Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

GISELLE BATISTA

Ex-Globo, atriz se revolta com escalação de elenco por seguidor: 'Me frustra'

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Giselle Batista com expressão séria em foto publicada no Instagram

Giselle Batista em foto publicada no Instagram; ela criticou escalação de influencers para atuar

DÉBORA LIMA

debora@noticiasdatv.com

Publicado em 25/5/2022 - 8h49

Conhecida pelos papéis em novelas como Cobras & Lagartos (2006), Cheias de Charme (2012) e A Regra do Jogo (2015), Giselle Batista revelou que já perdeu trabalho por não ser tão popular nas redes sociais. "Essa coisa dos seguidores me frustra. Acabo sendo preterida por alguém que tenha mais seguidores que eu", se revoltou ela.

A artista comentou sobre o assunto em um vídeo no canal do YouTube que compartilha com a irmã gêmea, a também atriz Michelle Batista. As duas debateram a polêmica declaração de Samantha Schmütz sobre Juliette Freire não ser artista.

"É plausível que um artista com tanto tempo de batalha às vezes leve para um lado pessoal uma ascensão de uma pessoa que participou de um reality, que tem menos tempo de estrada... São os tempos atuais, essas coisas acontecem. Cada um tem um caminho diferente. Uma pessoa vai estudar 20 anos para ter uma grande oportunidade, outra vai em cinco dias ter uma oportunidade. E outros vão ficar a vida inteira e talvez não tenham oportunidade, isso acontece", afirmou Giselle.

A intérprete de Lia em Gênesis (2021) ressaltou o momento de frustração da classe artística de ver essas situações, ainda mais com a falta de investimento em cultura. Michelle colocou também em debate a escalação de Jade Picon para a novela Travessia.

A influenciadora digital virou alvo do Sated-RJ (Sindicato dos Artistas do Rio de Janeiro) por estar cotada para participar da trama de Gloria Perez. Hugo Gross, presidente da organização, e vários artistas criticaram o fato de ela não ter registro profissional como atriz.

"Tem questões que a gente tem que realmente pensar. É claro que a internet é muito forte agora e que é importante para mil coisas você ter pessoas bombadas na internet, mas é uma coisa a se pensar. Puxando para o meu trabalho, uma coisa é você ter uma pessoa bombada da internet, que faz uma participação como ela mesma, usa o público dela enquanto celebridade, influenciadora. Mas o que eu acho que realmente tem que ter cuidado é pra não confundir isso com a profissão", opinou Giselle, que continuou:

Ser ator não é ser famoso. Você pode ser um ator famoso, mas o ofício do ator é extremamente denso, dificultoso, são muitos anos de trabalho. A gente fez faculdade pra isso, um monte de gente fez várias outras coisas porque cada um tem o seu caminho.

"Acho que tem espaço para todo mundo, tem espaço para a galera da internet fazer uma participação", afirmou a ex-Malhação. "E até aprender de fato o ofício", soltou Michelle. "Mas tem que aprender pra daí pegar o papel relevante", rebateu Giselle.

A intérprete de Maria Antônia em Amor Sem Igual (2019) citou o exemplo de Grazi Massafera, que começou com oportunidades menores e estudou para ser reconhecida como atriz.

"É plausível a frustração dos artistas diante desse mercado que só quer saber de números. Para fazer teste de ator, você tem que ter um número alto de seguidores. Eu acho um absurdo. Aconteceu comigo há pouquíssimo tempo", revelou Giselle. "Aconteceu de estar sendo escolhida para um trabalho. No final, falarem 'não, a gente precisa de uma pessoa com mais seguidores'", completou Michelle.

"Essa coisa dos seguidores me frustra, por exemplo. Várias vezes eu quero muito um trabalho de atriz e acabo sendo preterida por alguém que tenha mais seguidores que eu. É complicado, não tem uma solução exata. Mas pra onde a arte vai se a gente só ficar pensando em popularidade? O nível dos filmes vai cair muito. O nível das séries vai cair muito", disparou a atriz que vive Marisol na série As Seguidoras, do Paramount+.

"Não basta você ser conhecida e amada pelo público para aguentar 12 horas de trabalho num set mandando bem pra caralho. Não importa se você tá num dia bom, se você tá com dor de barriga... A gravação tá lá te esperando, e você tem que dar o seu melhor", disse Giselle, que completou:

Eu acho muito bonito que todo mundo se experimente nas artes. Mas a gente tem que encarar o trabalho profissional com mais seriedade também. Se a gente for pautar a arte por serem pessoas conhecidas ou não conhecidas, a gente tá perdendo a oportunidade de conhecer grandes talentos, pessoas que passaram sua vida dedicada a isso.

Confira a conversa completa:


Inscreva-se no canal do Notícias da TV no YouTube e assista a vídeos sobre televisão, novelas e celebridades:


Leia também

Enquete

Pantanal perde audiência: novela está chata?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.