Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

TOME NOTA

De How to Get Away with Murder a Flash: Veja os lançamentos da Netflix em outubro

DIVULGAÇÃO/ABC/THE CW

Com um blazer preto, Viola Davis aparece em How to Get Away with Murder; e Grant Gustin veste o uniforme de Flash na série do herói

A atriz Viola Davis em How to Get Away with Murder e Grant Gustin na pele do herói Flash na série homônima

JOÃO DA PAZ

joao@noticiasdatv.com

Publicado em 23/9/2020 - 13h54

O mês de outubro está cheio de lançamentos interessantes na Netflix para os fãs de séries. De produção nacional a última temporada de How to Get Away with Murder (2014-2020), o catálogo da gigante do streaming ganha uma turbinada com novos episódios de 11 atrações de peso, contando ainda com o retorno de sucessos como Flash, Arrow (2012-2020) e Riverdale.

Até série sobre a quarentena entra na parada. De Jenji Kohan, criadora de Orange Is the New Black (2013-2019) vem Distanciamento Social, gravada remotamente, sobre como está sendo a vida de quem respeita os protocolos sanitários contra a Covid-19 e fica dentro de casa.

Confira abaixo mais sobre 11 lançamentos de séries na Netflix em outubro:

Bom Dia, Verônica (estreia, dia 1º)

Baseada no livro homônimo, Bom Dia, Verônica conta com atores conhecidos do grande público no elenco. Tainá Müller (Babilônia) vive a protagonista Verônica Torres, que tem um trabalho burocrático na Delegacia de Homicídios de São Paulo. Camila Morgado (Malhação) é Janete Cruz, uma mulher subjugada pelo marido Brandão (Eduardo Moscovis, O Sétimo Guardião), um sagaz serial killer. Esses personagens vão se conectar em uma trama investigativa que promete agradar a quem gosta de séries policiais.

How to Get Away with Murder (sexta temporada, dia 1ª)

Chega ao fim a eletrizante How to Get Away with Murder, protagonizada pela premiada Viola Davis, que ganhou um Emmy pela série. A jornada final da advogada e professora Annalise Keating (Viola) e seus pupilos vai responder uma pergunta que está embutida no título da atração e que foi discutida durante todas as seis temporadas: será que eles fizeram a lição de casa e vão conseguir se livrar de vez de assassinatos ou vão pagar o preço na cadeia?

Emily em Paris (estreia, dia 2)

O produtor Darren Star, criador de Sex and the City (1998-2004), aterrissa na Netflix na tentativa de fazer um hit similar ao que conseguiu na HBO com uma das comédias mais importantes deste século. Emily em Paris tem como protagonista Lily Collins na pele de Emily, uma executiva de marketing de Chicago que consegue o emprego dos sonhos em Paris. O choque de cultura está entre os desafios da jovem em um novo país, equilibrando a vida profissional, as novas amizades e os romances.

Riverdale (quarta temporada, dia 9)

Um sucesso no Brasil, seja no canal Warner ou na Netflix, Riverdale chega em um ponto importante da trama: finalmente a turma vai encarar o último ano do ensino médio. Sem perder a essência, a série mantém aquelas aventuras sombrias e tem os personagens vivendo o luto de um jeito diferente.

A Maldição da Mansão Bly (estreia, dia 9)

Sensação de 2018, o terror A Maldição da Residência Hill virou uma minissérie, que a cada temporada vai trazer uma história diferente. A Maldição da Mansão Bly conta com Victoria Pedretti (de You) e T'Nia Miller (de Years and Years), Henry Thomas (E.T.) e Oliver Jackson-Cohen (O Homem Invisível).

DIVULGAÇÃO/NETFLIX

Becky Ann Baker (ao fundo) nos bastidores de Distanciamento Social

Distanciamento Social (estreia, dia 15)

Jenji Kohan convenceu atores renomados a participarem da minissérie Distanciamento Social. São os casos de Danielle Brooks (Orange Is the New Black), Mike Colter (Evil), Peter Scanavino (Law & Order: SVU) e Asante Blackk (This Is Us). A cada capitulo, uma história diferente será narrada. A ideia é apresentar como a sociedade tocou (ainda toca) a vida durante a quarentena, em vigor desde março. Isso em situações que vão desde relacionamentos amorosos a questões familiares.

Star Trek: Discovery (terceira temporada, dia 16)

Protagonizada por Sonequa Martin-Green (a Sasha de The Walking Dead), Star Trek: Discovery retorna com a terceira temporada no mesmo esquema das anteriores. Entra na plataforma um episódio por semana, toda sexta, um dia após a exibição nos Estados Unidos. Nessa leva, a equipe da Discovery parte rumo a um ponto que ninguém jamais esteve: 930 anos no futuro.

Flash (sexta temporada, dia 20)

A tal Crise que o herói Flash (Grant Gustin) lida desde o começo da trama está para ocorrer nesta sexta temporada. Todos os primeiros episódios giram em torno disso até chegar no nono, parte do maior crossover das séries da DC, intitulado de Crise nas Infinitas Terras. Assim como o assinante da Warner, o público da Netflix ficará sem ver um pedaço desse especial, o da série Batwoman (HBO). Supergirl e Arrow estão na gigante do streaming.

The Alienist (segunda temporada, dia 22)

Outra atração popular na Netflix, The Alienist vem com a segunda temporada, que leva o subtítulo O Anjo das Trevas. Sara (Dakota Fanning) agora tem a sua própria agência de investigação e precisa encontrar a filha do cônsul-geral da Espanha, que foi sequestrada.

Arrow (oitava temporada, dia 27)

O drama que deu início ao chamado Universo Arrow chega ao fim após a oitava temporada. Arrow promete fortes emoções na sua despedida, ao colocar o herói Oliver Queen (Stephen Amell) em uma encruzilhada tradicional no mundo dos heróis: se sacrificar ou não para salvar a vida dos outros.

Suburra (terceira temporada, dia 30)

A envolvente Suburra: Sangue em Roma também vai acabar. A terceira temporada coloca os criminosos da trama pela última vez no jogo sujo do poder, com políticos, jornalistas e religiosos dentro de campo. Será a cartada decisiva no julgamento final acerca da disputa por uma antiga zona portuária em Ostia, em Roma (Itália).


Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você achou do Disney+?