Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

GASLIT

Sean Penn peita estúdio e exige vacinação em massa para voltar a gravar série

Divulgação/Hulu

Sean Penn em cena da série The First

Sean Penn se recusou a voltar a gravar sua nova série enquanto toda a equipe de produção não for vacinada

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 23/7/2021 - 14h21

Vencedor de dois Oscars, Sean Penn se recusou a voltar a gravar Gaslit, série sobre o Watergate que protagoniza ao lado de Julia Roberts. Ele tomou essa atitude por conta do avanço da pandemia de Covid-19 nos Estados Unidos. O ator peitou o NBCUniversal, estúdio responsável pela atração, e exigiu que todos os integrantes da produção sejam vacinados para que os trabalhos sejam retomados.

Segundo o site Deadline, Penn fez as exigências após retornar de sua participação no Festival de Cannes deste ano, na semana passada. O ator está preocupado com a chegada da variante Delta, enquanto as mortes de pessoas não-vacinadas continuam a subir nos EUA.

O estúdio enviou nesta quarta (21) um e-mail avisando que todos os integrantes da produção da chamada Zona A, que inclui elenco e funcionários próximos, precisariam tomar a vacina contra o novo coronavírus para retornarem aos trabalhos. Penn, no entanto, insistiu para que a lista de vacinação obrigatória inclua todos os envolvidos em Gaslit.

Apesar de estar vacinado com as duas doses, a decisão do ator parte do princípio de que todos que não tomarem a vacina podem colocar outros em risco. Todos aqueles que não estão na Zona A também correm o risco de serem infectados, mesmo com pouca aproximação com o elenco.

Para ajudar a NBCUniversal na missão de vacinar a todos, Penn ofereceu que o processo ocorra com o auxílio da Core, organização criada por ele para amparar pessoas com dificuldades. O estúdio não seria cobrado por nada.

Faltam apenas duas semanas de trabalho para que o astro finalize a sua participação na série. Esta é a primeira vez que uma figura importante de Hollywood peita um dos grandes estúdios e impõe condições para trabalhar na pandemia. Várias produções, como Bridgerton e Westworld, precisaram pausar as gravações por conta de casos positivos de Covid-19.

Criada como uma antologia, Galist terá em seu primeiro ano uma adaptação da primeira temporada do popular podcast norte-americano Slow Burn, sobre o Watergate. De acordo com a descrição oficial, a série dará enfoque às histórias não contadas e aos personagens esquecidos do escândalo.

A primeira temporada será centrada na história de Martha Mitchel (Julia Roberts), uma socialite famosa do Estado do Arkansas e mulher do leal Procurador Geral de Nixon, John Mitchell (Penn). Ela foi a primeira primeira pessoa a soar publicamente o alarme sobre o envolvimento de Nixon em Watergate, causando o desmoronamento tanto da presidência quanto de sua vida pessoal.


Leia também

Web Stories

+
A Fazenda 13: Surto na baia e barraco com ofensas marcam primeira semana do realityQuem é Alanis Guillen? Conheça a Juma Marruá do remake de PantanalHarmonização facial e lente nos dentes: Veja antes e depois dos peões de A Fazenda 13Ex de Anitta e rei da pegação: Gui Araujo é o primeiro fazendeiro de A Fazenda 13Elenco, estreia e bastidores: Saiba tudo sobre o reboot de Um Maluco no Pedaço

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Além de Pantanal, qual novela antiga merecia um remake?