Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

SEM ACORDO

Globo revê 'portfólio de direitos' e deixa de transmitir a Fórmula 1 após 40 anos

DIVULGAÇÃO/FÓRMULA 1

Lewis Hamilton e seu carro da Mercedes após vitória no GP da Espanha da Fórmula 1

Lewis Hamilton celebra vitória no GP da Espanha; Globo não vai mais transmitir Fórmula 1 a partir de 2021

REDAÇÃO

Publicado em 28/8/2020 - 17h11

A Globo confirmou nesta sexta-feira (28) que não vai transmitir as corridas da Fórmula 1 a partir de 2021. A emissora não chegou a um acordo para renovar o contrato referente aos direitos de transmissão da principal categoria do automobilismo mundial e deixará de exibir as provas do campeonato após 40 anos.

"Como parte da revisão de seu portfólio de direitos, um dos maiores entre emissoras de TV do mundo, a Globo optou por não renovar os direitos de transmissão da Fórmula 1 a partir de 2021. Mesmo sem a transmissão das corridas, a Globo continuará a fazer a cobertura da categoria em suas diversas plataformas", informou a emissora em um comunicado enviado à imprensa.

A Fórmula 1 está presente na grade de programação da Globo desde a década de 1970. Com narração de Galvão Bueno, a emissora transmitiu ao vivo vitórias e títulos dos brasileiros Emerson Fittipaldi, Nelson Piquet e Ayrton Senna, além de conquistas de outros grandes pilotos, como Michael Schumacher e Lewis Hamilton. 

O contrato com a Liberty Media, empresa responsável por negociar as exibições da Fórmula 1, vence no final deste ano e não foi renovado. Nos últimos meses, a emissora rompeu acordos com entidades ligadas ao esporte e perdeu direitos de eventos como a Copa do Mundo 2022 e a Libertadores 2020.

O principal motivo para o vínculo não ter sido renovado é o valor pedido pela Liberty Media. A Globo não aceitou pagar o que pediu a empresa norte-americana, fez outras propostas, mas a negociação não avançou.

Assim como acontece com a Copa do Mundo e a Libertadores, os direitos da Fórmula 1 são negociados em dólar, moeda que teve forte valorização frente ao real neste ano. Desde o início da pandemia, com cortes nas verbas publicitárias e queda de receitas, a Globo passou a renegociar direitos de transmissão e rescindir contratos.

No entanto, a parte financeira não é a única razão para a falta de acordo. As negociações não evoluíram também por conta da relação ruim da Globo com a Liberty Media, diferentemente do que acontecia com o antigo chefão da categoria, Bernie Ecclestone até o fim de 2016, quando o grupo norte-americano assumiu o controle da categoria.

Outra questão a ser considerada são os formatos de transmissão que a empresa propôs à Globo. Os novos projetos, que incluiam o desenvolvimento de aplicativos e mais câmeras onboard, por exemplo, não agradaram a emissora. Os donos da Fórmula 1 também queriam que a líder de audiência incluísse em sua grade de programação os treinos livres e classificatórios, hoje exibidos apenas na TV paga, no SporTV. A avaliação era de que o produto poderia ser mais valorizado. 

As provas da atual temporada continuam sendo exibidas normalmente pela emissora. No próximo domingo (30), às 10h10 (horário de Brasília), a Globo exibe ao vivo para todo o Brasil o GP da Bélgica, sétima etapa da temporada de 2020.

O consórcio Rio Motorsports, que venceu a licitação para construir o novo autódromo do Rio de Janeiro e que briga com São Paulo para abrigar o GP do Brasil a partir de 2021, é um dos candidatos a comprar os direitos da Fórmula 1 no Brasil.

A empresa é dona dos direitos de transmissão da MotoGP, adquiridos em março deste ano e repassados à Fox Sports. A MotoGP era exibida até ano passado nos canais SporTV, que hoje só podem mostrar os treinos.

A última etapa da Fórmula 1 com presença na grade da Globo será o GP de Abu Dabi, nos Emirados Árabes Unidos, disputado no dia 13 de dezembro. Depois disso, a emissora fará apenas as coberturas dos treinos e corridas, sem transmitir as provas.

Leia também

Enquete

Você gostou da escolha de Tadeu Schmidt para o BBB22?

Web Stories

+
Outubro Rosa: Conheça cinco famosas que venceram o câncer de mamaAlém de José de Abreu: Sete atores brasileiros que se aventuraram na políticaApós derrota em eleição, Victor Pecoraro perde mais uma votação e deixa A Fazenda 13Deixaram saudade: Conheça cinco atores de O Clone que já morreramEsqueceram de Mim ganha novo filme no Disney+; veja como está o elenco original

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas