Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

O QUE ESPERAR

Fim da 10ª temporada de The Walking Dead tem Maggie, morte e multidão de zumbis

DIVULGAÇÃO/AMC

Coberta com um pano ensanguentado, Melissa McBride suspira em cena da décima temporada de The Walking Dead

A atriz Melissa McBride em cena do episódio final da décima temporada de The Walking Dead

JOÃO DA PAZ

joao@noticiasdatv.com

Publicado em 4/10/2020 - 6h50

Demorou, mas saiu. O final da décima temporada de The Walking Dead vai ao ar neste domingo (4), às 22h30, na Fox, com o término definitivo da Guerra dos Sussurradores, o grande embate da trama. E o que vem por aí promete, com participação concreta de Maggie (Lauren Cohan) em sua volta, a morte de um personagem importante e a maior horda de zumbis já vista na série.

A pandemia do novo coronavírus (Covid-19) bagunçou The Walking Dead (mais detalhes no final deste texto). O episódio intitulado A Certain Doom não tinha condições de ser exibido como previsto, em 12 de abril. Faltava finalizar o trabalho de pós-produção quando a quarentena entrou em vigor em Hollywood, em meados de março, e optou-se pelo adiamento, pois não havia como entregar o capítulo dentro do padrão.

Um dos pontos determinantes para o atraso foi a cereja do bolo. O fim da décima temporada terá uma multidão de zumbis como o fã de The Walking Dead jamais testemunhou. O efeito de dezenas de milhares de bichos amontoados como se estivessem em um festival de música só se concretizou com uma edição minuciosa da equipe de efeitos visuais. Só pela imagem mostrada no trailer do episódio final, já dá para ter um gostinho disso.

Esses mortos-vivos são a última cartada de Beta (Ryan Hurst) contra os mocinhos e mocinhas sobreviventes. Após a morte de Alpha (Samantha Morton), traída e degolada pelo anti-herói Negan (Jeffrey Dean Morgan), o grandalhão ex-jogador de basquete é o que restou dos Sussurradores, grupo que se camufla de zumbis e se comporta como eles.

Ele atrai toda essa horda para cercar o hospital abandonado no qual estão Negan, Daryl (Norman Reedus) e todos os outros. Sedento de vingança, o vilão mostra que não está para brincadeira. Como a turma sobrevivente vai escapar disso tudo?

REPRODUÇÃO/AMC

Sim, são todos zumbis cercando um prédio

Morte e Maggie

No episódio anterior, tratado como o final da temporada na época de sua exibição no começo de abril, Maggie apareceu pela primeira vez desde a sua despedida da atração --lá na nona temporada, em 2018. Mas ela só deu as caras de relance, pouquíssimos segundos no finzinho do capítulo. Agora, sua participação será maior.

Como acontecerá durante a última batalha de uma guerra, esse retorno de Maggie não será explicado nos mínimos detalhes (para onde ela foi nem o que estava fazendo). Dito isso, a ex-mulher de Glenn (Steven Yeun) vem para o embate sem hesitar, bancando a heroína.

Será que ela vai livrar alguém da morte? Essa é uma boa pergunta. Com tanto ódio de ambos os lados e um amontoado de zumbis à espreita, difícil imaginar que todos sairão sãos e salvos dessa batalha. E vai ter uma morte importante sim (para não ser estraga-prazer, vale esperar o episódio e conferir quem irá desta para a melhor).

E a Commonwealth?

The Walking Dead só atiça o público, desde a oitava temporada, com a apresentação da comunidade Commonwealth, a maior da história (com 50 mil habitantes e até um ginásio esportivo). Em A Certain Doom, será feito um pequeno prólogo.

De certo, Commonwealth será parte integrante da 11ª e última temporada de The Walking Dead, coincidindo com a história narrada nas páginas derradeiras da HQ homônima na qual se baseia. Como aperitivo, a atração vai mostrar a primeira aparição do exército dessa comunidade. Integrantes da tropa vão se deparar com o quarteto Eugene (Josh McDermitt), Yumiko (Eleanor Matsuura), Ezekiel (Khary Payton) e Princesa (Paola Lázaro).

Só que o desenrolar disso ficará para 2021, para quando foi adiada a 11ª temporada. Antes disso, vem uma confusão. The Walking Dead terá seis episódios exibidos anteriormente à nova leva. Eles foram anunciados como parte da décima temporada, mesmo com o final desta já decretado. O sexteto especial será desenvolvido para ocupar um espaço vago, para a série não ficar tanto tempo fora do ar, provavelmente aproveitando algum material já gravado e que foi cortado dos episódios exibidos.

A 11ª temporada terá mais capítulos do que o habitual: 24, divididos em duas partes. O fim está previsto apenas para 2022. No ano seguinte, deve estrear o spin-off protagonizado por Daryl e Carol (Melissa McBride). A franquia ainda tem duas séries sob seu guarda-chuva (Fear The Walking Dead e World Beyond) e os três filmes estrelados por Andrew Lincoln, o xerife Rick.


Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Você vai acompanhar a reprise de Império?