Sangue na tela

Dexter chega ao Globoplay; por onde andam os atores da série?

Divulgação/Showtime

O ator Michael C. Hall interpretou um serial killer na série Dexter, agora disponível no Globoplay - Divulgação/Showtime

O ator Michael C. Hall interpretou um serial killer na série Dexter, agora disponível no Globoplay

JOÃO DA PAZ - Publicado em 13/03/2019, às 05h51

Uma das séries mais aclamadas da década passada, Dexter (2006-2013) está disponível no Globoplay 20 meses após deixar a Netflix. Com cinco indicações seguidas ao Emmy de melhor drama, a produção conquistou fãs ao narrar a vida de um analista forense, especializado em amostras de sangue, que era um serial killer nas horas vagas.

Mas quem quiser devorar a série na plataforma de streaming da Globo terá de segurar um pouco a onda, porque ela não está completa, seguindo a diretriz excêntrica da chefia do serviço: só entraram cinco das oito temporadas.

Desde o fim da série, os atores de Dexter conseguiram se reinserir no mercado televisivo, alguns com mais destaque, outros nem tanto. Veja o que cinco atores do elenco principal andaram fazendo neste período:

Divulgação/Netflix

Criada pelo renomado Harlan Coben, Safe tinha Michael C. Hall no elenco, mas não vingou

Michael C. Hall
Nos anos 2000, Michael C. Hall era um dos rostos mais familiares da TV. Depois de estrelar Six Feet Under (2001-2005) ele eternizou o personagem Dexter Morgan enquanto arrebatava cinco indicações seguidas ao Emmy de melhor ator de série dramática (nenhuma vitória), entre 2008 e 2012.

Tais credenciais não lhe renderam grandes papéis desde o fim do drama. Em 2018, ele estrelou Safe, série de suspense e investigação da Netflix, duramente criticada pela mídia especializada, uma das atrações que devem ser evitadas na plataforma. Já na segunda temporada da ótima The Crown, ele apareceu como o presidente norte-americano John F. Kennedy, mas em apenas um episódio.

divulgação/NBC

Jennifer Carpenter achou um bom papel em The Enemy Within, uma série tipo The Blacklist

Jennifer Carpenter
A atriz Jennifer Carpenter deu vida a Debra Morgan, a irmã (adotiva) de Dexter. Após a morte do pai, ela decidiu virar policial. Ao passar a trabalhar com casos de homicídio, Debra se aproveitava das habilidades do irmão para resolver os crimes. Os dois tinham características que se balanceavam: ela era mais centrada, moralmente correta; ele demonstrava sempre um lado mais obscuro.

Atualmente, Jennifer está excelente na série The Enemy Within, interpretando uma agente sombria da CIA, a agência de inteligência norte-americana. Na pele de uma personagem mais dramática e cheia de nuances, a atriz consegue apagar do currículo o fracasso que foi Limitless (2015-2016), na qual interpretava, sem muito brilho, uma agente do FBI, a polícia federal dos Estados Unidos.

divulgação/fox

Versátil, David Zayas transita nos dois lados do crime na TV; em Gotham, ele foi um gângster

David Zayas
Assim como a dupla principal de Dexter, David Zayas participou de todos os 96 episódios da série. O ator porto-riquenho viveu o tenente Angel Batista, considerado o melhor amigo de Dexter Morgan, com quem sempre conversava sobre serial killers.

Não é difícil ver Zayas por aí no mundo das séries, no qual curiosamente aparece sempre em núcleos criminais, seja como gângster (Gotham, Shut Eye) ou policial (Seven Seconds, Bloodline). Ele ainda interpretou o governador de Nova York em Blue Bloods e está no ar na série Deadly Class, de novo como um criminoso (traficante).

divulgação/The CW

Em Black Lightning, o ator James Remar é um alfaiate conselheiro do protagonista da série

James Remar
Com aparições em flashbacks ou como um "fantasma" na mente do protagonista, o ator James Remar viveu Harry Morgan, pai biológico de Debra e adotivo de Dexter. Harry era um policial e morreu dez anos antes dos eventos da primeira temporada.

Após passagens por várias séries, Remar se encontrou em Black Lightning, no papel do alfaiate Peter Gambi, mentor de Jefferson Pierce (Cress Williams), o herói da trama. Remar ainda atuou em Grey's Anatomy, Gotham e NCIS: Los Angeles. Em sua carreira na TV, ele teve um papel de destaque antes de Dexter: em Sex and the City (1998-2004), viveu Richard, o namorado magnata de Samantha Jones (Kim Cattrall).

divulgação/abc

Na série How to Get Away with Murder, Lauren Vélez viveu uma presidente de universidade

Lauren Vélez
A chefe das investigações mostradas em Dexter era interpretada por Lauren Vélez. A tenente Maria LaGuerta batia de frente com Debra Morgan e demonstrava mais habilidades políticas do que investigativas em si. Ela também interagia bastante com Angel Batista. Depois do fim de Dexter, Lauren fez participações em séries como Madam Secretary e MacGyver.

Sua atuação de maior destaque foi em How to Get Away with Murder, vivendo a presidente da Middleton University, que nem sempre se dava bem com Annalise Keating (Viola Davis), a protagonista da série. Lauren voltará à televisão no revival da trama policial New York Undercover, da qual fez parte do elenco durante boa parte da exibição original, entre 1994 e 1999.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Qual é o casal mais quente de A Dona do Pedaço?

Últimas notícias

Notícias da TV
Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook