Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
X
Instagram
Youtube
TikTok

JOÃO PEDRO

Juan Paiva usa força e dor no coração para viver filho rejeitado em Renascer

FÁBIO ROCHA/TV GLOBO

Juan Paiva usa camiseta amarela, com detalhes em preto, e boné verde em cena da novela Renascer, da Globo, como João Pedro

Juan Paiva vive João Pedro no remake de Renascer, que estreia no próximo dia 22 na Globo

MÁRCIA PEREIRA, colunista

marcia@noticiadastv.com

Publicado em 14/1/2024 - 10h00

Juan Paiva, que se destacou no elenco de Um Lugar ao Sol (2021), estará de volta ao horário nobre da Globo a partir do próximo dia 22, no remake de Renascer. O ator de 25 anos tem um dos papéis principais, o de João Pedro, filho rejeitado de José Inocêncio (Humberto Carrão/Marcos Palmeira). O menino cresce à margem da família --tudo porque o pai o culpa pela morte da mãe.

Para emocionar, o intérprete diz que usará a força do personagem e a dor que ele tem no coração do começo ao fim da saga rural. A carência dele e seus embates com o pai pioram com a chegada de Mariana (Theresa Fonseca) à região onde eles vivem, Ilhéus (BA). 

A bela misteriosa será o primeiro amor dele, e acabará abrindo o coração do pai também, que terá se fechado para a paixão desde a morte da mãe de seus filhos, Maria Santa (Duda Santos).

O sentimento de José Inocêncio pela mulher é tão forte que o faz ficar cego de raiva do próprio filho no final da primeira fase do folhetim. Ele despreza o caçula porque Maria Santa morre no parto dele.

A história, além de já ter sido vista na versão original da saga rural em 1993, é praticamente a mesma de Terra e Paixão. Antônio (Tony Ramos) nunca amou Caio (Cauã Reymond) porque o culpava pela perda de Agatha (Bianca Bin/Eliane Giardini), mas na atual novela das nove a morta "ressuscitou", o que não acontecerá no remake.

O autor Bruno Luperi, neto do criador de Renascer, Benedito Ruy Barbosa, atualizou a trama e lapidou alguns personagens, mas afirma que toda a essência continuará como foi ao ar. Pela descrição feita por Juan Paiva, o personagem dele é similar ao vivido por Marcos Palmeira em 1993.

Eu acho que o João Pedro é um cara de muita força, e essa força meio que é herdada da mãe. É um cara de muita vitalidade, do suor, da lida. Ele é um personagem pé no chão, e a relação com o pai é uma relação que eu vejo que João Pedro gostaria que fosse positiva. Tanto que o embate não atrapalha a relação do respeito. Ele tem muito respeito por esse pai e está sempre buscando afeto, carinho, mas o tempo todo é rejeitado.

O intérprete conta que isso afeta muito a relação dele com os irmãos também. Antes dele, José Inocêncio e Maria Santa tiveram José Augusto (Renan Monteiro), José Bento (Marcello Melo Jr.) e José Venâncio (Rodrigo Simas). 

"Isso [a rejeição do pai] vai causando diferentes afinidades, diferentes relações. Então, com José Bento, ele é uma pessoa. Eles não se dão muito bem, já com José Venâncio tem um pouco mais de afeto e, com José Augusto, talvez por ser mais velho, tem uma relação muito distante", adianta o ator.

Para Paiva, João Pedro é um rapaz distante da família justamente porque foi criado como se não pertencesse a ela. "É um cara que não pode compartilhar suas dores, que tem que estar sempre ocultando seus sentimentos e mostrando força o tempo todo, por mais que doa o coração, sabe? Por mais que tenha essa sensibilidade", diz o jovem.

Ele é muito especial, é um cara que devia ser olhado por esse pai com mais mais cuidado. Eu acho que ele é o espelho do pai. E eu acho que ele vem buscando esse reconhecimento. É um cara que é capaz de tocar aquela fazenda sozinho, até com a pouca idade que tem. É um cara que cresceu vendo aquilo tudo e ama o que faz.

Resumos Semanais

Renascer: Resumo dos capítulos da novela da Globo - 25/4 a 4/5

Quinta, 25/4 (Capítulo 82)
José Inocêncio repreende João Pedro ao saber que o filho e Sandra voltaram a se encontrar. Ritinha pergunta por Augusto para Zé Bento. Augusto explica a Buba que a farsa da gravidez pode ser a salvação ... Continue lendo

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.