Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

NO LUGAR DE MÔNICA MARTELLI

Alessandra Negrini será irmã fura-olho de Vanessa Giácomo em Travessia

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Alessandra Negrini posa para uma selfie

Alessandra Negrini vai substituir Mônica Martelli na novela Travessia, de Gloria Perez

CARLA BITTENCOURT, colunista

carla@noticiasdatv.com

Publicado em 6/6/2022 - 6h45

Alessandra Negrini acertou com a Globo e estará em Travessia. A atriz, que estava longe das novelas desde Orgulho e Paixão (2018), ganhou o papel que seria de Mônica Martelli. A atriz e apresentadora desistiu da novela para se dedicar a um roteiro sobre a vida de Paulo Gustavo. A emissora chegou a cogitar Patricia Pillar e Maria Fernanda Cândido para o papel, mas fechou o trabalho com Alessandra.

Na trama, que vai substituir Pantanal a partir de outubro, a artista será irmã de Vanessa Giácomo e dividirá Rodrigo Lombardi com ela. Recentemente, Alessandra gravou a segunda temporada de Cidade Invisível, na Netflix, que ainda não tem dada de estreia. Mas é provável que ela esteja no ar nos dois projetos ao mesmo tempo.

No começo da novela, Vanessa e Lombardi serão namorados, e Alessandra --que morará em Portugal-- implicará com o cunhado. Tempos depois, a personagem de Vanessa receberá um convite para o casamento da irmã do outro lado do oceano e terá um choque ao descobrir que o noivo é o seu ex-namorado. O trio irá gravar em locações portuguesas no começo de julho.

Vanessa ainda será prima da delegada Helô, papel de Giovanna Antonelli em Salve Jorge (2012) e que voltará em Travessia. A personagem estará bastante ligada à policial e ao seu marido, Stênio, vivido por Alexandre Nero. O trio, aliás, repetirá a parceria de A Regra do Jogo (2015). Na novela de João Emanuel Carneiro, eles foram os protagonistas Tóia, Athena e Romero Rômulo.

Nos bastidores, a escolha de Rodrigo Lombardi está sendo vista com curiosidade exatamente por causa desse núcleo. Lombardi contracenará bastante com a dupla de Salve Jorge, novela que ele protagonizou. Na trama de dez anos atrás, Helô e Stênio conheceram Theo, papel do ator, o que poderá dar um nó na cabeça de quem ainda tem a história mais antiga na memória.

Impacto da tecnologia

Gloria quer falar sobre o impacto da tecnologia na vida das pessoas, mas sem apelar para robôs. A novelista, na verdade, vai focar nos danos que as notícias falsas provocam. Nas primeiras reuniões com sua equipe, ela chegou a dizer que a fake news será a grande vilã da história.

Em conversa com o podcast Novela das 9, do Gshow, ela ainda adiantou que parte da narrativa se passará em Portugal. "Tem um pedaço dela que tem que ser gravado em Portugal. Tem uma razão de ser: eu preciso que uma das personagens esteja fora do Brasil para a trama poder rolar. O país é bem ali, é amigo da gente", explicou a novelista. 

O trio de protagonistas

Na história de Gloria Perez, Chay Suede será Ari, namorado de Brisa (Lucy Alves), com quem mora no Maranhão, e terá ares de vilania. A relação deles entra em crise quando ela conhece o hacker Oto, personagem de Romulo Estrela. Ele vai ajudar a delegada Helô no combate à disseminação de fake news.

Brisa terá sua vida transformada por completo após a manipulação de fotos e vídeos com o seu rosto durante uma "brincadeira" de um garoto que mora em Portugal e mexe com softwares.

Oto e Brisa irão se envolver, e Ari fará de tudo para separar o novo casal. A ambição do rapaz, que até então a companheira desconhecia, vai modificar os caminhos deles.


Saiba tudo sobre os próximos capítulos das novelas com o podcast Noveleiros:

Ouça "#103 - Vale a pena assistir Cara e Coragem? Saiba o que esperar da novela" no Spreaker.


Inscreva-se no canal do Notícias da TV no YouTube e assista a vídeos com revelações de Pantanal e outras novelas:


Últimas de Travessia

Leia também

Enquete

Qual o personagem mais chato de Pantanal?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.