Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

LUTA CONTRA AS DROGAS

Com 'despedida' de Leo Dias, Fofocalizando bate recorde no Ibope

REPRODUÇÃO/SBT

Leo Dias chorou ao se despedir temporariamente do Fofocalizando; jornalista vai tratar vício em cocaína - REPRODUÇÃO/SBT

Leo Dias chorou ao se despedir temporariamente do Fofocalizando; jornalista vai tratar vício em cocaína

GABRIEL SOUZA

Publicado em 14/9/2018 - 16h57

Numa edição marcada pela "despedida" de Leo Dias, que se afastará para um tratamento contra o vício em cocaína, o Fofocalizando teve a maior audiência de sua história. Dados prévios do Ibope na Grande São Paulo apontam que a atração bateu a Globo durante oito minutos e marcou 8,2 pontos de média nesta sexta-feira (14).

O índice supera o antigo recorde, de 6 de agosto, dia em que Mamma Bruschetta retornou ao trabalho após uma infecção. Na ocasião, a atração registrou 7,8 pontos e ficou no terceiro lugar. Hoje, com o afastamento de Dias, o SBT foi vice-líder isolado. A Record marcou 7,0 das 14h59 às 16h.

Além de ter vencido os momentos finais do Balanço Geral e a reprise de Luz do Sol, o programa chegou a bater o Vídeo Show e a Sessão da Tarde. Às 15h08, cravou pico de 10,1 pontos, contra 9,6 da Globo e 7,4 da Record.

O Fofocalizando cresceu no Ibope desde a saída de Mara Maravilha, em 17 de agosto, e passou a ser vice-líder frequentemente. Ele chegava a perder até 15% de audiência com os barracos da ex-apresentadora com Leo Dias e Lívia Andrade.

Com a saída de Mara, a atração passou por um processo de reformulação para se reaproximar do público e ganhou chamadas tratando o quinteto de apresentadores como uma família.

Afastamento de Leo Dias
A partir de segunda-feira (17), Leo Dias se afastará do programa para se internar em uma clínica no interior de São Paulo, onde se submeterá a uma terapia baseada na ibogaína, substância psicodélica que causa alucinações fortíssimas e pode até matar, mas que tem alta eficiência no combate à dependência de cocaína, crack, álcool e maconha.

O apresentador do Fofocalizando só decidiu se tratar com a ibogaína depois que recebeu, como disse, um "choque de ordem" do patrão Silvio Santos.

"Chegou aos meus ouvidos que alguns diretores do SBT cogitaram me demitir, mas Silvio Santos não deixou. Ele disse: 'Não vou demitir o rapaz. Primeiro porque ele é bom. Segundo porque ele está doente'", contou Dias. "Fui poupado da demissão porque Silvio Santos tem ciência de que estou doente. Isso me deu um choque."

Dias, 43 anos, usa cocaína desde 2001, quando morou na Austrália. Ele já se internou uma vez, em uma clínica no Rio de Janeiro, especializada em compulsões e frequentada pelos mesmos famosos que eventualmente são objeto de seu trabalho. "Não senti nada, me senti um presidiário", lembrou, citando os banhos de sol que faziam parte do tratamento.

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você quer ver no retorno de Amor de Mãe?