Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

CENAS INUSITADAS

Arroto ao vivo, 'gemidão do zap' e erros: Gafes em transmissões esportivas em 2020

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Cleber Machado, narrador da Globo, perfilado no estúdio da emissora

Cleber Machado arrotou ao vivo durante transmissão de Brasil x Venezuela na Globo

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 26/12/2020 - 7h00

O ano de 2020 foi diferente nas transmissões esportivas, já que boa parte dos profissionais da TV trabalhou de casa em razão da pandemia de Covid-19. No entanto, uma coisa não mudou: as gafes ao vivo. Aliás, algumas saias justas foram até provocadas pelo trabalho remoto, com comentarista tendo que narrar gol na ausência do narrador em mais de uma ocasião.

Mas o fato mais constrangedor nas transmissões de futebol envolveu Cleber Machado. Na Globo, o narrador arrotou ao vivo durante a execução do Hino Nacional antes da partida entre Brasil e Venezuela, pelas Eliminatórias Sul-Americanas da Copa de 2022.

Também teve o famoso "gemidão do WhatsApp" no Fox Sports, locutor confundindo o nome do canal atual com o de sua velha casa e os problemas técnicos que tanto atrapalharam os narradores e comentaristas no home office.

Relembre as gafes ao vivo nas transmissões esportivas em 2020:

Arroto ao vivo

Pouco antes de começar a transmissão de Brasil 1 x 0 Venezuela em 13 de novembro, Cleber Machado soltou um arroto ao vivo durante a execução do Hino Nacional. A imagem não estava focada no narrador, mas seu microfone estava aberto e ele acabou se descuidando.

Cleber arrotou enquanto a câmera mostrava a bandeira brasileira e os jogadores perfilados para a música, antes de a bola rolar no duelo das Eliminatórias Sul-Americanas da Copa do Mundo. O descuido do narrador não passou despercebido pelos internautas.

"O melhor do jogo vai ser o arroto do Cleber Machado antes do Hino Nacional", opinou o internauta Anderson. "Acho que o Cleber Machado soltou um arroto e se esqueceu de mutar", observou Henrique Mendes. O locutor foi parar nos assuntos mais comentados no Twitter. E não foi só pelo arroto insólito, mas também pelas críticas ao seu trabalho. Os telespectadores também notaram erros na narração do nome de alguns jogadores. Veja:

Saudade da ex?

Everaldo Marques foi contratado pelo Grupo Globo no início do ano depois de trabalhar durante mais de 15 anos nos canais ESPN. Mas, em agosto, o narrador se confundiu e citou o nome da antiga casa em uma transmissão ao vivo da NBA no SporTV.

Após voltar de um intervalo na vitória do Los Angeles Clippers sobre o Dallas Mavericks, o jornalista errou o nome do SporTV e disse: "Estamos de volta, meus amigos dos canais ESPN". Bem-humorado, ele levou a situação numa boa.

"Aconteceu, finalmente aconteceu. A primeira vez", brincou. "Mas até que demorou, hein?", respondeu o comentarista Rodrigo Alves. "Até que demorou. Sou humano, estou vermelho de vergonha, mas respiro fundo e vou em frente, meus amigos do SporTV, SporTV, SporTV. Já sabia que isso, mais cedo ou mais tarde, iria acontecer", completou o locutor, titular nos jogos da NBA e também em algumas corridas da Fórmula 1. No Twitter, o perfil do SporTV brincou com a confusão. Confira:

Narrador por um dia

Mauro Cezar Pereira, um dos principais comentaristas de futebol do país, passou por uma experiência nova. Em outubro, o áudio de Paulo Andrade falhou durante a transmissão do jogo Leicester x Zorya, pela Liga Europa, e ele teve de assumir o comando da narração bem no momento em que saiu um gol do time inglês.

Narrador por um dia, Mauro brincou após o episódio e disse que sua narração ficará para a história "como algo único". "Admito: estilo inglês do Reino Unido, sóbrio e com a 'emoção' na medida certa para a partida em questão, sem estardalhaços. Mas não se acostumem, essa magnífica narração deverá ficar na história como algo único, ou seja, quando acontecer um tento que mereça maior eloquência, não serei eu ao microfone", escreveu ele em seu Twitter.

O desempenho como locutor viralizou nas redes sociais e foi suficiente para alguns internautas brincarem e pedirem Mauro Cezar na narração do sonhado hexa da Seleção Brasileira na Copa do Mundo do Catar, em 2022, e até no jogo Fifa. Veja o tuíte:

Cadê o locutor?

Outro comentarista que trocou de função momentaneamente foi Mauro Beting, também na hora em que um gol foi marcado. No duelo entre Real Madrid e Inter de Milão, pela Liga dos Campeões, ele narrou em transmissão da TNT o tento dos italianos marcado por Laurato Martinez depois que André Henning "sumiu". "Já que o André não narra, é gol da Inter. Que golaço. Só o André para narrar um gol inenarrável como esse", disse.

O áudio do locutor tinha sofrido um problema, e Beting, que estava trabalhando de casa, teve de substituí-lo durante cinco minutos até o titular da narração voltar. Ao retornar, Henning explicou que houve uma pane e precisou se deslocar por seis andares no prédio da Turner para reassumir seu posto. "Isso nunca tinha acontecido. Comecei a narrar e não saía nada no ar", resumiu o profissional. Assista ao vídeo:


Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você quer ver no retorno de Amor de Mãe?