Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

DIA DA FAMÍLIA

Segredos, incesto e loucura marcam as famílias mais desgraçadas da TV

HELEN SLOAN/HBO

Cersei (Lena Headey) e Jaime (Nikolaj Coster Waldau) frente a frente, com ele botando a mão esquerda no pescoço dela de maneira gentil

Cersei (Lena Headey) e Jaime (Nikolaj Coster Waldau) em Game of Thrones; gêmeos são amantes

LUÍS FELIPE SOARES

luis@noticiasdatv.com

Publicado em 15/5/2021 - 6h55

Instituído pela ONU (Organização das Nações Unidas), o Dia Internacional da Família é celebrado neste sábado (15) para ressaltar a importância do núcleo parental. Mas nem só de sentimentos positivos e conexões saudáveis vive essa relação. Segredos, incesto e loucura marcam algumas das famílias mais desgraçadas da TV.

Comédias, dramas e suspenses se apoiam em grupos desajustados para explorar seus conflitos e problemas pessoais. As séries funcionam como uma janela para que o público possa acompanhar algumas complicações pouco convencionais. Há quem reflita sobre situações, crie empatia por personagens, tenha pena de certas figuras ou até mesmo se divirta com o caos alheio.

O Notícias da TV separou cinco famílias da ficção que se destacam por histórias que vão longe do final feliz e focam em desgraças fora do padrão para alimentar suas temporadas.

Entre os selecionados, há espaço para grupo cujos caminhos giram em torno de uma funerária, dois irmãos tão apaixonados que têm filhos em segredo, um "filhinho da mamãe" esquizofrênico, serial killer orientado pelo pai adotivo e um avô alcoólatra que vive a colocar o neto em perigos interdimensionais.

DIVULGAÇÃO/HBO

Tywin e Tyrion

Os Lennisters (Game of Thrones)

Uma das famílias mais ricas do universo de Game of Thrones (2011-2019), os Lennisters vivem em meio a poder, complicações e escândalos. Os relacionamentos entre os integrantes vão do amor ao ódio, com extremos em ambas as pontas.

O patriarca Tywin (Charles Dance) sempre demonstrou desprezo pelo filho Tyrion (Peter Dinklage). O rapaz acredita que é rejeitado por ser um anão, o que poderia manchar o legado da Casa Lennister. Na verdade, o pai culpa seu descendente pela morte da mulher, que não resistiu ao parto do bebê.

Também filhos de Tywin, os gêmeos Jaime (Nikolaj Coster Waldau) e Cersei (Lena Headey) se gostam tanto que a relação de afeto se transformou em atração sexual. Eles costumam se encontrar intimamente às escondidas em Westeros, principalmente pelo fato de ela ser casada. Detalhe: todos os filhos de Cersei são frutos do namoro proibido com Jaime.

Os irmãos Tyrion e Cersei se odeiam e são muito falsos no tratamento um com o outro. A atitude é uma maneira de tentar sobreviver e se dar bem na Guerra dos Tronos.

DIVULGAÇÃO/HBO

David, Claire, Ruth e Nate 

Os Fischers (Six Feet Under)

A jornada da família Fischer, de Six Feet Under (2001-2005), está conectada com a morte. Todo o universo do clã gira em torno do ramo de enterros, e a casa deles também funciona como funerária. As reflexões a cada episódio tentam explanar as angústias dos personagens e dos mortos.

Nathaniel Fisher (Richard Jenkins) comanda todo o negócio até morrer em um acidente de trânsito em que seu carro é atingido por um ônibus. A tragédia faz com que o filho mais velho, Nate (Peter Krause), assuma a empresa a contragosto. A matriarca, Ruth (Frances Conroy), sofre com a perda e passa a buscar razões para existir e a pensar em um tempo que não volta mais.

Nate precisa aprender a lidar com o irmão David (Michael C. Hall), cuja sexualidade não resolvida faz com que ele guarde muita tristeza. A adolescente Claire (Lauren Ambrose), caçula da turma, se sente perdida e confusa no meio dessa realidade e das mudanças em casa.

DIVULGAÇÃO/SHOWTIME

Debra e Dexter

Os Morgans (Dexter)

Na infância, Dexter (Michael C. Hall) ficou perturbado por uma voz interior que ele chama de Passageiro Obscuro. O especialista forense explica que essa "pessoa" não pode ser ignorada e que é responsável por suas tendências homicidas, que se desenvolvem com o passar do tempo na série Dexter (2006-2013; 2021).

Seu pai adotivo, Harry (James Remar), tenta ensinar que matar pessoas é errado. E faz um acordo com o protagonista: ele só deve eliminar assassinos,. Assim, o rapaz se torna um serial killer com código moral específico sobre esse tipo de vítima --é necessário que seja provado o crime cometido pela pessoa para que ela possa virar um alvo.

Quando Harry morre, sua única família restante é a irmã adotiva, Debra (Jennifer Carpenter). Ela trabalha no departamento de polícia de Miami e, mesmo sabendo o segredo de Dexter, não o entrega. Na verdade, conta com os conhecimentos dele para resolver casos. A relação afetiva entre os dois acaba por ter certa tensão sexual em alguns momentos --Jennifer e Hall foram casados na vida real durante parte da série.

JOSEPH LEDERE/A&E NETWORKS

Dylan, Norma e Norman

Os Bates (Bates Motel)

Bates Motel (2013-2017) levou para a TV um dos relacionamentos familiares mais desgraçados do cinema. No suspense Psicose (1960), o caso envolvendo o estranho Norman Bates e a morte da jovem Marion Crane revelou uma bizarra conexão entre o rapaz e sua mãe.

Na série, o público viaja no tempo para conhecer o passado da família. Norma (Vera Farmiga) tem dois filhos. O primogênito, Dylan (Max Thieriot), é resultado de incestuoso estupro cometido por Caleb (Kenny Johnson), irmão da matriarca, e se torna um criminoso.

Já Norman (Freddie Highmore) é o filho caçula, que cresceu vendo a mãe em um relacionamento abusivo com o pai, entre agressões físicas e psicológicas e violência sexual. A relação superprotetora entre Norma e o garoto faz com que ele se torne em um "filhinho da mamãe" perturbado e esquizofrênico o bastante para confundir a personalidade de ambos.

DIVULGAÇÃO/NETFLIX

Morty e Rick

Os Smiths (Rick and Morty)

A série Rick and Morty pode parecer apenas mais um desenho animado voltado para o público jovem e adulto. Mas as conexões entre os personagens revelam uma família disfuncional, que apenas tenta se divertir um pouco com as possibilidades eletrônicas inventadas pelo avô excêntrico.

Rick vive de favor na casa da filha Beth, uma médica com drama pessoal de insatisfação eterna com a vida conjugal, e do genro Jerry, homem de pouca inteligência que não liga para a companheira e desaprova a influência do sogro nos familiares. O clima pouco amistoso faz com que o veterano cientista passe grande parte do tempo no seu laboratório.

Ele adora viver aventuras interdimensionais, principalmente na companhia do neto Morty, menino tranquilo e ingênuo que sempre acaba em bizarras enrascadas por causa do avô insano, com possibilidades de estupro e morte entre as consequências. O problema com o alcoolismo e o fato de quase não ter escrúpulos faz com que Rick abuse da parceria do neto para se dar bem.


Leia também

Enquete

Você gostou da escolha de Tadeu Schmidt para o BBB22?

Web Stories

+
Após derrota em eleição, Victor Pecoraro perde mais uma votação e deixa A Fazenda 13Deixaram saudade: Conheça cinco atores de O Clone que já morreramEsqueceram de Mim ganha novo filme no Disney+; veja como está o elenco originalTadeu Schmidt no BBB22: Conheça a carreira do apresentador na GloboRenascer no Globoplay: Saiba por onde anda o elenco da novela 28 anos depois

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas