Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

ANA CAROLINA RAINHA

Darcy Vargas volta no final de Além da Ilusão para fazer Isadora superar trauma

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

Ana Carolina Rainha está caracterizada como Darcy Vargas em cena de Além da Ilusão

Ana Carolina Rainha interpreta a primeira-dama Darcy Vargas em Além da Ilusão, novela das seis

LUANA BENEDITO

luanab@noticiasdatv.com

Publicado em 2/7/2022 - 6h40

Ana Carolina Rainha, a intérprete de Darcy Vargas (1895-1968), conta que a primeira-dama do Brasil voltará no final de Além da Ilusão especialmente para abençoar a carreira de estilista de Isadora (Larissa Manoela). No capítulo de sexta-feira (8), a personagem deixará a protagonista arrasada ao avisar que não aparecerá na inauguração do ateliê após o nome da estilista cair na lama por causa de um plano de Úrsula (Bárbara Paz) na novela das seis da Globo. 

"Ela vai voltar para dar a bênção final ao ateliê da Isadora. Acho que vai ao ar no último capítulo minha participação", adianta Ana Carolina em entrevista ao Notícias da TV. "O engraçado é que a Darcy não ia ter essa participação toda, mas eu fui ganhando cena, e a personagem cresceu na novela", comemora a intérprete de 55 anos. 

Inicialmente, segundo a atriz, a mulher de Getúlio Vargas (1882-1954) só apareceria nas sequências do concurso Senhorita Galante, que lançou Dalva Miranda --pseudônimo usado por Dorinha como estilista-- ao estrelato no início de abril. Depois, a primeira-dama voltou nos eventos da LBA (Legião Brasileira de Assistência) organizados por Julinha (Alexandra Richter) e viveu situação cômicas com a viciada em jogo

"Eu pesquisei muito sobre a Darcy e sobre o Getúlio, mas, por incrível que pareça, não tem muita coisa sobre ela, mesmo nos filmes do Getúlio, os atuais, pouco se fala nela", diz a paulista, que acrescenta sobre a primeira-dama brasileira: "É uma mulher superforte, foi a primeira mulher de político, a primeira-dama, a implantar o trabalho voltado para a sociedade".

A mulher foi a responsável por fundar a LBA em 1942. "É um dos primeiros trabalhos dela e era para ajudar as famílias que os filhos, maridos, tinham ido para a guerra, depois foi abrindo o leque", frisa a artista sobre a instituição que é retratada no folhetim de Alessandra Poggi. 

"Uma curiosidade da Darcy que eu descobri é que ela adorava moda. Por um acaso, conversando com pessoas, eu ouvi [de alguns] 'minha tia era costureira da Darcy', você vai pesquisando e vai achando", completa Ana Carolina. "Ela era muito elegante e fazia questão de se vestir bem, e moda era um hobby dela", conclui. 

reprodução/Instagram

Ana Carolina Rainha está com o cabelo solto e vestido verde; ela segura o cabelo

Ana foi se dedicar ao sonho após os 40 anos

Nunca é tarde para viver o sonho

Formada em Relações Públicas, Ana Carolina só conseguiu começar a viver o sonho de ser artista aos 42 anos. "Sempre quis ser atriz, mas a minha família sempre [dizendo] 'tem que ter uma profissão', 'tem que ser isso ou aquilo', 'você não pode'... Então, eu fui fazer Comunicação Social e no primeiro ano do curso tinha um módulo de Teatro. O professor me arrastou pro grupo."

A paulista conta que os pais se preocuparam com a possibilidade de ela abandonar a graduação para se dedicar ao Teatro, mas para a felicidade dos dois isso não aconteceu. "Quando me formei, eu vim trabalhar em São Paulo, e aí na carreira trabalhando, passou. Sabe assim?", recorda ela. 

O empurrão para o sonho despertar novamente só aconteceria anos mais tarde. "Já casada, meu filho foi convidado para fazer um teste de um comercial de sabão em pó, e o diretor falou assim para mim: 'Você não quer fazer o teste com ele?'", lembra a atriz, que é mãe de Paulo e Sofia. 

"Fiz o teste, nós passamos. No dia de gravar, o diretor perguntou se eu era atriz, eu disse que não, e ele insistiu que eu era: 'Você é sim'. Na semana seguinte, eu já estava procurando uma escola para tirar meu DRT, me profissionalizar. Então, aconteceu mesmo nessa data", completa. 

Para viver o sonho, ela deixou a carreira como relações públicas, foi se dedicar aos estudos e nunca mais parou no teatro. A estreia na TV foi pouco tempo depois em Ti Ti Ti (2011). "Já não estava feliz, então, foi juntar o útil ao agradável. Fui fazer o que sempre quis. Fica guardado dentro da gente, e eu tive esse chacoalhão com esse diretor, resolvi tentar e está dando certo", destaca. 

Reprodução/Instagram

Danilo Mesquita beija o rosto de Ana Carolina

Ana e Danilo Mesquita nos bastidores

Recentemente, Ana Carolina fez participações em Passaporte para a Liberdade (2021), Um Lugar ao Sol (2021) e na primeira fase de Pantanal. "Teve um dia que eu fui no ar na novela das seis e na novela das nove", brinca. Em breve, a artista poderá ser vista na série internacional Contigo Capitão, da Netflix, sobre o jogador de futebol peruano Paolo Guerrero. 

A novela protagonizada por Larissa Manoela será substituída em 22 de agosto por Mar do Sertão, escrita por Mario Teixeira. Confira os resumos da novela das seis da Globo que o Notícias da TV publica diariamente.


Inscreva-se no canal do Notícias da TV no YouTube e assista a vídeos com revelações de Além da Ilusão.


Últimas de Além da Ilusão


Resumos Semanais

Além da Ilusão: Resumo dos capítulos da novela da Globo - 15 a 20/8

Segunda, 15/8 (Capítulo 163)
Davi se revolta com o resultado de seu pedido de revisão criminal. Isadora se assusta com a reação de Joaquim ao ouvir o nome de Abel. Iolanda mente para se aproximar de Rafael Antunes. Letícia se ... Continue lendo

Leia também

Enquete

Qual o personagem mais chato de Pantanal?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.