Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

ESTREIA DIA 28

Band promete cobertura 'robusta' da Fórmula 1 e vai exibir pódios ao vivo

TATIANE MORENO/BAND

Max Wilson, Reginaldo Leme, Sérgio Maurício e Felipe Giaffone, todos de terno, na sede da Band

Max Wilson, Reginaldo Leme, Sérgio Maurício e Felipe Giaffone farão as transmissões da Fórmula 1

RICARDO MAGATTI

ricardo@noticiasdatv.com

Publicado em 4/3/2021 - 13h51

A Band apresentou nesta quinta-feira (4) a equipe que vai trabalhar nas transmissões da Fórmula 1 pelas próximas duas temporadas. Durante coletiva de imprensa virtual, a emissora prometeu que terá uma cobertura "robusta" e "completa" e afirmou que vai exibir ao vivo na TV aberta os pódios de todas as 23 provas do campeonato --algo que a Globo não fez nos últimos anos e que gerava críticas por parte dos fãs da categoria.

"A cobertura vai ser robusta e completa, tanto na TV aberta como na fechada. Vamos transmitir o pódio ao vivo até acabar o champanhe. A gente tem o compromisso de levar uma cobertura completa para o amante da Fórmula 1 e vamos cumprir isso", afirmou Denis Gavazzi, diretor de esportes da emissora. "A gente tem espaço, gente tarimbada e muita vontade de entregar para o telespectador a melhor cobertura", acrescentou.

Além do diretor, estiveram presentes no evento a apresentadora Glenda Kozlowski, o narrador Sérgio Maurício, os comentaristas Reginaldo Leme, Felipe Giaffone e Max Wilson, e a repórter Mariana Becker, que participou por vídeochamada de sua casa na Suíça.

Nos últimos 40 anos, a Fórmula 1 foi exibida pela Globo, mas a líder de audiência optou por não manter o contrato com a Liberty Media no ano passado. O principal motivo para o vínculo não ter sido renovado foi o valor pedido pela dona dos direitos. A emissora não aceitou pagar o que pediu a empresa norte-americana, fez outras propostas, mas a negociação não avançou. A Band entrou na concorrência e ganhou a disputa no mês passado.

O acordo prevê a exclusividade para a exibição das 23 provas do calendário do circuito. As corridas serão exibidas na TV aberta, e os treinos classificatórios serão transmitidos no canal pago BandSports, que também vai mostrar as Fórmula 3 e Fórmula 2 e é detentora dos direitos da Stock Car.

Durante quase uma hora de coletiva, os profissionais que integram a equipe da Fórmula 1 na Band, todos com passagens pelo Grupo Globo e com experiência na televisão, reforçaram que a expectativa é alta para as corridas da principal competição de automobilismo mundial na emissora.

Sérgio Maurício, que deixou o Grupo Globo após 29 anos, afirmou que está realizando um "sonho de infância" ao se tornar o narrador oficial da Fórmula 1 na TV aberta.

"Venho para outra empresa que tem uma tradição enorme no mundo esportivo. Dar continuidade ao que já estava sendo feito pela outra emissora, principalmente tendo o Brasil como o único país do mundo onde uma televisão aberta transmite a Fórmula 1 mostra toda a dimensão do que esta modalidade representa para o brasileiro. É uma cultura que vem desde os anos 1970 e que a Band resgata agora para dar um tratamento ainda melhor", pontuou o locutor.

REPRODUÇÃO/BAND

Equipe da Band em coletiva de apresentação

Reginaldo Leme já acompanhou de perto mais de 700 corridas, oito conquistas de títulos mundiais e 101 vitórias de pilotos brasileiros ao longo de sua trajetória de quase 50 anos no automobilismo. Aos 76 anos, o jornalista está motivado para o desafio na emissora, para a qual foi contratado em 2020, inicialmente para comentar a Stock Car.

"Nunca trabalhei em uma equipe que fosse 100% de profissionais apaixonados pelo automobilismo. Sinto que aqui vou ter muito espaço e ficar mais à vontade para contar todas as histórias da modalidade. Existe um desejo de fazer uma transmissão mais ampla e acredito que na Band terei a oportunidade de mostrar a minha vivência de 47 anos nesta área", destacou o experiente comentarista.

Cotas de patrocínio

O diretor comercial da Band, Cris Moreira, revelou no evento que o canal já acertou a venda de uma das seis cotas de patrocínio da Fórmula 1. A primeira empresa a fechar o negócio é a Claro, gigante de telecomunicações que já patrocina os pilotos Sergio Pérez e o brasileiro Pietro Fittipaldi.

"Já estamos com a primeira cota vendida. Neste momento estamos trabalhando e fazendo a cobertura de todo o mercado para poder desenvolver as propostas comerciais que vão trazer uma experiência nova, diferente e multiplataforma para os clientes que conhecem a Fórmula 1 e estão próximos do esporte", explicou o executivo, sem revelar o valor do acordo.

A ideia, disse Moreira, é atrair os patrocinadores com uma estratégia que contempla mais de uma plataforma, menos o streaming, cujos direitos são da F1 TV Pro, serviço semelhante ao que é oferecido pelo NFL Game Pass e NBA League Pass. "Mas podemos reverberar nas redes sociais da Bandeirantes que é o que nós vamos fazer para criar um barulho muito grande", salientou o diretor.

A estreia acontece no dia 28 de março, quando será exibido o Grande Prêmio do Bahrein. Ao todo, serão 23 etapas do mundial, com a temporada sendo encerrada em Abu Dhabi, em 12 de dezembro. 


Leia também

Enquete

Você gostou dos primeiros capítulos de Verdades Secretas 2?

Web Stories

+
Cinco casais que se formaram no Casamento às Cegas Brasil e você não sabiaElenco de Verdades Secretas 2: Conheça os novos personagens da novelaOutubro Rosa: Conheça cinco famosas que venceram o câncer de mamaAlém de José de Abreu: Sete atores brasileiros que se aventuraram na políticaApós derrota em eleição, Victor Pecoraro perde mais uma votação e deixa A Fazenda 13

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas