Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

QUERIDINHA IGNORADA

Por que Reese Witherspoon já é a grande perdedora do Emmy 2020?

DIVULGAÇÃO/HULU

Sentada em um banco de um tribunal, a atriz loira Reese Witherspoon se espanta em cena de Little Fires Everywhere

Reese Witherspoon na minissérie Little Fires Everywhere, uma das três atrações pelas quais foi ignorada no Emmy

JOÃO DA PAZ

Publicado em 28/7/2020 - 15h49

O Emmy 2020 está a dois meses de ser realizado mas já tem sua grande perdedora: Reese Witherspoon. A atriz queridinha da América foi completamente ignorada e não recebeu uma única indicação sequer pelas três séries que se inscreveu: Little Fires Everywhere (Prime Video), The Morning Show (Apple TV+) e Big Little Lies (HBO).

De quebra, ela viu suas colegas de trabalho serem indicadas. Essa esnobada sem cerimônia causou um choque ainda maior porque a temporada 2019-2020 foi de renascimento para Reese, que reinventou a carreira com excelentes papéis na TV.

Ela tinha suas maiores chances por Little Fires Everywhere, minissérie na qual viveu a jornalista Elena Richardson, matriarca de uma família que fazia de tudo para passar uma imagem de perfeição. A atriz terá de se contentar em parabenizar a colega Kerry Washington (ex-Scandal), que vai concorrer pelo drama.

Por The Morning Show, Reese disputou o Globo de Ouro e havia uma expectativa de que a dose seria repetida no Emmy, ainda mais por haver uma vaga a mais na categora atriz de drama. Porém, a loira não acompanhará Jennifer Aniston entre as indicadas. As duas são as atrizes mais bem pagas da TV (salário por episódio).

Em 2018, ela ganhou uma estatueta do Emmy pelo seu papel na minissérie (que depois passou a ser a primeira temporada) Big Little Lies, na pele da líder comunitária Madeline Mackenzie. Reese não ganhou a oportunidade de brigar de novo por um Oscar da TV. O drama da HBO será representador por Meryl Streep e Laura Dern na premiação, que ocorrerá em 20 de setembro.

divulgação/netflix

A jovem Kaitlyn Dever roubou a cena na elogiada minissérie Inacreditável; ignorada no Emmy


Sem convite

Como uma convocação da seleção brasileira para a Copa do Mundo, as indicações ao Emmy ganham uma lista alternativa daqueles que foram preteridos. Resse Witherspoon encabeça os esnobados, mas tem mais gente nessa embarcação.

A dupla Kaitlyn Dever e Merritt Wever, aplaudida pela minissérie Unbelievable (Netflix), ficou de fora do Emmy. Assim como a atriz Rhea Seehorn, que carregou no colo a quinta temporada da série filhote de Breaking Bad (2008-2013), Better Caul Saul (Netflix).

Entre os atores, vale destacar as ausências de Bob Odenkirk (Better Call Saul), Aaron Paul, pelo telefilme El Camino, também de Breaking Bad, e Russell Crowe, vencedor do Globo de Ouro pela minissérie The Loudest Voice.

Embora tenha ajudado a Apple a conquistar 18 indicações, o drama The Morning Show não foi lembrado na principal categoria do Emmy (melhor drama). Hollywood (Netflix) também não concorrerá à estatueta de melhor minissérie mesmo emplacando quatro indicações nas categorias de atuação.

Na acirrada disputa de minisséries, muitas produções não conseguiram um espaço entre as cinco indicadas, como The Plot Against America (HBO) e Normal People (Starzplay). E pela primeira vez, This Is Us ficou de fora do Emmy de melhor drama, com a sua quarta e melhor temporada.

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Você já tem seu favorito em A Fazenda 12?