Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

FOFOCAS DA CORTE

Nos Tempos do Imperador faz The Crown à brasileira e expõe 'lado B' da família real

JOÃO MIGUEL JUNIOR/TV GLOBO

Em uma sala de um palácio, com uma decoração que remete ao estilo do século 19, Mariana Ximenes à esquerda como Luísa e Letícia Sabatella à direita como Tereza Cristina circundam Selton Mello, o Pedro, sentado em uma poltrona em Nos Tempos do Imperador

Mariana Ximenes, Selton Mello e Leticia Sabatella em Nos Tempos do Imperador: triângulo amoroso

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 27/7/2021 - 13h32

Dom Pedro 2º (Selton Mello) até vai ganhar contornos heroicos em Nos Tempos do Imperador, mas a trama não vai varrer para baixo do tapete as polêmicas em torno do monarca. A novela das seis, que estreia no próximo dia 9, inspirou-se em um dos maiores sucessos da Netflix para "edificar" o público sobre as fofocas que circulavam pela corte brasileira.

"Nós gostamos muito de The Crown, e é até uma pena que não se faça muita ficção histórica aqui no Brasil. A gente se torna um alvo, é muito atacado, porque ninguém entra na brincadeira. Só sabem dizer que não foi bem assim, que as coisas não aconteceram desse jeito", ressaltou o autor Alessandro Marson em coletiva virtual promovida pela Globo na segunda (26).

Assim como a série britânica, o folhetim vai misturar realidade e ficção para mostrar a paixão proibida de Pedro pela preceptora de suas filhas --Luísa (Mariana Ximenes), a condessa de Barral. "É uma relação que só veio a ser escancarada no século 20, quando descobriram as cartas que os dois trocavam", explicou a roteirista Thereza Falcão.

Eles viveram esse amor bem debaixo do nariz de Tereza Cristina (Leticia Sabatella), que nem de longe sofrerá tanto quanto a Leopoldina (Leticia Colin) de Novo Mundo (2017). "A Luísa tem essa paixão avassaladora pelo Pedro, mas, ao mesmo tempo, tem muito respeito pela figura da imperatriz. Ela vive um conflito interno muito grande", adiantou Mariana.

De volta ao gênero após 21 anos, Selton Mello frisou que a produção vai muito além dos livros de História. "Eu não me lembrava, da época de escola, de tantos detalhes da vida do imperador. Quando li alguns capítulos, fiquei intrigado. É um personagem tão importante para o nosso país e não foi tão retratado quanto dom Pedro 1º [1798-1834]", disse.

O ator, aliás, ressaltou que a trama não vai ter um tom de Telecurso e nem espantar o telespectador que não guarda boas lembranças dos tempos de colégio. "A novela cumpre o papel da arte, que é levar entretenimento e reflexão, favorecendo a imaginação do espectador e a curiosidade histórica", apontou o intérprete.

Os autores também tomaram a liberdade de incluir figuras que não fizeram parte da historiografia para deixar a história mais interessante. O vilão Tonico (Alexandre Nero), que se tornará praticamente a sombra de Pedro, é uma dessas liberdades poéticas.

"O meu personagem é ficcional, mas talvez seja o mais real da novela. Ele é a personificação do mal, diz coisas absurdas, mas está aí, eventualmente em mim, em nós", alerta Nero.


Últimas de Nos Tempos do Imperador


Resumos Semanais

Resumo da novela Nos Tempos do Imperador: Capítulos de 25/09 a 9/10

Sábado, 25/9 (Capítulo 42)
Leopoldina e Isabel se encantam com Pierre e Luísa tenta acalmar os ânimos das princesas. Pilar decide atender a população nas ruas. Lupita se surpreende ao saber que Lota e Batista se mudarão para o Rio ... Continue lendo


Outras Novelas

Leia também

Web Stories

+
A Fazenda 13: Sem barracos, Liziane frustra público e é eliminada; veja trajetóriaComo Lázaro Ramos e Taís Araujo: 7 casais formados nos bastidores da GloboSex Education vai ter 4ª temporada? Veja cinco curiosidades sobre a sérieA Fazenda 13: Surto na baia e barraco com ofensas marcam primeira semana do realityQuem é Alanis Guillen? Conheça a Juma Marruá do remake de Pantanal

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Além de Pantanal, qual novela antiga merecia um remake?