Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

PRÓXIMA TEMPORADA

NCIS, FBI e Flash: Descubra se sua série favorita está renovada ou no limbo

Divulgação/CBS/The CW

Montagem com Mark Harmon em cena de NCIS e Grant Gustin em cena de The Flash

Mark Harmon em NCIS e Grant Gustin em The Flash; séries definem futuro nos próximos meses

ANDRÉ ZULIANI

andre@noticiasdatv.com

Publicado em 22/4/2022 - 6h15

Com a temporada 2021/2022 próxima do fim, as principais redes da TV aberta dos Estados Unidos já começaram a se movimentar para definir seus calendários de séries do biênio 2022/2023. Entre as produções que compõem a lista estão sucessos como NCIS e FBI, da CBS, e The Flash, da nanica The CW.

O chamado Upfront Week, evento onde as emissoras divulgam quais séries serão exibidas na temporada, está marcado para ocorrer 16 e 19 de maio deste ano. Portanto, muitas atrações já asseguraram um lugar no calendário com renovações adiantadas, enquanto outras ainda seguem no limbo no aguardo de uma definição.

Para decidir se uma série terá continuação ou não, as emissoras analisam vários aspectos além da audiência. Atualmente, uma produção pode não ter um bom rendimento em sua exibição ao vivo, mas melhora a sua performance com reprises ou no streaming. Em outros casos, o que atrapalha a definição são as renegociações de contratos com o elenco.

Com isso, há situações em que uma série não é produzida pelo mesmo estúdio da rede na qual é exibida. São os casos da franquia FBI, que faz parte da programação da CBS, mas é produzida pela Universal TV, e da comédia The Goldbergs, sucesso da ABC e comandada pela Sony TV.

Abaixo, o Notícias da TV informa quais séries da TV aberta dos EUA já estão renovadas e quais permanecem no limbo para a próxima temporada:

DIVULGAÇÃO/ABC

Chanda Wilson em Grey's Anatomy

Chanda Wilson em Grey's Anatomy

ABC

Uma das principais redes do país, a ABC é a casa de sucessos como Grey's Anatomy, Station 19 e The Good Doctor --todas com novas temporadas já asseguradas para o próximo biênio. O mesmo vale para o drama policial The Rookie e as comédias The Goldbergs e Abbott Elementary.

No caso de The Conners, spin-off de Roseanne (1988-1997;2018), fontes ouvidas pelo site Deadline apontam que as negociações com o elenco estão na fase final e um anúncio positivo é aguardado para as próximas semanas. Para as sitcoms The Wonder Years e Home Economics e o drama Big Sky, a situação é favorável, pois a audiência surpreendeu os executivos.

A Million Little Things, drama com uma base de fãs fiel, mas sem muito destaque, as chances de renovação são de 50%, ainda segundo fontes do Deadline. Atualmente em sua quarta temporada, a série não terá um final escrito nesta leva de episódios por conta de um pedido feito pela própria ABC. Isso pode significar uma possível encomenda de um novo ano, já que o criador DJ Nash tem planejado um encerramento desde o início da trama.

DIVULGAÇÃO/CBS

Jason Isaacs e Sophia Bush em Good Sam

Jason Isaacs e Sophia Bush em Good Sam

CBS

Rede de maior audiência nos EUA, a CBS mantém em sua programação algumas das principais franquias da atualidade. Entre elas estão NCIS e FBI, títulos mais vistos entre todas as emissoras do país.

Até o momento, a empresa já anunciou a renovação de NCIS e seu dois spin-offs (Los Angeles e Hawaii), do drama policial SWAT e as comédias Young Sheldon, The Neighborhood e Bob Hearts Abishola. A novata Ghosts, uma das principais surpresas da atual temporada, assegurou uma nova leva meses atrás.

De acordo com o Deadline, a situação da franquia FBI e de séries como The Equilizer e Magnum P.I. ainda é indefinida. Novos contratos com elenco e estúdio explicam a incerteza.

Blue Bloods, atualmente em sua 12ª temporada, é há anos uma liderança sólida para a CBS nas noites de sexta. Para o drama policial ganhar uma nova leva, o único empecilho é a renovação do contrato do astro Tom Selleck --as negociações estão pendentes.

Fontes da publicação ainda apontam que as comédias B Positive e United States of Al, ambas da lenda Chuck Lorre (Two and a Half Men), disputam entre si uma vaga na próxima temporada, depois de serem renovadas no último instante de 2021. A primeira leva pequena vantagem.

Good Sam, drama médico estrelado por Sophia Bush (One Tree Hill), parece estar com os dias contados. Com média de apenas 2,2 milhões de espectadores em sua primeira temporada, não tem rendido bem nas noites de quarta e sempre toma uma surra de audiência da rival Chicago P.D..

DIVULGAÇÃO/NBC

Justin Hartley em This Is Us

Justin Hartley em This Is Us

NBC

Rede que fecha o trio das principais emissoras norte-americanas, a NBC é a que tem o seu calendário mais bem encaminhado entre as concorrentes. Na lista de séries renovadas estão confirmadas as produções da franquia Chicago (Fire, P.D. e Med), o drama The Blacklist e a novata La Brea, descrita como a nova Manifest. Law & Order: SVU e New Amsterdam já contavam com novos episódios assegurados por conta de um acordo de renovação por três anos feito em 2020.

Entre as produções que se despedem na atual temporada, Blackish (2014-2022) exibiu o seu último episódio nesta terça (19), enquanto This Is Us teve confirmada no ano passado a sexta temporada como a última da série.

Law & Order, que retornou com sua 21ª temporada após um hiato de 11 anos, e spin-off Organized Crime estão entre as séries de maior audiência da NBC. Apesar de suas renovações ainda não terem sido oficializadas, é esperado que ambas retornem para o próximo biênio.

De acordo com o Deadline, as comédias American Auto, Young Rock e Mr. Mayor ainda estão no limbo, mas a exibição destas séries fora da TV linear rendem bons números para a emissora e estão em via de terem continuação confirmada. Já Kenan e a novata Grand Crew continuam na bolha à espera de uma definição.

Entre outros dramas que estrearam na atual temporada, No Ordinary Joe já foi cancelado pela NBC e The Endgame, estrelado pela brasileira Morena Baccarin, não parece ter um futuro próspero. Com média de 1,9 milhão de espectadores, a série viu sua audiência cair episódio atrás de episódio.

DIVULGAÇÃO/FOX

Angela Bassett no drama 911

Angela Bassett no drama 911

Fox

Assim como a CBS, a Fox ainda não assegurou a renovação de algumas de suas principais séries em exibição. A lista conta com o duo 911 e 911: Lone Star, além do drama médico The Resident. As três estão com negociações adiantadas e são aguardadas para o próximo biênio. O mesmo vale para a novata The Cleaning Lady, renovada após o fim de sua temporada de estreia.

A comédia Call Me Kat, estrelada por Mayim Bialik (The Big Bang Theory), deve ganhar a encomenda de uma terceira temporada. Em entrevista ao Deadline, executivos da emissora afirmaram estarem satisfeitos com a direção criativa da série após Alissa Neubauer (Mom) assumir a função de showrunner no segundo ano.

As estreantes Pivoting e Welcome to Flash se encaminham para ter destinos diferentes. A primeira caiu nas graças dos executivos da Fox e deve ganhar uma segunda temporada com orçamento após boa performance no streaming Hulu. Já a segunda teve a audiência mais baixa de uma série da emissora e ainda aguarda uma definição.

A comédia dramática The Big Leap, que estreou com expectativas na atual temporada, foi cancelada após o fim da exibição do primeiro ano. Our Kind of People, estrelada por Yaya DaCosta (Chicago Med), segue no limbo, apesar de que seu alto custo indique o fim precoce da série.

DIVULGAÇÃO/THE  CW

Grant Gustin em The Flash

Grant Gustin em The Flash

The CW

Casa de todas as séries do Arrowverse, a The CW se encontra em uma posição inédita nos últimos anos. A rede nanica se acostumou a anunciar a renovação de um pacotão de séries de uma só vez, mas neste ano cerca de metade de suas produções seguem no aguardo de uma posição oficial.

Até o momento, a emissora assegurou a renovação das produções de maior audiência: All American, The Flash, Kung Fu, Nancy Drew, Riverdale, Superman & Lois e Walker. A relação tem metade do total da lista da The CW nos últimos dois anos --13 em 2020 e 12 em 2021.

O principal motivo da mudança de estratégia da rede é a fusão que originou na criação da Warner Bros Discovery. Os novos executivos vão analisar os produtos da CW antes de fazer qualquer anúncio oficial. Há expectativa de que a emissora seja vendida nos próximos meses, o que pode complicar ainda mais o futuro de algumas das séries.

Fontes do Deadline apontam que o reboot de The 4400 e Dynasty estão entre as mais vulneráveis por conta da baixa audiência. O que pode salvar a segunda, no entanto, são os altos valores que geram da negociação da venda dos direitos de exibição da série para a Netflix em outros mercados. Ainda no limbo, Charmed e Legacies também esperam por uma definição.

Entre as séries da DC, Legends of Tomorrow, Naomi e Batwoman não estão confirmadas para a próxima temporada. Há ainda o piloto de Gotham Knights, novo spin-off situado no mesmo universo de Batwoman. De acordo com a publicação, é esperado que pelo menos duas delas ganhem uma nova leva de episódios.

Nos casos de Stargirl, Roswell, Novo México e In the Dark, a The CW ainda não estreou as novas temporadas. Portanto, confirmações sobre suas renovações ou cancelamentos só serão anunciadas nos próximos meses.


Leia também

Enquete

Pantanal perde audiência: novela está chata?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.