Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

CYBELLE HERMÍNIO

Ex de Tom Veiga revela por que não foi ao velório do ator e pede: 'Vamos exumar'

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Cybelle Hermínio ao lado de Tom Veiga

Cybelle Hermínio ao lado de Tom Veiga; ex do ator negou acusações de envenenamento

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 3/5/2021 - 8h22

Última mulher de Tom Veiga (1973-2020), Cybelle Hermínio voltou a falar sobre as acusações de agressão e envenenamento contra ela na noite de domingo (2). "Em relação ao envenenamento... Não tenho o que falar. A única coisa que falaria é: vamos exumar, gente. Ué. Vamos exumar, então, pra ter certeza!", afirmou. Ela ainda contou o motivo pelo qual não foi ao velório do intérprete do Louro José, que morreu no ano passado.

"Não fui porque aqui no Rio [de Janeiro], no dia da morte, no dia do [reconhecimento do corpo no] IML [Instituto Médico Legal], no dia do velório, passei por situações. Tanto com amigos, quanto com a família. Me senti completamente acuada. Existe, inclusive, um registro sobre isso. Tudo vai para o processo. Me senti insegura de ir para São Paulo sozinha e o que eu poderia passar por causa dessas pessoas", disse ela em Stories publicados no Instagram.

Cybelle prosseguiu: "A orientação do advogado era pra ser eu. Eu fui, mas a família fez uma certa confusão, eu abri mão. Estava 'malzaça', pra caralho. Não acho que era momento de confusão e deixei. Vale registrar que nunca recebi laudo do IML, nunca vi".

A empresária ainda destacou que entende a reação de parte do público, mas negou supostas agressões ao antigo companheiro: "Obviamente, aqueles áudios do Tom... Claro que todo mundo fica perplexo, óbvio. Mas ninguém se atentou a ouvir o outro lado. Só porque era famoso e morreu, quer dizer então que era verdade?".

Questionada se teria ficado com parte dos bens do intérprete de Louro José, rebateu: "Eu não tô lutando pela herança, tô lutando pela verdade. Esse é o exemplo que quero deixar para o meu filho. Quando alguém mentir sobre você, lute. Assassina? Monstro? Agressora? Agora eu vou até o final, meu amor, ou eu provo a verdade ou eu mudo meu nome. Não vou permitir que fiquem me caluniando".

Já em resposta a um fã que perguntou se ela teria engatado outro relacionamento, ressaltou: "Eu amo o Tom. Não é uma roupa, tipo 'essa blusa eu não tenho mais, vou botar outra'. Não dá para substituir assim. Eu amo o meu marido. Ele é meu marido, gente, eu não me separei. A gente separou de corpos. Vocês se incomodam que chamo meu marido de marido? Juridicamente ele é".

Cybelle ironizou as acusações de que teria agredido Tom Veiga: "Um homem tão bem instruído, com recursos, poder aquisitivo para contratar profissionais bons... Se é constante [a agressão], não faz sentido. Ia tentar se proteger. Se era tão constante, porque tentar me encontrar, perguntar se sua agressora está bem? Não faz sentido".

A mulher ainda afirmou que o ator teria planos de deixar o Mais Você, de Ana Maria Braga, em breve: "Não sei falar se ele era depressivo. Sei que ele tinha uma psicóloga. A gente tinha planos, realmente, de ele não renovar com a Globo".

Por fim, Cybelle desabafou sobre as acusações que tem recebido nos últimos tempos: "No início eu pirei. Quando começou a vir 'assassina', fiquei mal para caralho. Meu advogado, minha família e psicóloga que salvam. Agora tô de boa".

Entenda o caso

As acusações contra a empresária vieram à tona após uma reportagem do jornal Extra publicada em 6 de abril indicar que o intérprete de Louro José teria pedido a um amigo que fosse com ele a um cartório para testemunhar a retirada do nome de Cybelle de seu testamento. Áudios teriam sido enviados ao amigo nos dias 29 e 30 de outubro, sendo que Tom foi encontrado morto em 1º de novembro.

Indícios já apontavam que Cybelle e a família do ator poderiam entrar na Justiça por conta de uma briga pela herança. Tom teria feito um testamento por precaução em maio de 2019, após ter descoberto nódulos no pulmão.

Na mesma semana, o colunista Leo Dias, do Metrópoles, informou que pessoas próximas a Tom Veiga teriam dito que a família tem desejo de pedir a exumação de seu corpo para averiguar um suposto envenenamento.

Alessandra Veiga, segunda ex-mulher do ator, revelou que, em 4 de outubro do ano passado, ele teria lhe contado que sofreu uma agressão de Cybelle em setembro, o que resultou na separação deles. Ele também teria mostrado fotos da surra.

Tom Veiga e Cybelle se casaram em janeiro de 2020, em cerimônia íntima, mas a oficialização de fato só aconteceu em 21 de agosto daquele ano. Ambos trocaram a união estável pelo casamento com total separação de bens. Pouco depois, o casal rompeu.

Em 7 de abril, Cybelle Herminio publicou um vídeo ao lado de seu advogado, Edson Sobrinho, em que deu sua versão sobre o caso. "Diante disso, de envenenamento... Desconheço completamente aquelas marcas, as fotos que estão sendo circuladas nas mídias, absurdo, nunca houve nada disso. Tanto que não tem B.O. registrado."

Edson ainda ressaltou: "Essas alegações que estão sendo feitas de exumação de corpo, de forçar casamento através de doação de bens, testamento, nunca houve isso".

Os filhos de Tom Veiga ainda correm risco de perder uma casa nos Estados Unidos, que era de propriedade do pai, já que ela está com cerca de seis meses de pagamento atrasado.

Em meio à polêmica, Cybelle Hermínio deu uma entrevista ao jornalista Roberto Cabrini, da Record, falando sobre o caso e foi criticada por Alessandra


Leia também

Web Stories

+
Sex Education vai ter 4ª temporada? Veja cinco curiosidades sobre a sérieA Fazenda 13: Surto na baia e barraco com ofensas marcam primeira semana do realityQuem é Alanis Guillen? Conheça a Juma Marruá do remake de PantanalHarmonização facial e lente nos dentes: Veja antes e depois dos peões de A Fazenda 13Ex de Anitta e rei da pegação: Gui Araujo é o primeiro fazendeiro de A Fazenda 13

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Além de Pantanal, qual novela antiga merecia um remake?