Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

VAI VOLTAR?

Autobiografia é mais um passo da reaproximação de Xuxa com a Globo

REPRODUÇÃO/GLOBOPLAY

Em entrevista para documentário do Globoplay, Xuxa está com uma camisa vermelha e falando

Xuxa em entrevista para documentário de João de Deus no Globoplay: apresentadora de volta à antiga casa?

VINÍCIUS ANDRADE

Publicado em 23/6/2020 - 5h20

Xuxa Meneghel anunciou que está aproveitando o período de quarentena para escrever uma autobiografia, que deve ser lançada ainda em 2020. A publicação terá o selo da Globo Livros. O acordo com a editora do Grupo Globo é mais um sinal da reaproximação da apresentadora com a emissora onde trabalhou durante 28 anos.

Fora da líder de audiência desde 2014, ela apareceu duas vezes na antiga casa em maio. Uma delas foi em uma reprise do Domingão do Faustão, e a outra em uma entrevista inédita ao Conversa com o Bial, que turbinou a audiência do programa no dia 22 do mês passado.

A apresentadora tem contrato com a Record até o fim do ano, mas está sem previsão de voltar ao ar após o adiamento de realities, como o Dancing Brasil. Xuxa também já não tem o mesmo prestígio de antes na emissora de Edir Macedo.

Ainda assim, a volta da eterna rainha dos baixinhos à antiga casa parecia improvável até pouco tempo atrás, mesmo que apenas na condição de convidada ou simplesmente homenageada. O nome da mãe de Sasha Meneghel se tornou praticamente proibido nos programas da líder de audiência após ela ter virado uma das estrelas da concorrente, em 2015.

No Carnaval de 2017, por exemplo, Xuxa desfilou pela Grande Rio, na Marquês de Sapucaí, e relatou que as câmeras de transmissão da Globo abaixaram para não terem de mostrá-la na TV. Os apresentadores Fátima Bernardes e Alex Escobar citaram apenas rapidamente a passagem da ex-Globo pelo sambódromo.

"Eu sabia que a minha ex-casa não falaria bem ou mal de mim ao atravessar a avenida, mas vê-los baixar as câmeras enquanto eu passava me deixou muito mal. É como se visse anos de parceria enterrados, sepultado. Estranho, né? Se hoje sou quem sou, foi a minha ex-casa que ajudou a construir", desabafou ela à revista Contigo na ocasião.

O cenário mudou em 2020. O primeiro passo foi dado após Faustão homenagear atrações infantis que já passaram pelo palco do Domingão e incluir Xuxa no programa. Ela agradeceu ao amigo por ter quebrado o gelo que existia. "Que gostoso receber seu carinho, Fausto, na casa que fez meu sucesso", disse a apresentadora, nas redes sociais.

Já no Conversa com Bial, menos de duas semanas depois do dominical, ela fez uma autocrítica em relação ao trabalho com o público infantil, alegou que nunca teve como intenção sexualizar crianças, comentou sobre os problemas da fama e o processo de envelhecimento.

Agora, em junho, ela confirmou que terá sua autobiografia lançada pela Globo Livros. O contrato com a editora ainda inclui duas publicações voltadas para os pequenos em 2020 e outras duas para 2021.

Além dos livros, Xuxa vai aparecer em uma produção do Globoplay. Ela é uma das entrevistadas da série Em Nome de Deus, que fica disponível no streaming nesta terça (23). Em seis episódios, o projeto traça toda a trajetória do médium João Teixeira de Faria, 77 anos, o João de Deus. Essa é a primeira produção de um núcleo de documentários comandado pelo jornalista Pedro Bial, o Conversa.doc.

Volta à Globo?

Após a repercussão positiva da entrevista que Xuxa deu para Pedro Bial, as especulações sobre um possível retorno à Globo aumentaram. Durante uma live no último dia 29, ela disse que não tem perspectiva de voltar à antiga casa, mas que se arrepende de ter falado mal da líder de audiência.

"Falaram que a Record ficou chateada por eu ter aparecido no Bial. Não há nenhuma verdade nisso. Não é verdade também que exista alguma conversa [de volta para a antiga emissora]. Tenho grande carinho pelas casas. Se eu falei que estava chateada com a Globo, me arrependo", declarou.

"Eles [na Globo] me fizeram rainha, e fui mimada pela emissora. Se na reta final falei que estava chateada com a Globo, fui mimadinha. Tenho profundo carinho pela Manchete, pela Globo e pela Record. Sempre fui respeitada por todas as casas por onde passei", complementou ela.

Conforme o Notícias da TV antecipou em maio, por determinação contratual, Xuxa e Record terão de informar um ao outro no fim de setembro se a parceria continuará em 2021. Segundo altos executivos da emissora, isso não deve ocorrer.

Se renovar, a apresentadora terá um contrato por obra certa, apenas durante a produção e a exibição da atração. Seu salário, que era de R$ 1 milhão e foi renegociado em 2017 para R$ 500 mil, deverá cair ainda mais.

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Você já tem seu favorito em A Fazenda 12?