Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

EM NEGOCIAÇÃO

Rede de The Flash e Riverdale, The CW é posta à venda pela Warner; saiba mais

DIVULGAÇÃO/THE CW

Grant Gustin em cena da 8ª temporada de The Flash

Grant Gustin em cena da 8ª temporada de The Flash; série é um dos principais títulos da The CW

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 6/1/2022 - 16h50

Responsável por exibir séries como The Flash, Riverdale e Batwoman, a The CW foi colocada à venda pela Warner Bros. e a ViacomCBS, gigantes do entretenimento que comandam a emissora. O negócio, ainda em estágios iniciais, foi confirmado pelo CEO e presidente da CW Mark Pedowitz.

Segundo fontes do jornal norte-americano The Wall Street Journal, a Nexstar Media Group surge como uma das principais interessadas no negócio. A corporação é dona de 199 emissoras de TV locais nos Estados Unidos e comanda o maior número de afiliadas da The CW no país.

Poucos detalhes do negócio foram revelados e não está claro se a Warner e a ViacomCBS pretendem vender 100% da rede nanica ou se vão manter uma porcentagem minoritária.

De acordo com a revista The Hollywood Reporter, os planos de venda da The CW surgem após declarações de que a rede nanica nunca deu lucros desde a sua inauguração, em 2006. Na época, a emissora surgiu após a fusão entre as companhias The WB Network e a UPN.

Grande parte da arrecadação da The CW, que mantém baixíssimas audiências em comparação com rivais tradicionais como CBS e NBC, vem da negociação de direitos de exibição de suas séries para serviços de streaming no mercado internacional. Atrações como The Flash, Riverdale e Supergirl estão disponíveis na Netflix.

O acordo entre The CW e Netflix permitiu que estas séries aumentassem sua receita e conquistasse novos públicos. A estratégia visa diminuir o prejuízo dos baixos números na exibição ao vivo. No entanto, o pacto acabou em 2019 quando a Warner e a Viacom decidiram criar suas próprias plataformas de streaming: HBO Max e Paramount+, respectivamente.

Com o fim do acordo e as empresas priorizando suas plataformas, criou-se uma preocupação para buscar novas fontes de receitas. Pelo cenário negativo, a venda da The CW tornou-se uma opção viável.

Horas após as notícias da venda da rede se tornaram públicas, Mark Pedowitz enviou um comunicado interno aos funcionários para explicar a atual situação da The CW.

"Como muitos de vocês sabem, ao longo do ano passado, este momento de transformação em nosso setor levou a uma série de atividades de negócios em empresas de mídia e conteúdo. Dado esse ambiente atual, ViacomCBS e Warner Bros. estão explorando oportunidades estratégicas para otimizar o valor de sua parceria na The CW", explicou o executivo.

"Então, o que isso significa para nós agora? Isso significa que devemos continuar a fazer o que fazemos de melhor, tornar a CW tão bem-sucedida e vibrante como sempre fizemos. Temos muito trabalho pela frente --com uma programação mais original do que nunca, a expansão desta temporada para sábado à noite, nossas crescentes plataformas digitais e de streaming-- e prosperamos quando nos reunimos e construímos juntos."


Leia também

Enquete

Com quem Irma merece ficar em Pantanal?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.