Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

APROVEITE O FERIADO

De Olhos que Condenam a Inacreditável: Sete séries curtas para maratonar na Netflix

Divulgação/Netflix

Toni Collette e Merritt Wever em cena de Inacreditável

Toni Collette e Merritt Wever são as protagonistas de Inacreditável, minissérie da Netflix boa para o feriado

ANDRÉ ZULIANI

Publicado em 5/9/2020 - 6h45

Escolher o que ver no catálogo da Netflix é complicado. Há opções demais, e nem todo mundo acompanha as grandes novidades da área. Quando pensamos em séries, então, a dúvida só aumenta. Para um feriado de poucos dias, produções curtas como as elogiadas Olhos Que Condenam (2019) e Inacreditável (2019) podem ser boas escolhas.

Entre produções originais e licenciadas, o serviço de streaming tem um leque muito diverso. A plataforma vai de séries menos densas, como Crashing (2016), criada por Phoebe Waller-Bridge, de Fleabag (2016-2019) e Killing Eve, a suspenses inspirados em casos reais, como a antologia American Crime Story.

Com tantas possibilidades, o número de episódios e temporadas pode virar um critério de desempate na hora de escolher algo para um breve período. Como diz o ditado, vai de acordo com o gosto do freguês.

Confira abaixo sete séries curtas para passar o tempo no feriadão:

Olhos que Condenam (2019)

Criada por Ava DuVernay, a minissérie baseada em fatos conquistou crítica e público na época de seu lançamento. A trama conta a história dos "Cinco do Central Park", meninos negros que foram condenados injustamente pelo estupro de uma jovem branca no meio do Central Park, em Nova York, em 1989.

Com detalhes chocantes, a produção de quatro episódios expõe o racismo dentro do sistema judiciário norte-americano e como isso afetou para sempre o futuro das crianças. Olhos que Condenam levou os prêmios Emmy de melhor elenco em minissérie e o de melhor ator para Jharrel Jerome. Veja o trailer:

Godless (2017)

Para quem gosta de uma boa história no Velho Oeste, Godless é uma ótima opção. A minissérie em sete episódios conta a história de Frank Griffin (Jeff Daniels), o impiedoso líder de uma gangue dos anos 1880 que viaja em busca de seu ex-protegido que o traiu, Roy Goode (Jack O'Connell).

Diferentemente dos filmes clássicos, a série renova o gênero com um elenco predominantemente feminino. Mais do que isso, a produção foge dos estereótipos da prostituta e da donzela em perigo, construindo suas personagens como mulheres fortes e capazes de se defender.

O visual se destaca como um dos mais bonitos de uma produção da Netflix, com a fotografia abusando dos desertos de Santa Fé. Vencedora de três prêmios Emmy, Godless tem nomes como Michelle Dockery e Scoot McNairy. Confira o trailer:

Inacreditável (2019)

A minissérie estreou sem muito alarde no Brasil, mas conquistou fãs mundo afora. Baseada em uma série de reportagens que venceu o prêmio Pulitzer, a produção em oito episódios tem a estrutura dividida em duas frentes: enquanto uma conta a história de Marie Adler (Kaitlyn Dever), vítima de um estuprador em massa, a outra é focada na jornada das detetives Karen Duvall (Merritt Wever) e Grace Rasmussen (Toni Collette) para encontrar o culpado por causar o terror a tantas mulheres.

Inacreditável recebeu indicações ao Globo de Ouro e colocou holofotes em discussões polêmicas, como a descrença em vítimas de abuso sexual e a falta de apoio da força-policial. Assista ao trailer da minissérie:

O Povo contra O.J. Simpson: American Crime Story (2016)

Não dá para falar de séries criminais sem citar American Crime Story. Em sua primeira temporada, a antologia idealizada por Ryan Murphy (American Horror Story, Glee) relembrou o icônico julgamento do ex-jogador de futebol americano O.J. Simpson, acusado de assassinar brutalmente sua ex-mulher e o namorado dela.

O caso ganhou repercussão mundial e foi acompanhado por milhões de pessoas. Interpretado por Cuba Gooding Jr., O.J. era um símbolo da cultura americana e visualizado como um herói para muitos. Sua história é lembrada até os dias de hoje e ainda causa discussões em mesas de bar e salas de jantar.

O elenco ainda conta com nomes como John Travolta, David Schwimmer, Sarah Paulson, Sterling K. Brown e Nathan Lane. A temporada rendeu o Globo de Ouro de melhor minissérie para a produção e melhor atriz para Sarah Paulson.

Confira o trailer legendado:

O Espião (2019)

Nome mais conhecido por filmes de comédias escrachadas e com linguagem ácida, Sacha Baron Cohen estrela a minissérie original que conta a história real de Eli Cohen (1924-1965), um ex-agente da inteligência israelense que passa a viver como espião na Síria. Lá, ele leva a vida de um playboy nativo que tem participação no golpe de estado que assola o país.

A trama mostra Cohen se infiltrando na alta sociedade síria e sua transformação de um pai de família inocente em um homem que enfrenta autoridades poderosas. Com apenas seis episódios, é outra ótima opção para maratonar no feriado.

Veja o trailer legendado de O Espião:

Crashing (2016)

Phoebe Waller-Bridge se tornou um fenômeno da cultura pop. Fleabag, série escrita, produzida e protagonizada pela atriz britânica, passou como um furacão na temporada de premiações e faturou prêmios no Globo de Ouro e Emmy.

O que muitos não sabem é que Phoebe já havia sido a protagonista de outra série de comédia, Crashing. Lançada em 2016, a produção mostra um grupo de pessoas que se conhecem em um hospital fechado cujos donos alugam os quartos a preços populares, o que atrai jovens adultos que precisam de um lugar barato para morar. Lá, eles acabam criando uma relação quase familiar.

Assista abaixo ao trailer em inglês:

Alias Grace (2017)

Para quem é fã de The Handmaid's Tale, Alias Grace pode ser uma excelente opção. Com seis episódios, a minissérie adapta o romance escrito por Margaret Atwood e relata a história real de Grace Marks (Sarah Gadon), uma empregada de 16 anos condenada pelo assassinato do fazendeiro Thomas Kinnear (Paul Gross) e sua governanta, Nancy Montgomery (Anna Paquin), no século 19.

Pelos olhos de Simon Jordan (Edward Holcroft), o espectador é convidado a decifrar o mistério que envolve as mortes e se Grace, que não se lembra de nada, é realmente a culpada. Confira o trailer:

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Você já tem seu favorito em A Fazenda 12?