Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

AS SEGUIDORAS

Série com Maria Bopp ironiza blogueira cancelada que mata pelo engajamento

Reprodução/Instagram

Maria Bopp em foto publicadas nas redes sociais

Maria Bopp em foto publicadas nas redes sociais; atriz é estrela de série do Porta dos Fundos

ANDRÉ ZULIANI

andre@noticiasdatv.com

Publicado em 4/12/2021 - 21h11

Popular nas redes sociais pela personagem Blogueirinha do Fim do Mundo, Maria Bopp (Me Chama de Bruna) voltará a satirizar o mundo das influenciadoras na série As Seguidores, atração do Paramount+ produzida pelo Porta dos Fundos. Na trama, ela vive uma blogueira que mata um homem para evitar ser cancelada na internet e acaba gostando do engajamento gerado pelo crime.

Na atração, ainda sem previsão de estreia, Liv (Maria Bopp) é uma influenciadora tão obcecada por seu número de seguidores que se transforma em uma serial killer. Após ser ameaçada de cancelamento por um perseguidor, ela opta por assassinar o rapaz em vez de passar pelo "tribunal" das redes sociais.

Criadora e roteirista da série, Manuela Cantuária compareceu à CCXP Worlds 2021 para falar um pouco mais sobre a trama. Ela disse que a ideia de As Seguidoras é ironizar o culto à vida perfeita promovido nas redes sociais por algumas influenciadoras.

Nossa série é um thriller cômico sobre uma influenciadora digital que leva a obsessão pela própria imagem às últimas consequências. Quando ela recebe a ameaça de cancelamento, ela mata a pessoa. Em vez de alegar legítima defesa, ela esconde o corpo. Ela acha mais fácil matar e esquartejar do que passar pelo tribunal do Twitter. Basicamente é uma série sobre como as redes sociais enlouquecem as pessoas.

Presente no painel, Maria Bopp confessou que teve dificuldades em lidar com a preparação para viver Lívia, a protagonista da trama. Após estudar muito sobre crimes reais e serial killers, a atriz disse todo o processo lhe rendeu alguns pesadelos.

"Eu estudei o tema, vi séries, li muita coisa, tive sonhos horripilantes. O serial killer geralmente é psicopata. Existem muitos psicopatas espalhados pela nossa vida, e a gente não sabe. Pessoas empáticas não conseguiriam lidar com essa adrenalina, como policiais. Estudei muito a respeito desse mundo e às vezes eu levava tão à sério que eu precisava lembrar que era uma comédia", contou.

Sobre a escolha do tema de As Seguidoras, Manuela explicou que viu como uma oportunidade de falar sobre coisas importantes nos dias de hoje e que Maria Bopp era a opção perfeita para interpretar a protagonista.

"Eu não consigo imaginar outra pessoa no papel da Liv a não ser a Maria. Ela já vinha falando sobre positividade tóxica, criando conteúdos incríveis. A série é sobre essa vida alienada da sociedade nas redes sociais enquanto o mundo está acabando. A gente usa o humor pra jogar luz nesse assunto", acrescentou.

Além de Maria, o elenco de As Seguidoras também conta com Antonia (Gabz), Ananda (Raissa Chaddad), Victor Lamoglia (Edinho), Domenica Dias (Adrielly), Nataly Neri (Camilla), Tati Tiburcio (Rocha), Tatsu Carvalho (Elano), Giselle Batista (Marisol), Maria Gal (Deise), Gabriel Godoy (Esteves) e Stella Miranda (Kassia).


Leia também

Enquete

Qual a melhor novela no ar atualmente?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.