CONVERSA COM BIAL

'Não queria sexualizar as crianças', diz Xuxa sobre roupas cavadas que usava na TV

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

Imagem de Pedro Bial entrevistando Xuxa Meneghel no Conversa com Bial, da Globo

Pedro Bial entrevistou Xuxa Meneghel no talk show Conversa com Bial na madrugada deste sábado (23)

REDAÇÃO - Publicado em 23/05/2020, às 02h37 - Atualizado às 04h48

Cinco anos após trocar a Globo pela Record, Xuxa Meneghel retornou à emissora que a projetou na madrugada deste sábado (23) no Conversa com Bial. Na entrevista a Pedro Bial, ela fez uma autocrítica sobre seu trabalho como apresentadora infantil e disse que sua intenção nunca foi ter sexualizado as crianças que iam a seus programas, mesmo ciente de que as roupas cavadas que usava para interagir com seus baixinhos não eram apropriadas.

"As roupas eram bem cavadas. Pra seguir a moda, eu tinha que seguir a coisa sensual e sexual. Eu não estava querendo sensualizar, sexualizar ou estimular isso para as crianças, mas se eu não fizesse isso estaria fora do que estava acontecendo diariamente da porta pra fora. Todo mundo fazia isso na praia, na piscina, nas músicas, videoclipes, na TV, nas aberturas de novela", disse.

Xuxa comentou que sua carreira como apresentadora infantil começou no dia em que foi à TV para divulgar seu ensaio nu para a Playboy, em 1982. Convidada do talk show Etc., que Ziraldo apresentou durante apenas um ano na Band, ela conheceu naquela noite o diretor Maurício Sherman (1931-2019), responsável por transformar aquela modelo sensual na rainha dos baixinhos.

"Essa coisa de botar uma modelo pra trabalhar com criança foi audaciosa. Eu não estava preparada, e a televisão também não estava. A minha sensualidade era muito maior. Nas fotografias naquela época, nos anos 1980, a mulher era mais sensual e tinha que fazer caras e bocas. Hoje em dia é mais natural, antigamente era mais forçada. A sensualidade era muito presente, e foi um risco muito grande que o Sherman correu em dar esse espaço pra mim na TV", lembrou.

"Se você parar pra pensar e ver meus programas, 80% das coisas que eu fazia no Xou da Xuxa era politicamente incorreto. Da maneira como eu falava com as crianças, coisas que eu fazia, o jeito que eu me vestia, às músicas que tocavam. Eu teria sido crucificada se tivesse feito isso hoje em dia", analisou.

Tabus

Em nenhum momento da entrevista Xuxa citou o nome de Marlene Mattos, com quem trabalhou durante anos na Globo e responsável por torná-la o nome mais importante da televisão brasileira. Mas teceu críticas indiretas à diretora ao falar que passou um longo período de sua vida sem liberdade para nada, inclusive para tentar encontrar um namorado.

"Lembro que estava num micro-onibus, voltando de uma apresentação, e vi numa parada de ônibus uma mulher meio gordinha, o cara sem dente, e ele tão agarrado nela, com uma vontade. Perguntei: 'Se ela pode, por que eu não posso?'. E uma pessoa que estava na van me disse que eu não poderia ter tudo", comentou.

A apresentadora também se esquivou quando o nome de Pelé foi citado por Bial. Xuxa e o ex-jogador de futebol namoraram durante seis anos e tiveram uma relação conturbada, porém muito midiática. Recentemente, em entrevista a um youtuber, ela afirmou que o "rei" a traiu inúmeras vezes.

Atualmente, ela namora o cantor Junno Andrade, e atribui ao companheiro a responsabilidade por estar em paz consigo mesma. "Se eu não tivesse uma pessoa ao meu lado, estaria fazendo muita coisa errada. Sou muito carente", afirmou.

O fato de ter sido muito blindada no passado a fez se desiludir com o amor. Ainda jovem, se deu conta de que os homens se aproximavam apenas para terem a sensação de estarem com a estrela da televisão, não com uma mulher que estava em busca do amor de sua vida.

"Chegou ao ponto de na transa o cara virar pra mim e falar: 'Canta Quem Quer Pão'", disse, provocando risos no apresentador. "Teve gente querendo fazer chuquinha [penteado que a marcou na época dos programas infantis] na hora."

Rainha dos netinhos

Com 57 anos de idade, a apresentadora comentou com Bial sua vontade de ser avó. E admitiu que pressiona sua filha, Sasha Meneghel, a acelerar o processo para que possa ter oportunidade de curtir com saúde os netos que ela sonha ter.

"Eu quero netos. Falo pra Sasha: 'Sem pressão, minha filha. Mas vamos rápido, porque eu quero brincar, pegar no colo, jogar pra cima'", disse, aos risos.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Qual é seu programa favorito gravado na quarentena?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook