Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

NOVO CONTRATADO

Luís Ernesto Lacombe assina com a RedeTV! dois meses após demissão da Band

DIVULGAÇÃO/REDETV!

Luís Ernesto Lacombe e Marcelo de Carvalho apertam as mãos após assinarem contrato na RedeTV!

Novo contratado da RedeTV!, Luís Ernesto Lacombe fechou acordo com Marcelo de Carvalho nesta quarta (26)

VINÍCIUS ANDRADE

vinicius@noticiasdatv.com

Publicado em 26/8/2020 - 16h55

Dois meses após pedir demissão da Band, Luís Ernesto Lacombe já tem um outro emprego na televisão. O jornalista de 54 anos assinou contrato com a RedeTV! na tarde desta quarta-feira (26). A emissora confirmou a informação em primeira mão ao Notícias da TV. Na nova casa, Lacombe vai desenvolver um projeto jornalístico multiplataforma, ainda sem data de estreia definida.

A tendência é que ele ocupe o horário de Edu Guedes, que deixará a RedeTV! em meados de setembro, quando acaba o seu vínculo. O chef de cozinha optou por não renovar o contrato. Com essa vaga aberta, a emissora identificou uma oportunidade de contratar Lacombe, a quem já estava "namorando" desde junho.

As reuniões se tornaram mais frequentes nos últimos dias, e os detalhes do acordo foram finalizados nesta quarta-feira (26). O apresentador foi até a sede da RedeTV!, em Osasco, na Grande São Paulo, para selar o compromisso com Marcelo de Carvalho, um dos acionistas e vice-presidente. 

Depois de conhecer as instalações, ele se reuniu com Franz Vacek, superintendente de Jornalismo, Esportes e Digital, para discutir propostas associadas aos formatos que serão apresentados pelo jornalista a partir de setembro.

"Com 32 anos de carreira em televisão, conseguir se reinventar tantas vezes é maravilhoso. Chego à RedeTV! com o espírito de um iniciante. Estímulo, vontade e energia de um iniciante, e uma bagagem longa. Acho que é a hora para trabalhar muito, com equilíbrio e planejamento. São vários projetos que vamos desenvolver, aos pouquinhos, falaremos de cada um deles. Estou muito animado", afirmou o novo contratado da emissora, em comunicado enviado pela RedeTV!.

O jornalista pediu demissão da Band depois de ser afastado do comando do matinal Aqui na Band, programa que estava em conflito com o departamento de Jornalismo da casa por causa de suas pautas conservadoras, como entrevistas com apoiadores de Jair Bolsonaro, caso de Allan dos Santos

Luís Ernesto Lacombe e Marcelo de Carvalho assinando acordo na RedeTV! nesta quarta (26)

Na RedeTV!, ele não terá esse problema. A emissora é alinhada com o presidente. Um dos sócios, Marcelo de Carvalho, defende as ações e apoia o político publicamente. Sikêra Jr., um dos apresentadores de maior audiência da emissora atualmente, também tem boa relação com Bolsonaro.

Elogiado por Bolsonaro e youtuber

Em 11 de julho, duas semanas após Lacombe sair da Band por ser adepto de pautas conservadoras, Jair Bolsonaro usou o Twitter para elogiar o profissional. O presidente da República defendeu que "Luís Ernesto Lacombe, Leandro Narloch, Caio Coppolla e Rodrigo Constantino possuem algo em comum, que é opinião própria e independência".

Bolsonaro disse que não tem relação com nenhum dos quatro, mas que é contra "ilações e perseguições" sofridas por eles. "Isso já é suficiente para serem considerados nocivos dentro de grande parte da mídia, hoje completamente dominada pelo pensamento de esquerda radical", escreveu o presidente na ocasião.

Também após sair da Band, Lacombe lançou um canal no YouTube, que já conta com pouco mais de 1 milhão de inscritos em um mês e meio. Na plataforma, o jornalista conversa com nomes como Alexandre Garcia, Caio Copolla, Leandro Narloch, Ana Paula Henkel e Rodrigo Constantino.

No programa de estreia no YouTube, o ex-Band reforçou que, desde quando passou a manifestar seus posicionamentos conservadores, começou a receber mensagens de apoio do público nas ruas e nas redes sociais.

"Tenho 32 anos de carreira, 20 de Rede Globo e eu nunca fui tão parado na rua. Tantas pessoas vem falar comigo e me dão força, falam que precisam de vozes como a minha. Eu acho que os jornalistas, a grande maioria talvez, ganharam uma arrogância, prepotência como se tivessem o poder de educar as pessoas com seus próprios parâmetros. Diminuir preconceitos e desigualdades. É tudo muito estranho", afirmou o apresentador.

Assista ao programa abaixo:


Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você achou do Disney+?