Novela das nove

O Outro Lado do Paraíso: Com sangue nos olhos, Fabiana exige a prisão de Clara

Fotos: Reprodução/TV Globo

Fabiana (Fernanda Rodrigues) em cena; dondoca voltará à trama para tomar fortuna de Clara - Fotos: Reprodução/TV Globo

Fabiana (Fernanda Rodrigues) em cena; dondoca voltará à trama para tomar fortuna de Clara

MÁRCIA PEREIRA - Publicado em 27/02/2018, às 05h00 - Atualizado às 05h56

Fabiana (Fernanda Rodrigues) voltará à novela das nove com sangue nos olhos. Falida, a loira chegará a Palmas já casada com Renato (Rafael Cardoso). Ela contratará um advogado para exigir a prisão de Clara (Bianca Bin) e o bloqueio de seus bens. A dondoca prometerá se vingar também de Patrick (Thiago Fragoso) em O Outro Lado do Paraíso.

Clara ficará cara a cara com Fabiana no capítulo previsto para 26 de março. A neta de Beatriz (Nathalia Timberg) vai armar um barraco na mansão da vingativa e a acusará de roubo.

"Descobri tudo que fez, Clara. Você roubou as telas que herdei de minha avó. Provavelmente ajudada pelo Patrick", gritará a loira. "Eu não roubei. Elas me pertenciam. Sua avó me doou cada uma delas", afirmará a justiceira do horário nobre. "Eu ajudei a vender no exterior", confirmará o advogado. "Belo primo você é!", esbravejará Fabiana.

Avisado de que Renato e Fabiana se casaram, Patrick deduzirá que Janete (Daniela Fontan) foi a ponte que levou o vilão até sua prima. "Clara, eu disse que era arriscado contratar a Janete. Fez perguntas a ela, não foi? Descobriu que a Clara trabalhou como doméstica na casa da Fabiana", indagará o mocinho.

Renato vai rir e ainda chamará Patrick de babaca. Ele dirá que chegou a pensar que era o criminalista quem bancava a vingativa. "Eu desconfiava de muita coisa, mas ia fechar os olhos se tivesse casado comigo. Cê me abandonou no altar, Clara. Me humilhou", vai lembrar o ex-marido de Lívia (Grazi Massafera).

Na trama, Clara já terá desmascarado o vice-diretor do hospital. Nesse embate, flashbacks relembrarão a aventura da mocinha como empregada de Fabiana. No final da conversa, a loira jogará na cara da inimiga que vai arrancar tudo o que ela tem porque sua avó estava interditada, impedida de doar telas tão valiosas. 

A neta de Beatriz ainda vai propor um acordo extrajudicial no valor de US$ 100 milhões, mas Patrick expulsará a prima dizendo que Clara não abrirá mão de nenhum centavo. A personagem de Bianca Bin ficará com medo de ser presa, mas o criminalista prometerá lutar por ela com unhas e dentes.

Clara (Bianca Bin) com as telas milionárias em cena exibida no dia 7 de dezembro na trama

Briga na Justiça
Fabiana correrá para o melhor advogado de Palmas e aceitará dar uma porcentagem gorda do valor que ganhar na ação. Ela relatará que é a única herdeira da avó, já que seus pais morreram quando ainda era menina. A loira até vai chorar ao relatar a morte de Beatriz internada em um hospício. "Lamentavelmente, perdeu a noção das coisas e fui obrigada a interditá-la", dirá a loira.

"Tive muitos revezes financeiros. Verifiquei, com a ajuda do meu contador, antigos recibos de meus avós do tempo que meu avô era vivo. Tive a surpresa de descobrir que há muito tempo ele havia comprado três telas, de grandes pintores. Telas tão valiosas que não me lembro de terem sido expostas", contará Fabiana.

Renato, então, resumirá que Clara vendeu as gravuras no mercado internacional, e eles conseguiram provas disso. "Temos uma excelente causa", dirá o defensor. O nome do ator não foi divulgado ainda. 

Quais são minhas possibilidades?", questionará Fabiana. "Todas. Pelo que entendi, sua avó doou as telas para a Clara quando estava interditada", comentará o advogado. No roteiro, ele é chamado de Antero.

"Exatamente. A Clara diz que as telas foram doadas. Mas não vi nenhum documento de doação", falará o médico. "Se houver, pode ser contestado. Essa mulher entrou na sua casa, pegou as telas que estavam escondidas em seu closet e sumiu. Vendeu para uma galeria no exterior por um preço milionário. Isso é roubo", sinalizará Antero.

O casal fará questão de ver Clara acusada de roubo e de que seus bens sejam bloqueados. "Eu preciso provar que a Clara está gastando demais, ou aplicando dinheiro em negócios de futuro duvidoso. Se tiver provas disso, entro com uma liminar para bloquear os bens dela. Há alguma evidência disso?", perguntará o profissional. "Talvez. Alguma coisa já tenho em mãos. Mas posso descobrir mais", responderá o vice-diretor do hospital.

"Espero por você então. Depois, e entramos com a força toda. O seu caso não tem segredo. É causa ganha", dirá o advogado. "Sinto até dó da Clara. Coitadinha", soltará Fabiana, dando gargalhadas.

No começo de O Outro Lado do Paraíso, Clara aceitou ser humilhada por Fabiana porque queria tirar de sua casa as telas que herdou de Beatriz. Mas, ao se demitir, a vingativa esculachou a megera.


Confira cinco reportagens especiais sobre O Outro Lado do Paraíso:

De mimada a 'bicha pão com ovo': os sete mais odiados de O Outro Lado
Clara rejeitada e prisão de pedófilo levaram fãs da novela à loucura
De mocinha sem sexo a pacto com a morte: o fantástico mundo de Walcyr Carrasco
'A primeira tesourada é inesquecível', diz atriz que interpretou vilã da trama
Chega de achincalhar: cinco vezes em que O Outro Lado arrasou

Últimas de O Outro Lado do Paraíso

Outras novelas

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Você pretende assistir a novela Espelho da Vida?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook