Recap S10E12

The Walking Dead mata personagem de forma aterrorizante; saiba como foi e veja foto

Divulgação/AMC

Com uma jaqueta de couro, Jeffrey Dean Morgan observa a careca Samantha Morton em The Walking Dead

Os atores Samantha Morton e Jeffrey Dean Morgan no 12º episódio da décima temporada de Walking Dead

REDAÇÃO - Publicado em 15/03/2020, às 22h59

[Atenção: este texto contém spoilers]

Baseada em uma HQ homônima, a série The Walking Dead omite na TV alguns acontecimentos explícitos dos quadrinhos, como Rick sem uma das mãos. Mas no episódio Walk with Us (Ande Conosco), o 12º da décima temporada, exibido no domingo (15), o drama zumbi bebeu da fonte e repetiu a morte aterrorizante de Alpha (Samantha Morton), o que comprovou uma das teorias que cerca a atração.

Assim como na HQ, o anti-herói Negan (Jeffrey Dean Morgan) cortou a garganta da vilã careca, um golpe similar ao que o xerife Rick (Andrew Lincoln) lhe desferiu na oitava temporada. Se o mocinho poupou a vida do inimigo, tornando-o cativo, o vilão barbudo não fez o mesmo com Alpha. Ele a decapitou, cena igual à dos quadrinhos.

Depois disso, a série assumiu a narrativa original proposta desde que Negan virou um prisioneiro em Alexandria. O vilão recebeu a ajuda de alguém da comunidade, fugiu e se infiltrou entre os Sussurradores, seguidores de Alpha. Desde então, os fãs de Walking Dead elaboraram teorias sobre quem seria essa pessoa que colaborou com Negan. A cena final do episódio desta semana resolveu o mistério.

Negan pegou a cabeça zumbificada de Alpha e colocou em um saco. Após uma caminhada, se deparou com alguém e rolou o crânio careca até o pé dessa pessoa. Com a câmera fazendo um movimento do chão para cima, o telespectador viu que Carol (Melissa McBride) estava de frente para o vilão.

Ao ver só a cabeça zumbi de Alpha ao seus pés, a debochada ex-dona de casa olhou para Negan e disparou: "Você demorou", indicando que foi ela que o ajudou.

Cabeça zumbificada da vilã Alpha (Samantha Morton) aos pés de Carol (Melissa McBride)

Assim, ficou revelado o plano de Carol, jogando o mesmo jogo de xadrez de Alpha. Enquanto a vilã colocou um espião sussurrador (Dante) no meio dos sobreviventes em Alexandria, Carol moveu sua peça ao permitir que Negan adentrasse no círculo íntimo da rival. O vilão foi tão bem no disfarce que além de usar uma máscara de zumbi, fez sexo com a psicopata careca e a beijou na boca antes de matá-la.

Todo esse pedaço da história foi um vitrine para Jeffrey Dean Morgan brilhar. Com passagens por Grey's Anatomy, Supernatural e The Good Wife (2009-2016), alguns fãs de séries o consideram um canastrão. Mas na pele de Negan, principalmente na atual décima temporada, ele entregou atuações afiadas, imprimindo muito bem todos os aspectos do personagem.

Daqui para frente, fica a incógnita sobre como o grupo de sobreviventes vai recebê-lo novamente. Por tudo o que fez no passado, Negan é persona non-grata para muitos. Matar Alpha, combinado com um gesto de lealdade a Carol, o fará uma pessoa 100% confiável para a turma de Daryl (Norman Reedus)?

Mais mortes

The Walking Dead copiou sem qualquer receio a maior batalha de Game of Thrones (2011-2019) com a sua Guerra dos Sussurradores. Mas a duração do confronto em si foi curta, pelo simples fato de o drama zumbi não ter dinheiro para gastar e fazer uma guerra em um episódio inteiro, como foi o caso da milionária produção da HBO.

Mesmo assim, a batalha de Walking Dead trouxe outras duas fatalidades, além da Alpha. Ex-integrante dos Sussurradores, Gamma (Thora Birch) levou uma facada fatal na barriga, golpe desferido por Beta (Ryan Hurst). Ele queria a levar de qualquer jeito de volta ao grupo, mesmo se fosse ela na versão zumbi. Mas Alden (Callan McAuliffe) acertou a cabeça dela com uma flecha, minando os planos de Beta.

O ferreiro Earl (John Finn), tipo de figura paterna para Alden no mundo pós-apocalíptico, não conseguiu sair da guerra sem ser mordido por um morto-vivo. Em um quarto isolado com as crianças da trama, ele decidiu se matar com um golpe na cabeça para não virar um zumbi. O plano não deu certo, Judith (Cailey Fleming) viu tudo e ela teve de abater o velhinho.

Esse episódio foi tocante também para a filha de Rick. No meio da guerra, a garota matou uma pessoa pela primeira vez --até então, ela só tinha lutado contra zumbis. Judtih ficou sentida, mas assimilou que um combate com humanos pode ser necessário e precisará se defender para sobreviver. Assim como Jeffrey Dean Morgan, Cailey é um dos destaques de Walking Dead nessa nova fase sem Rick e sua personagem terá um papel decisivo no futuro da série.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Na casa de que famoso você passaria a quarentena?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook