Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

THE LOUDEST VOICE

Globoplay traz para o Brasil série aclamada sobre o escândalo sexual da Fox News

DIVULGAÇÃO/SHOWTIME

Vestindo amarelo, Naomi Watts faz cara de desconforável ao ser abraçada por trás por Russell Crowe em cena de The Loudest Voice

Naomi Watts é abraçada por Russell Crowe em cena da premiada The Loudest Voice; minissérie é do Globoplay

JOÃO DA PAZ

Publicado em 14/7/2020 - 6h50

Premiada no Globo de Ouro, a minissérie The Loudest Voice chegará ao Brasil pelo Globoplay. O drama sobre os bastidores da Fox News, culminando com o escândalo sexual que assolou o canal de notícias há quatro anos, vai estrear ainda este ano. Se tudo correr bem e a pandemia não atrapalhar legendagem e dublagem, a estreia deve ser em outubro, apurou o Notícia da TV com exclusividade.

O foco da trama é o executivo Roger Ailes (1940-2017), interpretado pelo vencedor do Oscar Russell Crowe, que levou o Globo de Ouro deste ano na categoria melhor ator de minissérie ou telefilme. O ponto de partida é o ano de 1995, ainda no desenvolvimento da Fox News, lançada oficialmente no ano seguinte. E termina em 2016, quando o escândalo explodiu e resultou na saída dele do canal.

A minissérie é fácil de ser entendida. The Loudest Voice tem sete episódios e cada um aborda uma época da vida de Ailes. Os títulos dos capítulos levam no nome os anos em que aqueles acontecimentos narrados se passaram, como 1995, 2001 e assim por diante. A trama avança bastante no tempo, pois a ideia é focar nos principais acontecimentos da jornada do executivo.

Tudo é baseado no livro The Loudest Voice in the Room (A Voz Mais Alta da Sala, em tradução livre), escrito por Gabriel Sherman e publicado em 2014. A minissérie mostra o poder de Ailes de encantar o magnata Rupert Murdoch para convencê-lo a lançar um canal de notícias de viés conservador. A ideia deu certo, porque a Fox News chegou ao topo, se tornando o canal de TV paga mais visto nos Estados Unidos, entre todos os gêneros.

Praticamente um registro histórico, The Loudest Voice ajuda a entender quem foi Roger Ailes, principalmente para o público não americano. É mostrado como ele armou um noticiário totalmente contra Barack Obama durante sua presidência dos EUA, até a amizade bem íntima com Donald Trump. Roger contribuiu diretamente para a ascensão do empresário do ramo de imóveis no mundo da política. A Fox News é uma vitrine em defesa de Trump até hoje.

Enquanto narra esses episódios, a minissérie não esconde a postura agressiva, misógina e tosca de Roger com seus subordinados, principalmente as mulheres. Entra na história a jornalista Gretchen Carlson, interpretada por Naomi Watts. Foi ela quem denunciou publicamente Roger de assédio sexual, estopim para o escândalo que acabou com a carreira do veterano, um anos antes de ele morrer.

Após uma boa participação no circuito de premiações do começo do ano, mesmo com poucas vitórias, The Loudest Voice tem expectativas para aparecer no Emmy --os indicados serão conhecidos no próximo dia 28. A briga por melhor minissérie é mais acirrada, até pelo número de indicados ser pequeno (cinco) e a concorrência, grande. Já Russell Crowe, empurrado pelo Globo de Ouro, pode abocanhar uma indicação. Uma nova vitória pode ser uma tarefa mais difícil.

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você achou do Disney+?