Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

QUANTO MAIS VIDA, MELHOR

Humorista do Porta dos Fundos vira alívio cômico em novela sobre volta do Além

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Evelyn Castro como Maria para Teocracia em Vertigem

Evelyn Castro como Maria em Teocracia em Vertigem; humorista fará novela da Globo

ELBA KRISS

elba@noticiasdatv.com

Publicado em 6/7/2021 - 6h40

Conhecida por seu trabalho no Porta dos Fundos, Evelyn Castro fará sua estreia em novelas da Globo em Quanto Mais Vida, Melhor, próxima trama inédita da faixa das 19h. A humorista dará vida a Deusa, uma doméstica sem noção na mansão de Guilherme (Mateus Solano). Ela recebeu a missão de ser o "alívio cômico" da história que terá personagens do Além.

No enredo de Quanto Mais Vida, Melhor, os quatro protagonistas, interpretados por Solano, Giovanna Antonelli, Vladimir Brichta e Valentina Herszage, sofrerão um acidente aéreo fatal. Mas ao serem recebidos por Deus no Céu, ganharão a oportunidade de retornarem à vida, já que o acidente não passou de um mal-entendido.

No entanto, antes de deixarem o Além, os quatro receberão a notícia de que um deles morrerá de verdade depois de seis meses. O nome do escolhido será mantido em segredo. A situação fará com que cada um corra atrás de uma meta a ser cumprida dentro do prazo.

Na história assinada por Mauro Wilson, Guilherme é um cirurgião cardíaco casado com Rose (Bárbara Colen). Os dois são os patrões de Deusa, a quem confiam mais do que os afazeres domésticos. Por terem boa relação, a funcionária cultiva uma amizade com a patroa.

Evelyn Castro posa como Deusa nos bastidores da próxima novela das sete (Foto: Reprodução/Instagram)

Dedicada, esforçada e, claro, engraçada, a profissional renderá boas risadas com sua "intromissão" na rotina fria da família, que também inclui Tigrão (Matheus Abreu), filho do casal, Celina (Ana Lucia Torre) e Daniel (Tato Gabus Mendes), pais de Guilherme.

"O nome dela é Deusilene, mas todo mundo a chama de Deusa. Ela é empregada doméstica na casa dos Monteiro Bragança e é quem cuida de tudo. O doutor Guilherme mora com os pais. E a mãe, Celina, é a vilã [da novela], que vive para infernizar a Rose. Ela é danada e está sempre tendo embates com a Deusa (risos)", conta Evelyn ao Notícias da TV.

"Deusa se torna uma grande amiga da dona Rose. Mas ela não tem noção e, às vezes, se mistura em questões da família. A personagem da Bárbara é alfinetada o tempo inteiro porque a Celina odeia a mulher do filho. Na história, tem também o Tigrão, que é o filho rebelde do casal... E a Deusa está ali costurando todas as relações da casa. Ela está dentro de todas elas", adianta.

Extrovertida, a doméstica amiga dos patrões será a responsável por quebrar o gelo no clima tenso da mansão. "Ela quer organizar e ajudar na vida deles. E ela sobra (risos). Ela sempre sobra de alguma maneira. Mas ela não tem medo disso, de falar besteira ou de ter embates com a dona Celina. Ela tem o coração gigante, está ali para ajudar, e os patrões sabem disso. Por isso é que ela se mantém na casa, senão já teria sido mandada embora há muito tempo (risos)", diverte-se.

Na produção, Evelyn contracenará também com Thardelly Limma, que interpretará Odaílson, o motorista dos ricaços e seu par romântico. Os dois terão sequências hilárias por viverem um romance não assumido, mas o relacionamento também dará à atriz uma oportunidade de ir além do riso com a funcionária descontraída. 

"Ela e Odaílson vivem um trelelê. Mas ela o rejeita ao mesmo tempo em que gosta dele. Ainda não entramos com afinco na vida de Deusa, mas já sabemos que a mãe dela sofreu muito com o marido. Então, ela tem esse lugar de uma filha que sofreu com o pai fazendo coisas com a mãe. Tem todo um drama que, infelizmente, a maioria das mulheres já passou ou passa", ressalta.

"Deusa acaba sendo uma feminista, e fiquei muito feliz por conta disso. Ela não é feminista por ser. Ela tem o coração machucado. Meu núcleo, por incrível que pareça, é de uma família séria (risos). Eu e o Thardelly é que somos o alívio cômico, os diretores falam isso", destaca.

reprodução/youtube

Evelyn Castro no filme Teocracia em Vertigem

Atriz na mira da Globo

Quanto Mais Vida, Melhor será a primeira novela de Evelyn no elenco fixo. Antes, ela só havia feito participações em sua longa trajetória artística. Cantora e atriz, ela foi finalista do reality Fama no ano de 2005. No teatro, integrou produções como Cássia Eller - Musical e Quebrando Regras, espetáculo em homenagem à cantora Tina Turner.

No cinema, fez os filmes Cabras da Peste (2021), Juntos e Enrolados (2021), A Sogra Perfeita (2021), entre outros. Além do Porta dos Fundos, é reconhecida pelo trabalho como Marraia no humorístico Tô de Graça, do Multishow.

O folhetim da Globo surgiu na vida da artista após seis anos de tentativas. Segundo ela, um produtor da Globo a viu no teatro anos atrás e, desde então, ela entrou no radar da emissora. Mas se engana quem pensa que ela foi convocada pelo alto escalão. "Convite? Que nada! Tive convite para fazer um teste (risos)", diverte-se.

Integrar o elenco de uma novela das Globo é uma realização na carreira de Evelyn. Gravando sob um rígido protocolo de segurança sanitária por causa da pandemia, ela aproveita para aprender --e tietar-- nos estúdios.

"A Ana Lucia Torre é uma aula em todo momento e a cada olhar. Estar com essas pessoas faz a gente mergulhar a cada segundo na atuação. Estou sempre atenta. Quando não estou em cena, adoro assistir aos ensaios. Vi Mateus Solano e Vladimir Brichta outro dia, e a cena deles foi forte", conta.

Em maio último, a direção da Globo decidiu adiar a estreia de Quanto Mais Vida, Melhor, que deveria entrar no ar após a reprise de Salve-se Quem Puder. Para a humorista, estar em uma produção que enfrenta as consequências de uma pandemia ensinou uma lição.

"Estou sendo muito resiliente. Acho que foi favorável para a minha vida essa coisa de entrar em outro ritmo. É necessário eu estar envolvida completamente com a novela. É um produto novo para mim. Não é um longa que você fica 30 dias mergulhada naquilo e pronto. Uma novela dura meses, e essa está durando mais por conta de uma pandemia", analisa.

"Então, vejo como uma oportunidade esse ritmo estar mais lento. Acho que a vida mudou em tudo [na pandemia]. Para quem está acordado para o que está acontecendo, os valores foram sendo colocados em outros lugares. Foi uma maturidade que a gente ganhou. Para quem aceitou, né? Porque tem gente que está bem louca", finaliza.

Veja publicações de Evelyn Castro sobre Deusa:

Confira Evelyn Castro no Porta dos Fundos: 


Últimas de Quanto Mais Vida, Melhor


Outras Novelas

Leia também

Web Stories

+
A Fazenda 13: Sem barracos, Liziane frustra público e é eliminada; veja trajetóriaComo Lázaro Ramos e Taís Araujo: 7 casais formados nos bastidores da GloboSex Education vai ter 4ª temporada? Veja cinco curiosidades sobre a sérieA Fazenda 13: Surto na baia e barraco com ofensas marcam primeira semana do realityQuem é Alanis Guillen? Conheça a Juma Marruá do remake de Pantanal

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Além de Pantanal, qual novela antiga merecia um remake?