Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

INDICAÇÃO PÓSTUMA

Como Chadwick Boseman no Oscar 2021, lembre atores indicados após suas mortes

Reprodução/Warner Bros./Netflix/Warner.Bros

Montagem com cenas de James Dean em East Eden, Chadwick Boseman em A Voz suprema do Blues e Heath Ledger em Batman: O Cavaleiro das Trevas

James Dean, Chadwick Boseman e Heath Ledger: atores receberam indicação póstuma ao Oscar

ANDRÉ CARLOS ZORZI

azorzi@noticiasdatv.com

Publicado em 15/3/2021 - 18h34

Chadwick Boseman (1976-2020) recebeu uma indicação póstuma ao prêmio de melhor ator no Oscar 2021. A premiação divulgou a lista completa de indicados nesta segunda-feira (15). Não se trata da primeira vez em que a situação ocorre: ao todo, sete atores e uma atriz já receberam indicações após a morte, tanto na categoria principal como na de melhor ator coadjuvante.

Entre eles, destacam-se Peter Finch (1916-1977), vencedor do Oscar de melhor ator pelo filme Rede de Intrigas (1976) e Heath Ledger (1979-2008), que foi premiado como ator coadjuvante por sua atuação como o vilão Coringa no filme Batman: O Cavaleiro das Trevas (2008).

A primeira indicação póstuma em categorias de atuação foi feita a Jeanne Eagels (1890-1929), que disputou o prêmio de melhor atriz na segunda edição do Oscar, em 1929. O primeiro homem a ser lembrado após a morte foi James Dean (1931-1955), até hoje o único a receber duas indicações póstumas.
Relembre abaixo mais detalhes sobre as indicações póstumas de atores ao Oscar.

Chadwick Boseman

Conhecido mundialmente por ter dado vida ao super-herói Pantera Negra nos filmes da Marvel, Chadwick Boseman teve sua morte anunciada em 28 de agosto de 2020, após quatro anos tratando um câncer de cólon.

Em 15 de março de 2021, ele recebeu sua primeira indicação ao Oscar por sua atuação no filme A Voz Suprema dos Blues (2020), em que interpreta um trompetista que faz parte do grupo de Ma Rainey e se indispõe com a cantora no ano de 1927. Assista ao trailer abaixo:

Pelo papel, Chadwick Boseman ganhou o prêmio de melhor ator no Globo de Ouro, primeiro negro a receber a estatueta postumamente.

Heath Ledger

À época conhecido por protagonizar O Segredo de Brokeback Mountain (2005), Heath Ledger foi encontrado morto em seu apartamento na cidade de Nova York no auge de sua carreira, em 22 de janeiro de 2008.

Dois filmes foram lançados com participação póstuma do ator: O Mundo Imaginário do Dr. Parnassus (2009) e Batman: O Cavaleiro das Trevas (2009). Neste último, deu vida ao vilão Coringa e superou os nomes de Robert Downey Jr., Philip Seymour Hoffman, Michael Shannon e Josh Brolin para vencer o Oscar de melhor ator coadjuvante.

Massimo Postini

O longa italiano O Carteiro e o Poeta (1994) concorreu ao Oscar 1996 em cinco categorias, incluindo melhor filme e melhor diretor. Massimo Troisi, que viveu o protagonista Mario Ruoppolo, recebeu a indicação póstuma na categoria de melhor ator, que acabou sendo vencida por Nicolas Cage.

Ralph Richardson

O filme Greystoke - A Lenda de Tarzan, o Rei da Selva (1984) rendeu uma indicação de Ralph Richardson (1902-1983) ao Oscar de melhor ator coadjuvante. Ele já havia sido indicado na mesma categoria no Oscar 1950 anteriormente.

Em 1984, mesmo com a concorrência de John Malkovich e Pat Morita, o Sr. Miyagi dos filmes Karate Kid, o vencedor da categoria foi Haing S. Ngor, um dos únicos atores amadores a receber um Oscar por seu papel em Os Gritos do Silêncio (1984), que retrata a ditadura cambojana.

Peter Finch

Peter Finch superou Sylvester Stallone, Robert de Niro, William Holden e Giancarlo Giannini para se tornar o primeiro vencedor de um Oscar póstumo na categoria de melhor ator, em 1977, por seu trabalho em Rede de Intrigas (1976).

Em 14 de janeiro de 1977, cerca de dois meses antes da cerimônia, Finch sofreu um ataque cardíaco no hotel em que estava na Califórnia. Quem recebeu o troféu em seu nome foi sua viúva, Eletha Finch. Assista ao vídeo com o momento da entrega da estatueta abaixo.

Spencer Tracy

Spencer Tracy (1900-1967) divide com Laurence Olivier (1907-1989) o recorde de mais indicações ao Oscar de melhor ator na história, com nove, espalhadas pelas décadas de 1930, 1950 e 1960. A última delas veio postumamente, por seu papel em Adivinhe Quem Vem Para Jantar (1967), em que contracenou com Katharine Hepburn (1907-2003).

Considerado um dos grandes atores da história do cinema nos Estados Unidos, Spencer Tracy chegou a vencer o Oscar de melhor ator duas vezes, em Com Os Braços Abertos (1938) e Marujo Intrépido (1937).

James Dean

O icônico James Dean teve uma carreira nos cinemas abreviada pelo acidente automobilístico que o matou aos 24 anos de idade em 30 de setembro de 1955, mas isso não impediu com que conquistasse um recorde que permanece até hoje, o de único ator a receber duas indicações póstumas em anos diferentes do Oscar.

Os reconhecimentos vieram por conta de East Of Eden (1955) no Oscar 1956 e Assim Caminha a Humanidade (1956) no Oscar 1957. A categoria foi vencida, respectivamente, por Ernest Borgnine (1917-2012) e Yuri Brynner (1920-1985).

Jeanne Eagels

A primeira indicação póstuma a uma atriz veio logo na segunda edição da premiação, realizada em 3 de abril de 1930. Jeanne Eagels concorreu por seu papel em A Carta (1929) mesmo após sua morte, mas a estatueta ficou com Mary Pickford (1892-1979).

Oscar 2021

Além da indicação póstuma a Chadwick Boseman, a lista de indicados ao Oscar 2021 traz como destaque o filme Mank, com dez indicações. Judas e o Messias Negro, Meu Pai, Minari, Nomadland, Os 7 de Chicago e O Som do Silêncio também chamam atenção com seis nomeações cada.

A Netflix conquistou 35 indicações ao Oscar em 2021. Pela primeira vez na história, a premiação também conta com duas mulheres indicadas à categoria de melhor direção no mesmo ano: Chloé Zhao, por Nomadland, e Emerald Fennel, por Bela Vingança.

Prêmio NTV Melhores do ano


Leia também

Enquete

Qual foi o melhor telejornal ou programa jornalístico do ano?

Web Stories

+
Gui Araujo deixa A Fazenda 13 após expor lado prepotente e preconceituoso; relembreDe série na Netflix a aposentadoria: Por onde anda o elenco de O Cravo e a Rosa?Vladimir Brichta contracena com a filha em Quanto Mais Vida, Melhor; veja outros casosConfinado em A Fazenda 13, Dynho não sabe que Mirella pediu divórcio; como fica o caso?Quanto Mais Vida, Melhor enfrentou perrengues mesmo antes de estrear; conheça a trama

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas