Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

MARCELO DE CARVALHO

Bolsonarista, sócio da RedeTV! defende fim da quarentena: 'Destrói a economia'

REPRODUÇÃO/REDETV!

Reprodução de imagem de Marcelo de Carvalho no Mega Senha

Marcelo de Carvalho no Mega Senha; empresário defendeu o fim do isolamento social nesta segunda-feira (18)

REDAÇÃO

Publicado em 18/5/2020 - 18h37

Marcelo de Carvalho, sócio da RedeTV!, defendeu o fim da quarentena ocasionada pelo novo coronavírus (Covid-19). Em um vídeo publicado nesta segunda-feira (18), no canal da emissora no YouTube, o apoiador de Jair Bolsonaro alegou que o isolamento social "destrói a economia" e que não existe "nenhuma prova científica" sobre a eficácia da estratégia. 

"De um lado, temos governadores e prefeitos defendendo messianicamente a quarentena. Do outro lado, temos o governo federal e alguns poucos governadores e prefeitos iluminados que são contra isso. O isolamento arrasa, destrói, acaba com a economia. Milhões de empregos são perdidos", destacou.

No vídeo, Carvalho disse que não existe "nenhuma evidência científica de que o isolamento tenha feito qualquer coisa para o achatamento da curva [de contágio]". Sem citar exemplos concretos, ele também afirmou que "muitos países" não adotaram a quarentena e conquistaram resultados melhores, em comparação aos governos que seguiram as recomendações da Organização Mundial da Saúde.

O apresentador do Mega Senha defendeu a reabertura do comércio, o uso de máscaras e investimentos governamentais em campanhas de conscientização e melhoria da rede hospitalar. Por fim, Carvalho pediu um pacto entre os poderes: "Não dá para o Executivo ser bombardeado pelo Legislativo e Judiciário e vice-versa".

Além de Marcelo, outros empresários, como o apresentador Roberto Justus, também defendem o fim do isolamento social devido às consequências econômicas.

Confira o vídeo com o depoimento de Marcelo de Carvalho: 

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você achou do Disney+?