Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

WERNER SCHÜNEMANN

Corno em Éramos Seis, ator tira onda: 'Contra chifre não se pode fazer nada'

JOÃO MIGUEL JÚNIOR/TV GLOBO

O ator Werner Schünemann, de terno completo e óculos dourado, em frente a uma banca de tecidos caracterizado como Assad em cena de Éramos Seis

Werner Schünemann em cena como o comerciante libanês Assad na novela das seis da Globo

DANIEL FARAD, do Rio de Janeiro

Publicado em 16/3/2020 - 5h25

Desde que Karine (Mayana Neiva) deu uma galhada de presente para Assad em Éramos Seis, Werner Schünemann não para de ouvir conselhos do público nas ruas. Alguns mandam o turco abrir o olho, enquanto outros afirmam que a traição foi sua culpa. O ator conta que ouve pacientemente todas as recomendações, apesar de não terem muita utilidade. "Contra chifre não se pode fazer nada", dispara ele ao Notícias da TV.

Até agora, a madrasta de Soraia (Rayssa Bratillieri) conseguiu esconder do marido o seu caso extraconjugal com Alfredo (Nicolas Prattes). A expectativa do artista, inclusive, é de que o negociante continue a ser o mais manso dos cornos até o último capítulo. "Que eu saiba, eles ficam juntos. Mas se você souber de alguma coisa, me avisa que o Assad é sempre o último a saber", brinca o gaúcho.

A ganância do sócio de Elias (Brenno Leone) é apontada pelos telespectadores como a principal razão para a madame pular a cerca. Obcecado pelos negócios, o negociante não teria dado a atenção necessária à companheira. "Eventualmente alguém fala que ele não tem comparecido o suficiente. O pessoal acha que o Assad pisou na bola, não estava presente", confidencia, aos risos.

O artista de 61 anos, entretanto, acredita que a personagem de Mayana Neiva nunca caiu de amores pelo seu milionário. "Ela é insatisfeita, não está com ele por paixão. Claro, também está longe de ser uma pistoleira. Ela queria estar bem na vida e viu nele esse futuro, mas há um afeto. De repente, se encanta por um menino e aí? A gente acha que não vai acontecer com a gente, mas acontece", pondera ele.

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

Julinho (André Luiz Frambach) faz negócios com Assad (Werner Schünemann) no folhetim


Na ponta da língua

A perua não é a única a estar de olho no dinheiro do sultão, já que Julinho (André Luiz Frambach) também anda preocupado com as perdas financeiras do patrão no cassino. O caráter do filho de Lola (Gloria Pires) sempre foi uma das incógnitas da trama. "Eu acho que o Assad gosta do genro do seu jeito, assim como o rapaz gosta da Soraia. Mas não posso negar que ele também é esperto", despista o ator.

Nos próximos capítulos, porém, o empresário precisará rever os seus conceitos sobre o irmão de Carlos (Danilo Mesquita). Ele pediu um polpudo dote para entregar a mão da herdeira depois do jovem revelar as suas noites de jogatina para Karine. "Esse casamento ainda vai passar por certas tribulações que vão deixar essa reta final muito interessante", adianta.

Outro empecilho para os lucros de Assad é a língua portuguesa. O árabe sempre se confunde, troca as letras e tem um jeito todo particular de pronunciar certas palavras. "Ele não fica envergonhado, não está preocupado com convenções ou conveniências. O importante é conseguir se comunicar para fechar negócio", comenta o intérprete.

Mesmo na pele de um sírio-libanês, Werner se inspirou nos tropeços de sua avó alemã com novo idioma para compor o vocabulário do mercador. "Me lembro que mais do que sotaque, ela não conseguia conjugar os verbos. E por que teria que conseguir? A gente passa três, quatro anos na escola para aprender tudo e nem o ministro da Educação [Abraham Weintraub] consegue escrever direito", alfineta.


Saiba tudo que vai rolar nos próximos capítulos das novelas com o podcast Noveleiros:

Listen to "#6: Despedida, grande revelação e assassinato: Prepare-se para uma semana quente nas novelas!" on Spreaker.


Inscreva-se no canal do Notícias da TV no YouTube e assista a vídeos com revelações exclusivas de Éramos Seis e de outras novelas!

Últimas de Éramos Seis


Resumos Semanais

Resumo da novela Éramos Seis: Capítulos de 24 a 27 de março

Terça, 24/3 (Capítulo 151)
Isabel comemora a presença de Lola. Inês teme a proximidade de Lola e Leon. Olga e Zeca se preparam para sua viagem de navio. Lola se sente desconfortável na casa de Isabel e Felício, e comunica ... Continue lendo


Outras Novelas

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Você já tem seu favorito em A Fazenda 12?