da TV americana por ter no elenco principal cinco atores transgêneros, um recorde. Com extremo bom gosto, a série indicada ao Globo de Ouro colocou no centro da trama transexuais e gays, marginalizados na Nova York do fim dos anos 1980.

Com uma trilha sonora caprichada, Pose conta como integrantes da comunidade LGBT+ lidam com tabus, como a cirurgia de readeaquação sexual e o terror da Aids. Tudo cercado pelos luxuosos bailes no submundo nova-iorquino, com festas que promovem duelos de figurino e estilo.

divulgação/facebook

Em Sorry for Your Loss, Elizabeth Olsen faz uma atuação tocante na pele de uma jovem viúva

Sorry for Your Loss
Iniciante no mercado de produção de séries, o Facebook chamou a atenção com um drama de gente grande. Com episódios de cerca de 30 minutos de duração, Sorry for Your Loss ganhou uma nota alta no Metacritic (83) e recebeu elogios do público por contar com delicadeza uma história bem amarga. Elizabeth Olsen dá vida a uma jovem que fica sem chão após perder o marido. Sorry for Your Loss fala da dor da perda de um ente querido como poucas atrações tiveram a destreza de fazer.

divulgação/netflix

Dois ícones de Hollywood juntos em The Kominsky Method: Danny DeVito e Michael Douglas

The Kominsky Method
Criador de The Big Bang Theory e Two and a Half Men, Chuck Lorre (66 anos) revelou em entrevista para o site da Variety que demorou três anos para conceber The Kominsky Method. A comédia, segundo ele, é o projeto mais pessoal de toda sua carreira, sobre uma amizade entre dois velhinhos que teve início quando ainda eram jovens. Lorre escreveu a série sozinho e conseguiu dois nomes de alto calibre como protagonistas: Alan Arkin e Michael Douglas, lendas de Hollywood. A série concorre a oito prêmios, somando Globo de Ouro, SAG Awards e Critics' Choice.

divulgação/paramount

Com o drama rural Yellowstone, Kevin Costner conquistou o público norte-americano em 2018

Yellowstone
Ambientada no interior dos Estados Unidos, Yellowstone é um colírio para quem gosta de olhar belas paisagens. Esse é um dos vários aspectos que torna o drama, estrelado por Kevin Costner, prioridade na lista de quem quer ver uma série de alto nível. Inédita no Brasil e exibida para o público americano no canal Paramount Network, Yellowstone foi um sucesso de audiência em 2018. Na TV paga, só ficou atrás na audiência de The Walking Dead.

divulgação/lifetime

Penn Badgley (ex-Gossip Girl) vive um stalker apaixonado pela personagem de Elizabeth Lail

You
A Netflix estreou nesta semana a viciante You, inspirada no best-seller homônimo escrito por Carolina Kepnes. Protagonizada por Penn Badgley (ex-Gossip Girl), a série narra a obsessão de Joe Goldberg (Badgley) pela linda estudante e esforçada escritora Guinevere Beck (Elizabeth Lail). A trama envolve porque coloca o telespectador na pele dos protagonistas, principalmente de Beck, que fica na gangorra entre crer na paixão de Joe ou fugir correndo desse stalker maluco.

Leia também

Web Stories

+
Vômito, narrador ridículo e ‘xerecada’: Cinco momentos engraçados das OlimpíadasBárbara, Kelvin e Medina: Atletas brasileiros se envolvem em tretas nas OlimpíadasAna ou Manuela? Saiba quem fica com Rodrigo no final de A Vida da GenteComo Rayssa Leal e Douglas Souza: Cinco atletas das Olimpíadas que você deve seguirTraição de Pyong Lee e treta de Nadja Pessoa: Ilha Record promete estreia acalorada

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Qual a melhor cobertura dos Jogos Olímpicos de Tóquio?