Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
X
Instagram
Youtube
TikTok

QUEM ATIRA?

Após morte de neta, Egídio leva tiro no peito e culpa João Pedro em Renascer

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

Vladimir Brichta está em cena como Egídio na novela Renascer, da Globo

Egídio (Vladimir Brichta) em Renascer: vilão será baleado e acusará ex-genro de cometer o crime

MÁRCIA PEREIRA, colunista

marcia@noticiadastv.com

Publicado em 18/6/2024 - 6h15

Egídio (Vladimir Brichta) começará a travar uma batalha com João Pedro (Juan Paiva) em Renascer. Nem a morte da neta vai amenizar a fúria do vilão contra o ex-genro. Ele mandará Marçal (Osvaldo Mil) matar o rapaz, mas quem levará um tiro no peito será o mau-caráter, que só não morrerá graças ao socorro prestado pelo cacauicultor e por José Augusto (Renan Monteiro), que retirará a bala e estancará a hemorragia.

Mesmo assim, o empresário acusará o caçula de José Inocêncio (Marcos Palmeira), que chegará armado à cena do crime. João e Egídio estarão na mesma estrada, em sentidos contrários,  quando o matador disparar o tiro.

A novela fará um mistério em cima de quem terá atirado: Marçal ou Damião (Xamã). A essa altura, o jagunço de Egídio estará com ódio dele por ter sido marcado como gado

As cenas devem ir ao ar a partir de 18 de julho na novela das nove da Globo. Sandra terá tido um parto prematuro dias antes do atentado, mas sua bebê não resistirá e morrerá em seguida. Já João Pedro passará a andar armado porque terá dado para trás em um negócio fechado com Egídio e terá sido ameaçado de morte.

Nas sequências que antecederão o atentado, também ficará no ar que Eliana (Sophie Charlotte) pode ter armado a morte do companheiro com Damião. Os dois amantes terão passado a ter encontros secretos na antiga casa de Joana (Alice Carvalho). Ela ficará tensa quando Egídio falar que faz questão que a mulher vá com ele até Ilhéus no fatídico dia do atentado.

Quem atira em Egídio?

"Vemos que há alguém num canto oculto, embrenhado num espaço de onde se tenha uma visão privilegiada da estrada como um todo, mas sem que a gente consiga ver quem está ali. A ideia é deixar claro que tem alguém ali armado de tocaia, mas não iremos descobrir tão cedo quem é. São muitos os suspeitos e devemos brincar ao máximo com isso, alimentando as mais diversas teorias que o público possa ter", escreveu Bruno Luperi no roteiro entregue à produção na semana passada. 

O novelista explicou no texto que, em seguida, o público verá João Pedro dirigindo. Ele estará tenso e nervoso. Olhará diversas vezes para a arma que Deocleciano (Jackson Antunes) terá lhe dado. 

"No extremo oposto do mesmo caminho, Egídio vem com Eliana. Ele antegozando o momento. Ela estranhamente desconfortável e até apreensiva. De volta à perspectiva do canto oculto onde encontra-se o matador, vemos que João Pedro e Egídio vêm na mesma estrada, indo em direção contrária um do outro. Mas estão distantes. O fato é que o matador tem condições de atirar em qualquer um", detalhou o novelista.

A arma será carregada até entrar no ponto de disparo, depois o estampido do tiro vai soar, sem identificar para qual lado o tiro seguiu. João Pedro reagirá assustado, perderá o controle do carro e sairá da estrada, mas sem bater em nada. Luperi continua descrevendo a ação no texto.

Ele apanha a arma e sai do carro apressadamente, buscando abrigo atrás do veículo. Câmera corrige para o oposto da estrada, onde o carro de Egídio, que também saiu da pista, está parado. Eliana se recupera do baque.

Ela perguntará se o companheiro está bem e só aí vê que o tiro pegou no peito dele. "Eliana... O maldito... O maldito me acertô... Me pegô de jeito... Aquele maldito...", ele dirá, já apontando para João Pedro, que chegará à frente do veículo do ex-sogro com a arma em punho.

"Egídio... Pelo amor de Deus... Fala comigo! Egídio... Egídio!", pedirá Eliana, em um desespero que parecerá verdadeiro. "Uma coisa é falar em se livrar de alguém, outra é ver algo assim na sua frente, né?", comentou Luperi no roteiro. 

João a ajudará, colocará Egídio no banco de trás e correrá para a vila. Lá, no bar de Norberto (Matheus Nachtergaele), Augusto abrirá o ferimento de maneira improvisada, com a vítima em cima da mesa de sinuca. Ele retirará o projetil, estancará a hemorragia e levará o inimigo da sua família para o hospital, salvando-lhe a vida. 

Egídio escapará da morte e acusará João Pedro formalmente ao novo delegado que entrará na história, Nórcia (Edmilson Barros). 

Tião vira suspeito

Na versão original de Renascer, que foi ao ar em 1993, foi Damião (Jackson Antunes) quem atentou contra a vida do mau caráter --que se chamava Teodoro (Herson Capri). O matador não engoliu o romance do fazendeiro com Eliana (Patricia Pillar) e contou com a ajuda de Deocleciano (Roberto Bomfim) para armar a emboscada.

Assim como acontecerá agora, o coronel saiu apenas ferido e se recuperou no hospital após uma cirurgia. Teodoro acusou Tião (Osmar Prado) pela emboscada. No remake vai ser diferente, Tião (Irandhir Santos) chegará a ser preso, mas acabará solto logo em seguida.

O delegado desconfiará de que José Inocêncio seja o mandante do crime, já que ele terá dado o seu cramulhãozinho para o peão. O coronel mandará tirar o ex-catador de caranguejos da cadeia.

Leia também -> Resumo dos próximos capítulos da novela Renascer.

Renascer foi escrita e criada pelo autor Benedito Ruy Barbosa. A primeira versão foi ao ar na Globo em 1993. Bruno Luperi é neto do novelista e responsável pela adaptação da saga rural que estreou no horário nobre em janeiro. O remake ficará no ar até setembro.


Inscreva-se no canal do Notícias da TV no YouTube e assista a vídeos com revelações do que vai acontecer em Renascer e outras novelas:


Resumos Semanais

Resumo de Renascer: Capítulos da semana da novela da Globo - 23/7 e 3/8

Terça, 23/7 (Capítulo 158)
Damião ameaça Bento para que ele confesse a relação com Ritinha. Inácia apela para a promessa que Damião fez a Chico. Dalva acolhe Tião no acampamento. Mariana pede abrigo a Norberto na venda. Damião pede dispensa ... Continue lendo

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.