Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

SURPRESAS

Nada de Chadwick Boseman: Oscar 2021 quebra expectativas e 'dribla' favoritos

Divulgação/Netflix

Chadwick Boseman sentado em frente a um piano em cena de A Voz Suprema do Blues

Chadwick Boseman em A Voz Suprema do Blues; ator era o favorito ao Oscar 2021, mas não levou a estatueta

ANDRÉ ZULIANI

andre@noticiasdatv.com

Publicado em 26/4/2021 - 1h16

A cerimônia do Oscar 2021 coroou diversos títulos elogiados pela crítica nos últimos meses e entregou prêmios aguardados para muitos dos indicados, como melhor filme para Nomadland (2020) e direção para Chloé Zhao. Por outro lado, alguns nomes considerados favoritos da noite, como Chadwick Boseman (1976-2020) e Carey Mulligan, ficaram de fora da lista de vencedores.

No caso do eterno Pantera Negra da Marvel, seu nome era dado como certo em vários sites de apostas. Sua vitória no SAG Awards e no Globo de Ouro, ambos por seu trabalho em A Voz Suprema do Blues (2020), indicavam que o astro teria o caminho aberto para levar um Oscar póstumo.

A situação começou a mudar quando o veterano Anthony Hopkins levou o prêmio de melhor ator por Meu Pai (2020) no Bafta, considerado o Oscar britânico e outro bom termômetro para a premiação da Academia. A lógica se inverteu, e o astro de 83 anos ficou com a estatueta mais importante da indústria do entretenimento.

A mesma situação ocorreu na categoria de melhor atriz. Prévias anteriores mostravam que Viola Davis, por A Voz Suprema do Blues, e Carey Mulligan, por Bela Vingança (2020), iriam liderar a disputa no Oscar 2021. Por fora, mas não muito longe, estava Frances McDormand, a protagonista de Nomadland.

Viola também havia vencido o SAG, enquanto Carey era citada como a favorita entre os apostadores. No fim, foi Frances, que já tinha duas estatuetas do Oscar em sua carreira, quem abocanhou mais uma para a sua coleção.

Na categoria de melhor roteiro adaptado, não havia um franco favorito para sair como vencedor. Os mais citados eram Borat: Fita de Cinema Seguinte (2020), que levou o prêmio do WGA 2021, dado pelos sindicatos dos roteiristas, e Nomadland. A estatueta acabou indo para as mãos de Florian Zeller e Christopher Hampton, responsáveis pela adaptação de Meu Pai.

O Oscar 2021 também salvou algumas surpresas nas categorias técnicas. Grande vencedor da noite, Nomadland também era o principal nome para levar os prêmios de melhor edição e melhor fotografia. As vitórias, no entanto, foram respectivamente de O Som do Silêncio (2019) e Mank (2020).

A Academia também surpreendeu na escolha do vencedor de melhor canção original. Io Sí, de Rosa e Momo (2020), e Speak Now, por Uma Noite em Miami (2020), eram considerados as principais opções para levar o prêmio. Mas a estatueta acabou indo para Fight For You, de Judas e o Messias Negro (2021).


Leia também

Web Stories

+
Salve-se Quem Puder: Última semana da reprise tem chantagem, reencontro perigoso e revelaçãoPower Couple Brasil 5 aposta em casais polêmicos e promete barraco e confusãoPereirão, Lurdes e Edilásia Sardinha: veja 7 mães marcantes das novelas brasileirasCaso Evandro e A Mulher na Janela chegam aos streamings; saiba maisPróximos filmes da Marvel têm Pantera Negra e Os Eternos; confira lista completa

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Você está animado para a nova temporada do No Limite?