Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

NÃO TÁ FÁCIL

Perrengue chique: 5 famosos deram desconto milionário para vender mansões

REPRODUÇÃO/NETFLIX, REPRODUÇÃO/INSTAGRAM E DIVULGAÇÃO/ABC

Montagem de Antonio Banderas, Luciana Gimenez e Matthew Perry

Antonio Banderas, Luciana Gimenez e Matthew Perry: unidos por uma dificuldade luxuosa

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 26/12/2020 - 6h50

Ter uma mansão à venda encalhada na imobiliária é o tipo de perrengue que a maioria dos brasileiros ficará a vida inteira sem passar. Mas alguns famosos sofreram com essa dificuldade em 2020 e se dispuseram a dar descontos milionários para se livrar de suas propriedades. É o caso do ex-casal Luciana Gimenez e Marcelo de Carvalho, que baixou em R$ 5 milhões o valor do tríplex luxuoso em São Paulo para encerrar o vínculo material após a separação.

Outra dor de cabeça podre de chique é a de Chiquinho Scarpa, que não aguenta mais pagar um altíssimo IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) pela mansão na qual mora desde que nasceu. No exterior, a lenda do basquete Michael Jordan resolveu abrir a mão e baixar o preço de sua propriedade em cerca de R$ 72 milhões.

Confira cinco casas de famosas encalhadas para venda:

Tríplex de Luciana Gimenez

DIVULGAÇÃO

Área interna do tríplex luxuoso em São Paulo

Luciana Gimenez e Marcelo de Carvalho decidiram fazer uma "promoção" e oferecer um desconto de R$ 5 milhões para encerrar de vez o vínculo material entre eles após o divórcio. O ex-casal colocou o tríplex luxuoso em São Paulo à venda em 2017, quase um ano antes da separação --que foi anunciada em março de 2018. O valor pedido inicialmente era R$ 80 milhões.

A propriedade é a junção de dois apartamentos de cobertura, tem 2,2 mil metros quadrados de área e conta com sete suítes, sala de cinema com 16 lugares, elevador privativo e 14 vagas de garagem exclusivas. Em 2020, o ex-casal decidiu baixar o preço para R$ 75 milhões na tentativa de atrair compradores.

Mansão no céu

reprodução/holcomb petersen

Sala de cinema personalizada da cobertura

O desconto dado por Matthew Perry, um dos astros do seriado Friends (1994-2004), para desencalhar sua cobertura em Los Angeles foi ainda maior. Ele topou baixar em R$ 40 milhões o valor do imóvel conhecido pela imprensa norte-americana como "mansão do céu". Avaliada inicialmente em US$ 35 milhões (o equivalente a R$ 178,7 milhões), o apartamento passou a custar US$ 27 milhões (R$ 137,8 milhões), segundo o Business Insider.

Com 860 metros quadrados, o imóvel ocupa o 40º andar inteiro do luxuoso condomínio Century Tower. O espaço conta com quatro quartos, oito banheiros, além de "uma grande sala de estar e uma sedutora sala de cinema", segundo o anúncio da imobiliária.

reproduçÃO/corcoran

Sala de jantar com vista para o cartão-postal

Vista para o Central Park

Antonio Banderas deu um desconto mais "modesto" para tentar desencalhar seu apartamento em Nova York, inicialmente avaliado em US$ 7,995 milhões (aproximadamente R$ 41 milhões). O astro de Hollywood baixou em US$ 600 mil o valor inicial proposto, o que equivale a cerca de R$ 3 milhões, na esperança de encerrar os cinco anos de espera para fechar a venda.

O imóvel tem uma vista privilegiada para o Central Park, um dos principais cartões-postais de Nova York, e foi adquirido em 2005, quando Banderas ainda estava casado com a atriz Melanie Griffith. O apartamento abriga quatro quartos e quatro banheiros, além de uma sala de estar com lareira, sala de jantar e uma cozinha totalmente equipada.

divulgação/BOSSA NOVA SOTHEBYS INTERNATIONAL REALTY

Sala luxuosa da mansão de Chiquinho Scarpa

Fortuna de IPTU

Perregue chique raiz de verdade quem vive é Chiquinho Scarpa. O eterno playboy tenta vender há mais de oito anos a sua casa, onde mora desde que nasceu, porque não aguenta mais pagar o IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) de R$ 400 mil ao ano.

A propriedade no Jardim América, região nobre de São Paulo, tem 1,5 mil metros quadrados de área construída e 4 mil metros quadrados de terreno. Scarpa já derrubou o preço quase pela metade na tentativa de desencalhar a mansão e se livrar de pagar o imposto. "Estava R$ 120 [milhões], foi para R$ 80 e agora está em R$ 63 milhões", afirmou o bon vivant, que não pretende reduzir o valor.

reprodução/youtube

Lago dentro da propriedade de Michael Jordan

Desconto milionário

Quem também sofre para pagar impostos de sua mansão encalhada é Michael Jordan. Considerado o maior jogador de todos os tempos por amantes do basquete, o astro tenta há oito anos vender a propriedade avaliada em US$ 29 milhões (R$ 149 milhões). As despesas em taxas somam cerca de US$ 100 mil por ano (R$ 516 mil).

O imóvel está em uma área de 5,2 mil metros quadrados em Highland Park, na região de Chicago, Estados Unidos, onde o ex-jogador fez história como atleta do Bulls nos anos 1990 na NBA. Tem quadra de basquete coberta, lago, piscina com borda infinita, quadra de tênis, academia profissional, cinema particular, mesa para jogos e uma adega para mais de mil garrafas de vinhos.

Jordan já baixou em US$ 14,1 milhões o valor pedido inicialmente, o que equivale a um desconto de mais de R$ 72 milhões.


Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você quer ver no retorno de Amor de Mãe?