Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok
Leandra Leal é atriz desde criança e tem no currículo novelas como Império e Cheias de Charme - Ellen Soares/TV Globo

Leandra Leal

Leandra Leal é uma atriz, diretora e produtora nascida em 8 de setembro de 1982, no Rio de Janeiro (RJ). Registrada como Leandra Rodrigues Leal Braz e Silva, é filha da artista Ângela Leal e mãe de Júlia.

O começo de sua vida foi difícil, pois ela perdeu o pai, Júlio Braz, aos 12 anos. A partir daí, Leandra Leal passou a conviver mais com os amigos artistas da mãe e pôde crescer no meio do teatro.

Apesar de ter inserido a filha no meio artístico, Ângela Leal tinha cautela em colocá-la em trabalhos tão cedo. “Quem me matriculou em um curso de teatro foi meu pai. Eu era muito tímida. Sempre fui estudiosa, ótima aluna, mas tinha dificuldade de circular em outros meios”, contou Leandra Leal em uma entrevista à Veja SP.

Mesmo assim, a atriz estreou na TV ainda aos oito anos, quando participou de um capítulo da novela Pantanal (1990), de Benedito Ruy Barbosa. Em 1994, foi Mariana na série Confissões de Adolescente (TV Cultura e Band), em que contracenou com Deborah Secco e Luis Gustavo.

Seu primeiro papel em novelas foi no começo da adolescência, como Yanka, em Explode Coração (1995); mais tarde, com 16 anos, fez Clarelis em Pecado Capital (1998). As duas produções eram de Gloria Perez.

Até hoje Leandra Leal retoma os momentos da novela em suas redes sociais. "Lembro hoje com carinho de Pecado Capital. [Estava] feliz de estar trabalhando ao lado de Carolina Ferraz e dos saudosos amados Mara Manzan e André Valli", disse ela em uma publicação no Instagram.

Atriz desde a infância, foi natural que ela continuasse a carreira na vida adulta. Sua entrada na maioridade foi interpretando Bianca em O Cravo e a Rosa (2000), novela de Walcyr Carrasco e Mário Teixeira.

Fora das novelas, Leandra Leal fez sucesso nas temporadas três e quatro de A Grande Família (2003-2004). Na comédia, ela encarnou Vivi, a namorada de Tuco (Lucio Mauro Filho) que marcou a trama por ter ficado grávida de um filho supostamente do personagem. 

Logo após encerrar sua participação no seriado, interpretou Claudinha em Senhora do Destino (2004), de Aguinaldo Silva, papel que lhe rendeu quatro troféus. Leandra Leal foi considerada a melhor atriz coadjuvante nos prêmios Melhores do Ano e TV Press, em 2004, e Contigo! de TV e Arte Qualidade Brasil RJ, em 2005.

Com o papel de sucesso, conquistou um espaço em mais uma novela das nove: Páginas da Vida (2006), de Manoel Carlos, em que interpretou Sabrina. Dois anos depois, fez Ciranda de Pedra (2008), de Alcides Nogueira, como Elzinha. Em 2010, encarnou Agostina Mattoli em Passione, de Sílvio de Abreu.

Leandra Leal teve seu primeiro papel de protagonista em Cheias de Charme (2012), de Filipe Miguez e Izabel de Oliveira. Ela encarnou a empregada doméstica Rosário que, junto com Penha (Taís Araújo) e Cida (Isabelle Drummond), formava um grupo musical. O sucesso da novela foi tão grande que as Empreguetes lançaram um DVD com seus hits na vida real.

A novela rendeu mais do que reconhecimento como atriz. "Aprendi a tocar violão para o papel e hoje, mesmo sem as aulas, eu continuo tocando", contou Leandra Leal ao Gshow.

A atriz também se destacou interpretando Cristina, em Império (2014), de Aguinaldo Silva. A personagem era filha do Comendador José Alfredo (Alexandre Nero), mas só descobria isso ao longo da novela.

A trama foi premiada com o Emmy Internacional de 2015 e é motivo de orgulho até hoje. "É uma novela pela qual tenho muito carinho, em que fiz amizades muito verdadeiras", afirmou Leandra Leal em entrevista ao site Metrópoles.

Leandra Leal no cinema e no teatro

Apesar do sucesso na televisão, Leandra Leal nunca deixou de lado o cinema nem o teatro.

Nas telonas, seus destaques foram em:

  • O Homem que Copiava (2003);
  • Cazuza - O Tempo Não Para (2004);
  • Nome Próprio (2007);
  • Zuzu Angel (2006);
  • Chatô, o Rei do Brasil (2015);
  • Alemão 2 (2020).

No filme Nome Próprio (2007), do diretor Murilo Salles, Leandra Leal encarou uma cena em que precisou ficar nua.

A artista também fundou a produtora Daza Filmes em 2010, dirigindo peças audiovisuais, como o clipe Sushi (2011, de Tulipa Ruiz), o curta-metragem Aquele Abraço (2014) e o documentário Divinas Divas (2016).

Com a última obra, Leandra Leal foi vencedora de melhor documentário no Festival do Rio, além de melhor direção e melhor filme no Fest Aruanda do Audiovisual Brasileiro.

Nos palcos, interpretou os clássicos Se Correr o Bicho Pega, Se Ficar o Bicho Come (2002), Vestido de Noiva (2009), e PI - Panorâmica Insana (2018).

Vida pessoal

Após ter crescido no meio de artistas, Leandra Leal saiu de casa com 18 anos para morar sozinha. Casou-se ainda aos 23 anos com o cantor pernambucano José Paes de Lira, o Lirinha. A união acabou em 2010, quando começou um relacionamento com o gestor cultural Alê Youssef.

Com Alê, adotou Júlia Leal Youssef, nascida em 2014. "Ficamos três anos e oito meses nesse processo (um ano para o cadastro e dois anos e oito meses na fila de adoção). Eu tinha uma fé nesse processo todo, uma intuição que tínhamos que ficar nessa fila, que a nossa filha também estava nessa fila e que a gente daria match", relatou em seu Instagram sobre a chegada da filha.

Quatro anos depois, Leandra se separou do pai de Júlia e, em dezembro de 2020, casou-se com o cineasta Guilherme Burgos.

Principais papéis na TV

AnoProduçãoPersonagem
1995Explode CoraçãoYanka Sbano
1998Pecado CapitalClarelis Batista
2000O Cravo e a RosaBianca Batista das Neves
2003-2004 A Grande Família Viviane Vidal (Vivi)
2004Senhora do DestinoMaria Cláudia Tedesco (Claudinha)
2006Páginas da VidaSabrina Marcondes
2010 PassioneAgostina Mattoli
2012Cheias de Charme Maria do Rosário Monteiro da Silva
2013SaramandaiaZélia Tavares Vilar
2014ImpérioCristina Bastos de Medeiros
2016JustiçaKellen Aparecida

 


Personagens


Galeria de fotos de Leandra Leal


Últimas notícias de Leandra Leal


Últimas notícias

as + lidas

Enquete

Qual reality show você vai acompanhar após o fim do No Limite e Power Couple?