Marca histórica

Law & Order: SVU confirma 20ª temporada e vira uma das séries mais longas da TV

Divulgação/NBC

A atriz Mariska Hargitay em cena da 19ª temporada de Law & Order: SVU; série foi renovada - Divulgação/NBC

A atriz Mariska Hargitay em cena da 19ª temporada de Law & Order: SVU; série foi renovada

REDAÇÃO - Publicado em 10/05/2018, às 12h47

A rede NBC renovou Law & Order: Special Victims Unit para a 20ª temporada. Assim, a produção de Dick Wolf alcança o recorde de série mais longeva da história da TV norte-americana. Ela iguala a marca detida pelo faroeste Gunsmoke, exibido entre 1955 e 1975, e por Law & Order, série que deu origem a SVU e ficou no ar entre 1990 e 2010.

Como Law & Order: SVU vai bem de audiência, com média de 6 milhões de telespectadores por semana, tem tudo para continuar além da próxima temporada e ficar na liderança isolada no ranking das séries mais longas já feitas nos Estados Unidos.

Exibida no Brasil pelo canal Universal, o drama que mistura policiais e advogados tem como característica adaptar histórias da vida real, desde casos de pedofilia na Igreja Católica a escândalos sexuais que assombraram a indústria de entretenimento de Hollywood nos últimos anos.

Law & Order: SVU acompanha os trabalhos dos detetives de elite da unidade de crimes especiais de uma delegacia nova-iorquina. As investigações são voltadas à violência sexual e ao abuso de crianças e idosos. Os protagonistas são Mariska Hargitay, a tenente Olivia Benson, e Ice-T, o detetive Odafin Tutuola.

O cuidado que a série tem ao explorar abusos sexuais, por exemplo, recebe elogios. Há dois anos, uma pesquisadora norte-americana especializada em Comunicação publicou um artigo no qual exalta a excelência da trama ao tratar desses casos.

"Descobrimos que os telespectadores de Law & Order [Special Victims Unit] têm uma percepção melhor das consequências de um estupro. Eles demonstram boas atitudes ao recusarem sexo sem consentimento e tentam conquistar o 'sim' do parceiro antes de uma relação sexual", analisou Stacey Hust, em texto publicado na revista The Hollywood Reporter.

Para ela, isso ocorre por um motivo: quando Law & Order retrata um estupro, vai até o fim do caso, da perseguição policial ao julgamento do criminoso, que na maioria das vezes é fichado como culpado.

Ver o bandido punido, segundo Stacey, faz com que o telespectador de Law & Order procure evitar passar por aquilo na vida real. Ela reforça que a série enfatiza o conceito de que qualquer pessoa, mesmo prostitutas, tem o direito de recusar sexo. "O público de Law & Order se sente mais empoderado [e propenso] a fazer a mesma recusa no dia a dia", comentou.

Mais Chicago
Na noite da última quarta (9), a NBC renovou outras três produções assinadas por Dick Wolf: Chicago Fire (sétima temporada), Chicago P.D. (sexta) e Chicago Med (quarta). A rede norte-americana ainda não se pronunciou sobre o futuro da criticada Law & Order True Crime, concebida para narrar um crime real por temporada. No ano de estreia, o destaque foi para os irmãos Menendez, condenados por matar os pais pela herança.

AS OITO SÉRIES MAIS LONGEVAS DA TV DOS EUA

Séries Período de exibição Duração
Gunsmoke  1955-1975 20 temporadas
Law & Order 1990-2010 20 temporadas
Law & Order: SVU 1999-presente 20 temporadas*
Lassie 1954-1973 19 temporadas
NCIS 2003-presente 16 temporadas*
CSI 2000-2015 15 temporadas
Plantão Médico 1994-2009 15 temporadas
Grey's Anatomy 2005-presente 15 temporadas*

*já considera a renovação para a temporada 2018-2019

Leia também

 

+ Lidas

Enquete

O novo Vídeo Show tem chance de sucesso?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook