Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

FALA ANTIDEMOCRÁTICA

Após Jair e Flávio, Eduardo Bolsonaro vira alvo de Nos Tempos do Imperador

FOTOS: REPRODUÇÃO/TV GLOBO

O ator Roberto Birindelli dentro de uma sala, à meia luz, com uma farda de gala do exército paraguaio como Solano López em cena de Nos Tempos do Imperador

Solano (Roberto Birindelli) em Nos Tempos do Imperador; ditador vai dar pitaco no Brasil de 2021

DANIEL FARAD

vilela@noticiasdatv.com

Publicado em 4/11/2021 - 14h33

Nos Tempos do Imperador voltará a metralhar os filhos de Jair Bolsonaro. O próprio presidente já havia sido alvo de críticas, mas Eduardo Bolsonaro entrará na mira pela primeira vez. Solano López (Roberto Birindelli) ficará encarregado de alfinetar o deputado federal por conta de uma fala antidemocrática sobre o STF (Supremo Tribunal Federal).

Os autores Alessandro Marson e Thereza Falcão vão fazer o ditador paraguaio repetir, não com exatidão, um trecho de uma palestra de Eduardo para um grupo de concurseiros em 2018. Na ocasião, ele disse que para fechar o tribunal era necessário apenas "um soldado e um cabo".

O discurso agradou a militância bolsonarista, mas o congressista gerou desconforto até mesmo entre os principais aliados do presidente. "Se fui infeliz e atingi alguém, tranquilamente peço desculpas, e digo que não era minha intenção", escreveu ele, nas redes sociais, após as reações negativas.

O personagem de Roberto Birindelli vai fazer as vezes de "papagaio" nas cenas que serão exibidas na próxima quarta (10). Ele estará às voltas com os preparativos para fazer uma surpresa a Pedro (Selton Mello) durante o casamento de Isabel (Giulia Gayoso).

"Você não é bem-vindo no Brasil, carinho. Ainda que vá sem ser anunciado, é um risco. E a sua escolta", reclamará Elisa (Lana Rhodes), amante e primeira-dama não oficial do Paraguai. "Para invadir o Brasil só preciso de dois soldados à paisana", debochará Solano, em referência ao "zero três".

Alan Santos/PR

O presidente Jair Bolsonaro segura um papel e faz um discurso no plenário da ONU em Nova York

Bolsonaro em discurso na ONU

Ao contrário de Eduardo, Jair é um "habitué" das bordoadas políticas da novela das seis da Globo. Tonico (Alexandre Nero) faz as vezes de alter ego do chefe do Executivo, citando até mesmo o seu versículo favorito da Bíblia -- "conheceis a verdade, e a verdade vos libertará".

O antagonista também foi apontado como inventor de um esquema de corrupção que fez Flavio ser investigado pela Justiça. Ele fica com metade do salário de seus funcionários na Câmara do Deputados, a exemplo de Bernardinho (Gabriel Fuentes). "Essa rachadinha ainda vai virar moda no Brasil", disparou Batista (Ernani Moraes).

Única novela inédita da Globo no ar, Nos Tempos do Imperador se passa cerca de 40 anos depois dos acontecimentos de Novo Mundo (2017). Além dos spoilers, o Notícias da TV também diariamente publica os resumos da novela das seis.


Inscreva-se no canal do Notícias da TV no YouTube e assista a vídeos com revelações do que vai acontecer em Nos Tempos do Imperador e outras novelas.


Últimas de Nos Tempos do Imperador


Resumos Semanais

Resumo da novela Nos Tempos do Imperador: Capítulos de 28/1 a 5/2

Sexta, 28/1 (Capítulo 149)
Tonico exige que Borges descubra quem ateou fogo a seu jornal. Caxias oferece trégua a Solano, que nega a rendição. Justina, Cândida e Olu temem a possível pena de prisão de Guebo. Vitória anuncia que partirá ... Continue lendo


Outras Novelas

Leia também

Enquete

Você gostou de Tadeu Schmidt no comando do BBB22?

Web Stories

+
BBB 22: Pegação, ameaça de desistência e queridômetro sacodem edição paz e amorBBB 22: Luciano sabota sonho da fama e se frustra com número de seguidoresFinal de Malhação na Globo tem sequestro, incêndio e final feliz; saiba tudoPor que Ludmilla e Anitta brigaram? Entenda a treta que respingou no BBB 22BBB22: Cinco vezes em que Naiara Azevedo atraiu o ranço do público na primeira semana

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas