Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

NOVA FUNCIONÁRIA

CNN Brasil contrata Carla Vilhena e reforça elenco de ex-jornalistas da Globo

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

A jornalista Carla Vilhena na bancada do Jornal Nacional, em 2017

Carla Vilhena na bancada do Jornal Nacional, em 2017; ex-âncora da Globo foi contratada pela CNN Brasil

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 26/10/2020 - 10h46
Atualizado em 26/10/2020 - 11h53

Fora da TV desde que deixou a Globo em janeiro de 2018, Carla Vilhena foi contratada pela CNN Brasil. Com isso, o canal reforçou mais uma vez seu elenco de ex-jornalistas da emissora de Roberto Marinho (1904-2003). O anúncio foi feito na manhã desta segunda-feira (26).

Na nova casa, Carla atuará no mesmo projeto multiplataforma da CNN Brasil que contará com Márcio Gomes e Gloria Vanique. Os dois foram contratados na semana passada, deixando seus empregos na Globo.

O sócio-fundador da CNN Brasil Douglas Tavolaro comemorou a chegada da ex-apresentadora do Bom Dia Brasil. "Carla Vilhena é uma profissional consagrada, que já faz parte da história da televisão brasileira. Seu talento inquestionável e reconhecido pelo grande público agregará muito valor ao nosso projeto", afirmou o executivo no comunicado enviado à imprensa.

Apresentadora do Jornal Hoje entre 2001 e 2003, Carla pediu demissão da Globo em 2018 com a justificativa de que iria se dedicar a um blog pessoal, mas o Notícias da TV apurou, na época, que a jornalista não teve seu contrato renovado e combinou com a direção do Jornalismo uma saída "honrosa".

"Fazer parte do maior canal de Jornalismo do mundo é um orgulho para qualquer profissional. O Jornalismo nunca saiu de mim. Por isso, a proposta de participar de um projeto tão ousado e importante para o Brasil me fisgou na hora", declarou Carla Vilhena no anúncio oficial divulgado pelo canal.

Carla Vilhena na Globo

Funcionária exclusiva da Globo entre 1997 e 2018, Carla Vilhena foi apresentadora do Jornal Hoje e do antigo SPTV, e também comandou eventualmente o Jornal Nacional e o Bom Dia Brasil.

Antes de sua saída há dois anos, Carla estava em baixa na emissora desde 2013, quando teve de entregar o Bom Dia São Paulo para Rodrigo Bocardi. Ela passou a ser repórter especial do Fantástico, mas era considerada cara e pouco produtiva.

CNN Brasil x Globo

Antes mesmo de entrar no ar no território brasileiro, a CNN Brasil já começou a escalar estrelas e ex-funcionários da Globo para integrar seu elenco de jornalistas para compor a grade do canal cuja programação é 100% jornalística.

Os primeiros nomes anunciados foram William Waack e Evaristo Costa. O ex-âncora do Jornal da Globo havia sido demitido após acusações de racismo, e o antigo apresentador do Jornal Hoje, que dividiu bancada com Sandra Annemberg, estava fora da TV para descansar. Cris Dias, que teve seu contrato renovado, também acabou indo para a CNN.

Em julho do ano passado, o casal Phelipe Siani e Mari Palma, ambos repórteres, também deixaram a emissora para serem contratados como apresentadores pelo canal de notícias. Entre outros, a CNN também "roubou" Monalisa Perrone, Taís Lopes e Kenzô Machida.

Este ano, prestes a lançar um streaming de Jornalismo e com vagas abertas em seus programas, a CNN Brasil fez uma pesquisa recentemente para saber quem a sua audiência queria ver na tela. Segundo apurou o Notícias da TV, o público respondeu apenas com nomes da Globo.


Leia também

Web Stories

+
Dia da Luta contra a LGBTfobia: Félix, Ivan e outros personagens que marcaram a TVLançamentos da semana têm Quem Matou Sara? e documentário de Pink; saiba maisDez anos após o fim de Smallville, veja como está o elenco da sérieDe cuidadora de cachorros a musa sertaneja: Como está Juliette fora do BBB21Salve-se Quem Puder: Última semana da reprise tem chantagem, reencontro perigoso e revelação

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você espera dos capítulos inéditos de Salve-se Quem Puder?