Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

A SANGUE FRIO

Em Império, Cora mata Reginaldo após tentativa de estupro: 'Pecador'

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

Cora (Marjorie Estiano) está com revólver apontado para Reginaldo (Flávio Galvão), que não aparece na foto, em cena de Império

Cora (Marjorie Estiano) matará Reginaldo (Flávio Galvão) após sofrer uma tentativa de estupro

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 16/9/2021 - 9h35

Cora (Marjorie Estiano) matará Reginaldo (Flávio Galvão) após sofrer uma tentativa de estupro em Império. O marido de Jurema (Elizangela) invadirá o quarto da beata enquanto ela estiver dormindo com a intenção de tirar a virgindade da vilã à força, mas acabará levando um tiro na novela das nove da Globo. "Pecador", dirá a tia de Cristina (Leandra Leal), pouco antes de atirar contra o abusador.

Nas cenas previstas para irem ao ar em outubro, Reginaldo entrará no quarto da megera e a observará com um olhar malicioso. "As suas preces foram atendidas. Ai, é agora", falará o assediador, que subirá em cima de Cora e deixará de lado a arma que estava em sua cintura.

"Zé?", perguntará a tia de Elivaldo (Rafael Losso), em um sono profundo, imaginando José Alfredo (Alexandre Nero). "Sim, finge que sou eu. Tá tudo bem", dirá o ex-marido de Tuane (Nanda Costa). Nesse momento, a vilã despertará e começará a gritar para pedir socorro.

O crápula tampará a boca da religiosa. "Quando eu sair daqui, você vai deixar de ser donzela. E aí você vai poder ir à igreja para agradecer... Isso, resista que eu gosto, assim você está me deixando doido", dirá ele, sem imaginar que Jurema estará dormindo no quarto ao lado e escutará os gritos

"Reginaldo?", questionará a mulher, assustada. O abusador largará Cora e alegará que pode explicar o que está acontecendo. "Foi pra isso que tu voltou? Pra me dar mais esse desgosto?", rebaterá a dona de casa, inconformada, deixando o quarto da antagonista.

Vingança

O homem irá atrás da mãe de Jairo (Julio Machado) no corredor, enquanto a tia de Cristina ficará chorando no quarto: "Desgraçado, quis se aproveitar de mim". Ela ainda começará a rezar: "Ó senhor, Deus é grande. Me mostra como destruir esses dois, por favor".

Pouco tempo depois, a personagem de Marjorie Estiano olhará para a cabeceira e verá o revólver deixado por Reginaldo. Enquanto isso, o casal seguirá discutindo no corredor da casa.

"O que tu tem para me dizer não interessa", irá disparar Jurema, que, ao se virar para ir embora, tropeçará e cairá da escada. Cora surgirá e apontará o revólver para ele. "Você empurrou a coitada?", gritará a vilã.

Reginaldo acenará que foi um acidente. "Matou, matou sim, se não foi do empurrão, foi de desgosto. Você é um pecador, atentou contra a castidade", dirá ela. Em seguida, a tia de Cristina vai atirar e assassinar o agressor.

Escrita por Aguinaldo Silva, Império (2014) ganhou uma "edição especial" para tapar o buraco deixado após o final de Amor de Mãe no horário nobre da Globo. A inédita Um Lugar ao Sol, próxima novela da faixa das 21h, foi adiada para estrear no segundo semestre deste ano.

Além dos spoilers, o Notícias da TV publica diariamente o resumo da novela das nove que a emissora reprisa devido à pandemia da Covid-19.


Ouça "#74 - José Alfredo toma decisão de emergência em Império!" no Spreaker.


Inscreva-se no canal do Notícias da TV no YouTube e assista a vídeos com revelações do que vai acontecer em Império e outras novelas.


Últimas de Império


Resumos Semanais

Resumo da novela Império: Capítulo de 5 de novembro

Sexta, 5/11 (Capítulo 179)
José Pedro ameaça matar Cristina. Marcão é socorrido por ambulância. José Alfredo liga para Maria Marta e revela pista sobre cativeiro de Cristina. Josué entrega arma a José Alfredo. O comendador encontra Cristina. José Alfredo mata ... Continue lendo

Leia também

Enquete

Qual o personagem mais chato de Pantanal?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.