Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

PANDEMIA

Estúdios de Hollywood estendem protocolos contra Covid-19 até 2022

Divulgação/Marvel Studios

Letitia Wright em cena de Pantera Negra

Letitia Wright em cena de Pantera Negra; atriz teve problemas com os protocolos contra a Covid-19

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 13/11/2021 - 13h26

Os principais estúdios de Hollywood entraram em acordo com os sindicatos de atores e outros profissionais da indústria cinematográfica para estender a obrigação dos protocolos de segurança contra a Covid-19 até 2022. Com o acerto, a nova data para as medidas de prevenção terminarem foi marcada para 15 de janeiro.

Criados em setembro de 2020, os protocolos de segurança deveriam ter acabado em abril deste ano. A continuidade da pandemia e a chegada da variante Delta nos Estados Unidos, porém, fizeram com que o acordo fosse estendido até 31 de outubro. Agora, a obrigatoriedade permanece até o início do ano que vem.

Entre as obrigações impostas pelos protocolos estão a aplicação de testes constantemente, distanciamento físico, uso de equipamentos de proteção (como máscaras e luvas) e um sistema de "zona" para assegurar que diferentes setores das produções sejam rigidamente controlados com base na proximidade do elenco, que muitas vezes não pode usar máscaras ou manter o afastamento mínimo durante o trabalho.

A vacinação como condição de emprego foi permitida pela primeira vez em julho deste ano, quando os produtores receberam a opção de implementar políticas de vacinação obrigatória para profissionais na Zona A --termo usado para descrever o setor no qual atores sem máscaras trabalham. Esta é a mais restritiva das zonas de trabalho nos sets.

A obrigatoriedade de vacinação na Zona A tem sido alvo de polêmicas em muitas produções nos últimos meses. Recentemente, Emilio Estevez foi demitido da série Virando o Jogo dos Campeões por ter se recusado a se vacinar contra a Covid-19 --o ator nega a informação. Já o rapper Ice Cube deixou de receber um salário de R$ 50 milhões na comédia Oh Hell No pelo mesmo motivo.

A principal crise atual envolvendo a vacinação de atores respingou no Universo Marvel. A atriz guianesa Letitia Wright, que vive a brilhante cientista Shuri nos filmes do estúdio, manifestou-se contra a vacina durante a pandemia e se recusou a tomá-la para voltar a atuar em Pantera Negra: Wakanda Forever. Isso pode causar uma paralização nas filmagens do longa e, consequentemente, um adiamento da data de lançamento.

Há um consenso entre produtores e profissionais de Hollywood de que os protocolos de segurança permitiram que a indústria retomasse os trabalho sem muitos problemas durante a crise sanitária. Por conta disso, a extensão da obrigatoriedade até 2022 foi vista com bons olhos por todos.

No Brasil, a Globo comemorou a imunização de 100% de seus funcionários neste mês. A emissora também estabeleceu obrigatoriedade da vacina para que seus profissionais retornassem aos trabalhos de forma presencial.

Prêmio NTV Melhores do ano


Leia também

Enquete

Qual foi o melhor telejornal ou programa jornalístico do ano?

Web Stories

+
Juan Paiva rouba a cena em Um Lugar ao Sol; conheça a história do atorGui Araujo deixa A Fazenda 13 após expor lado prepotente e preconceituoso; relembreDe série na Netflix a aposentadoria: Por onde anda o elenco de O Cravo e a Rosa?Vladimir Brichta contracena com a filha em Quanto Mais Vida, Melhor; veja outros casosConfinado em A Fazenda 13, Dynho não sabe que Mirella pediu divórcio; como fica o caso?

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas