Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

SÓ ZUMBIS PREMIADOS

Por que The Walking Dead é ignorada nas categorias principais do Emmy?

Imagens: Divulgação/AMC

Maltrapilha, a careca Samantha Morton fica na frente de Jeffrey Dean Morgan, com uma jaqueta de couro, em The Walking Dead

Jeffrey Dean Morgan e Samantha Morton na décima temporada de The Walking Dead; atuações dignas de Emmy

JOÃO DA PAZ

Publicado em 5/7/2020 - 6h08

The Walking Dead tem um estigma que não consegue largar: o de uma série lembrada somente pelos zumbis. Esse rótulo prejudica o drama nas categorias principais do Emmy, mesmo em temporadas nas quais há material para beliscar uma vaga na disputa de ator coadjuvante --caso do décimo ano, por exemplo. Em contrapartida, a presença da produção em prêmios técnicos, de maquiagem a edição de som, é quase certa.

Não é fácil estar entre os atores, atrizes ou séries de melhor drama indicados no Emmy. Somente para a edição deste ano, 455 atores se inscreveram para a categoria de coadjuvante em série dramática, um deles sendo Jeffrey Dean Morgan, o vilão Negan, que fez uma décima temporada digna de Emmy. Desse total, só oito vão concorrer à estatueta.

A votação para escolher os indicados ao Emmy de 2020 começou na última quinta (2). Canais e streamings propagam em todo tipo de mídia anúncios de atrações que acham que merecem concorrer ao prêmio, procurando assim chamar a atenção dos mais de 24 mil integrantes da Academia de Televisão americana, que têm até o dia 13 para computarem seus votos. Mas o canal AMC, que exibe The Walking Dead nos Estados Unidos, está investindo pesado em outra série.

Filhote de Breaking Bad (2008-2013), Better Call Saul está em destaque porque tem uma possibilidade real de o AMC levar o prêmio de melhor drama. É, aliás, sua maior chance desde a última estatueta conquistada pela série mãe, em 2014. O canal precisa aproveitar que Game of Thrones (2011-2019), da HBO, não está mais no jogo. Além disso, Better Call Saul ainda tem condições de emplacar indicações de melhor ator (Bob Odenkirk) e melhor atriz coadjuvante (Rhea Seehorn).

Com The Walking Dead, o AMC meio que se conformou que a série só será notada no Emmy pelos seus feitos técnicos, mais especializados. Todas as 16 indicações recebidas pelo drama zumbi até agora vieram pelo Emmy alternativo, com direito a duas vitórias, conquistadas pelos zumbis: maquiagem prostética, em 2011 e 2012.

Campanha de The Walking Dead para o Emmy de 2014

Algo humano

O AMC já tentou corrigir essa imagem de The Walking Dead. Em 2014, após a quarta temporada, o canal promoveu uma campanha gigantesca para mostrar que a série era mais do que zumbis. Intitulados de Algo Humano, os anúncios tomaram conta de Hollywood e da imprensa, com cartazes destacando o elenco da série, como Andrew Lincoln (o Rick), Norman Reedus (o Daryl), Melissa McBride (a Carol) e Danai Gurira (a Michonne).

O investimento não trouxe resultado e ninguém se lembrou desses e de outros atores nas categorias principais. Mas nos prêmios técnicos a quarta temporada série foi agraciada: concorreu nas categorias edição de som e efeitos especiais.

Uma campanha similar a essa caberia bem para a décima temporada. Seria uma aposta para evidenciar que The Walking Dead é uma boa série, narrando uma das tramas mais interessantes da TV. A atração zumbi superou a crise e melhorou muito desde que a roteirista Angela Kang assumiu o posto de showrunner. As histórias humanas prevaleceram e deram mais espaço para os atores brilharem.

Jeffrey Dean Morgan foi o maior destaque da décima temporada. Seu personagem, o vilão Negan, demonstrou ser um verdadeiro anti-herói e as nuances que misturaram atitudes do bem do barbudo sanguinário com a aura do mal que o impregna deu a oportunidade de Morgan afastar a pecha de ser um canastrão.

Histórias essencialmente humanas permearam as jornadas da vilã Alpha, com uma atuação visceral de Samantha Morton, que já concorreu duas vezes ao Oscar. O mesmo ocorreu com Carol (Melissa McBride), sem sossegar até ter debaixo dos seus pés a cabeça careca de Alpha.

Esses três atores, que se conectaram na décima temporada, teriam plenas condições de concorrer a um Emmy, sem passar vexame. Só que, para tanto, teriam de contar com o apoio do canal AMC e a boa vontade dos votantes da Academia de Televisão para dá-los uma chance.

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Você já tem seu favorito em A Fazenda 12?