Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

STELLA MIRANDA

Atriz de Toma Lá Dá Cá revela que pegou Covid-19: 'É muito apavorante'

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

Stella Miranda com expressão séria em cena como dona Álvara em Toma Lá Dá Cá (2007-2009)

Stella Miranda em cena como dona Álvara em Toma Lá Dá Cá (2007-2009); neste ano, a atriz contraiu Covid-19

FERNANDA LOPES

Publicado em 28/7/2020 - 6h57

Stella Miranda entrou para as estatísticas da Covid-19 no Brasil ao testar positivo para a doença. Ela passou quase um mês com sintomas do coronavírus, mas não precisou ficar entubada. Ainda assim, a atriz que viveu dona Álvara em Toma Lá Dá Cá (2007-2009) relata ter passado muito mal, física e emocionalmente. "É muito apavorante", confessa.

Stella afirma que é bastante cuidadosa, sempre usa máscara e que pratica o isolamento social desde o início da pandemia, mas ainda assim contraiu a doença no fim de maio. "Peguei no auge da coisa ruim, bem no pico, foi muito assustador", diz a atriz de 69 anos, que vive no Rio de Janeiro.

Famosa até hoje pelo papel na comédia de Miguel Falabella, ela relata que ficou muito mal com os sintomas típicos da doença --que incluem cansaço físico, tosse, dores no corpo e dificuldade para respirar, por exemplo. Stella foi para um hospital particular para buscar ajuda.

"Eu fiquei a maior parte do tempo em casa, mas fui pro hospital porque tem que ir. É assustador, você começa a passar muito mal, tem que fazer 500 mil exames, 200 vezes, tem que monitorar muito, fazer exames de oxigenação, pulmão, coração. Porque a gente se sente muito mal e com muito medo, é tudo junto", conta.

Após três semanas sofrendo com a doença, Stella teve ajuda de sua filha em casa e venceu o coronavírus. Confira imagem da atriz neste mês, já totalmente recuperada:

Ver essa foto no Instagram

Tempo Tempo Tempo

Uma publicação compartilhada por Stella Miranda (@stellamirandareal) em

Stella Miranda volta ao ar em dose dupla na Globo

Ela se considera sortuda e privilegiada, em relação à situação trágica de muitas pessoas no Brasil. "É tudo muito ruim, mas também tive sorte. Sou privilegiada, tenho plano de saúde. Eu me solidarizo com as mais de 80 mil mortes, tenho compaixão pelo brasileiro, por todo mundo. É muito dolorido tudo. Eu sarei, graças a Deus estou aqui firme. É uma tragédia planetária que a gente vive coletivamente, é inacreditável. Ainda bem que a gente consegue ter um respiro [com a arte]", declara.

A partir desta semana, Stella estará no ar na Globo em duas produções: na série Hebe, ela aparece como Dercy Gonçalves (1907-2008), e em Toma Lá Dá Cá vive a síndica Álvara, autoritária, irritante e sem noção.

"O Brasil é um país desgovernado, uma nau sem rumo, é inacreditável. Ainda bem que tenho família junto a mim, tenho afeto. E tem a solidariedade, a ciência e a arte, que conseguem fazer a gente acreditar [em dias melhores] e manter a sanidade mental. É muito triste tudo isso, mas dentro de tanta tristeza fico feliz de estar de volta em dois trabalhos que amei fazer", afirma.

Leia também

Web Stories

+
Fim de casamento e cirurgia perigosa: Como estão os vencedores do Power Couple BrasilLustre de cristal e piso de mármore: Conheça o Carioca Palace, hotel de Pega PegaDe Luísa Sonza a Ana Hickmann: Veja as mansões de dez famosos brasileirosLonge dos holofotes: Veja por onde andam cinco atores de Hilda FuracãoAtaque de fã-clube e troca de professor: Cinco tretas marcantes na Dança dos Famosos

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Qual reality show você vai acompanhar após o fim do No Limite e Power Couple?