Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

Mudança de hábito

De 100 séries da TV dos EUA, 91 perderam audiência na última temporada

Imagens: Divulgação/NBC

Eric McCormack, Debra Messing e Sean Hayes na comédia Will & Grace, série com maior queda na audiência - Imagens: Divulgação/NBC

Eric McCormack, Debra Messing e Sean Hayes na comédia Will & Grace, série com maior queda na audiência

JOÃO DA PAZ

Publicado em 27/5/2019 - 6h02

O hábito de ver um programa na hora em que ele vai ao ar caiu em desuso, e os balanços de audiência comprovam isso. De 100 séries exibidas entre setembro de 2018 e maio de 2019 na TV aberta dos Estados Unidos, 91 perderam audiência em comparação com a temporada passada. Entre elas, sensações como Will & Grace e The Good Doctor.

Com dados do instituto de pesquisa Nielsen, o Ibope norte-americano, a revista The Hollywood Reporter divulgou o ranking de todas as atrações das redes ABC, CBS, Fox, NBC, e The CW. Excluindo eventos esportivos, reality shows, jornalísticos e animações, chega-se a essa derrocada monstruosa entre as séries.

O revival da popular comédia Will & Grace foi um sucesso na rede ABC em 2017. Empolgada, a emissora logo expandiu a encomenda de episódios da série, que voltou ao ar depois de 11 anos. E mais: deu uma renovação em dose dupla, com a confirmação da décima temporada (finalizada em abril) e da 11ª.

Porém, a série perdeu muito público na temporada recém-encerrada (45,1%). Se a nona temporada tinha episódios com mais de 6 milhões de telespectadores, a despedida do décimo ano foi vista por apenas 3 milhões de pessoas nos EUA.

Cheio de polêmicas nos bastidores, o drama Bull perdeu 36,8% telespectadores. A atração ficou marcada pelo escândalo envolvendo o seu protagonista, Michael Weatherly, acusado de assediar sexualmente a atriz Eliza Dushku, colega de série. Mesmo com todos esses fatores, a rede CBS optou por renovar a série. Em protesto, a produtora do cineasta Steven Spielberg, Amblin Television, saiu do projeto que ajudou a desenvolver.

Sensação em 2017, The Good Doctor também sofreu uma queda forte (31,5%) na audiência. Todos os sete primeiros episódios do drama hospitalar foram vistos por mais de 10 milhões de telespectadores nos Estados Unidos. Mas tal desempenho não se repetiu na segunda temporada da trama protagonizada por Freddie Highmore, que teve média de 6,73 milhões de telespectadores.

Outras séries que perderam público na temporada: Law & Order: SVU (30,6%), The Good Place (30,2%), The Blacklist (29,7%), Máquina Mortífera (25,5%), Seal Team (24,5%), Empire (20,1%), NCIS: New Orleans (17,7%) e Young Sheldon (11%).

Eamonn Walker na 7ª temporada de Chicago Fire, em episódio em conjunto com séries irmãs


Franquia Chicago fenomenal

Do grupo de nove séries que ganharam audiência na atual temporada, três são da franquia Chicago: a com bombeiros, Chicago Fire (35,5%); a com médicos, Chicago Med (24,6%); e a com policiais, Chicago P.D. (10,2%). O sucesso se deve pela mudança de estratégia da rede NBC, que dedicou o horário nobre das quartas-feiras para o trio de séries, antes exibidas em dias diferentes.

A NBC também acertou na decisão de resgatar a comédia Brooklyn Nine-Nine, cancelada no ano passado pela rival Fox. Na nova casa, a série que ironiza os tradicionais dramas policiais aumentou sua audiência em 27,3%.

As outras cinco séries com saldo positivo foram: For the People (13%), The Resident (10,6%), Agents of Shield (8,2%), Jane The Virgin (1,6%) e Station 19 (0,2%).

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Você já tem seu favorito em A Fazenda 12?