Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

EMPAREDADOS

Colaboradora do Encontro critica Guilherme e Pyong do BBB20: 'Machismo é assim'

REPRODUÇÃO/GLOBO

Montagem com imagens de Guilherme Napolitano (esq.) e Pyong Lee durante formação de paredão no BBB20

Guilherme Napolitano e Pyong Lee apresentaram comportamentos machistas no BBB20; dupla está emparedada

REDAÇÃO

Publicado em 2/3/2020 - 12h20

Maíra Azevedo, influenciadora e colaboradora do programa Encontro, publicou em suas redes sociais uma análise sobre não conseguir decidir quem deve ser eliminado primeiro do Big Brother Brasil 20: Pyong Lee ou Guilherme Napolitano. Para ela, ambos tiveram posturas machistas e comportamentos preocupantes dentro do confinamento e se enfrentam no sexto paredão. "Machismo é assim", escreveu.

Tia Má, como também é conhecida, costuma comentar notícias no programa de Fátima Bernardes. Em seu Instagram, ela fez uma análise sobre o comportamento machista dos emparedados. "O que machuca mais, assédio ou relacionamento tóxico?", questionou ela. "Não temos as respostas, mas sabemos que nós, mulheres, estamos muito mais vulneráveis nessas duas situações", continuou.

Pyong foi acusado de assédio por seu comportamento durante a festa Guerra e Paz. Bêbado, tentou diversas vezes beijar Marcela Mc Gowan, apertou o bumbum de Flayslane Raiane e, recentemente, um vídeo da mesma festa em que aparece tentando beijar Bianca Andrade, a Boca Rosa, viralizou. As atitudes pegaram mal, sobretudo, por ser casado com Sammy Lee. Na época, ela estava completando 40 semanas de gestação.

A mulher do hipnólogo decidiu não comentar o assunto para concentrar suas energias no parto de Jake, que nasceu oito dias depois da confusão. Sammy só voltou a falar sobre o programa quando Pyong ganhou a prova do anjo e viu seu filho pela primeira vez através de um vídeo.

Guilherme, por sua vez, engatou um relacionamento com Gabi Martins dentro do programa. No entanto, o modelo fez a cantora passar por maus bocados ao manter uma relação muito íntima com Bianca. Os dois chegaram a trocar declarações quando a blogueira afirmou que queria beijá-lo, na mesma festa em que Pyong deu vexame. 

Desde então, a mineira passou horas chorando sozinha, disse que muitas vezes se sentia a segunda opção, e, recentemente, sinais de um relacionamento tóxico ficaram ainda mais evidentes. Gizelly Bicalho apontou abuso em algumas falas como "não pode", "não sabia que você era assim", "suas brincadeiras não são legais", ditas por Guilherme a Gabriela. 

"Ele fica podando ela. A menina era um passarinho, agora só chora", analisou a advogada. No último sábado (29), o casal teve mais uma discussão, em que o modelo pressionou Gabi, que estava deitada sozinha na grama, chorando. "Não quero que você saia falando o que a gente conversa", disse ele, com medo de parecer um vilão. 

A mineira começou a chorar depois de uma conversa em que Guilherme a chamou de imatura. Em menos de um mês, o relacionamento já passou por duas pausas. Marcela comparou o namoro deles com a relação entre Lucas Viana e Hariany Almeida em A Fazenda 11. O campeão do reality rural foi acusado de abuso psicológico e importunação sexual. O namoro chegou ao fim após a final do programa.

"Qual mulher nunca passou por uma situação constrangedora com um pseudo amigo que achou que poderia passar a mão no seu corpo e depois chamou isso de 'brincadeira'? Colocar a culpa no álcool é sempre uma alternativa para minimizar a postura agressora", disse Tia Má, sobre o comportamento de Pyong Lee.

"Do outro lado, o rapaz com cara de bom moço, que adoece a companheira, que a isola do seu grupo, que faz acreditar que as dores que ela sente 'são coisas da sua imaginação'. Que mente ao afirmar que não se juntou com outros homens para desqualificar as mulheres, mesmo com todos os vídeos e provas", escreveu ela, sobre Guilherme Napolitano. Confira a análise na íntegra:

View this post on Instagram

Qual prática machista é mais dolorosa? Será que é possível fazer esse questionamento?? O que machuca mais, o assédio ou o relacionamento tóxico? Não temos essas respostas, mas sabemos que nós, mulheres, estamos muito mais vulneráveis nessas duas situações! Qual figura feminina nunca passou por uma situação, no mínimo, constrangedora com um pseudo amigo que achou que poderia passar a mão no seu corpo e depois chamou isso de “brincadeira”? Essa é uma prática comum, corriqueira e colocar a culpa no consumo do álcool ou de outras drogas é sempre uma alternativa para minimizar a postura agressora! Do outro lado, o rapaz com cara de bom moço, que adoece a companheira, que a isola do seu grupo, que faz acreditar que ele se doa para ela por inteiro, é que as dores que ela sente “são coisas da sua imaginação”...Que seguir conquistando outras pessoas, mesmo assumindo uma relação acertada como monogâmica é natural e que sua companheira deve aceitar! Que mente ao afirmar que não se juntou com outros homens para desqualificar as mulheres, mesmo com todos os vídeos e provas! E faz a parceira duvidar da sanidade! A garota questiona sua sanidade e quem assiste vê que ela perdeu seu brilho por conta de uma relação nitidamente abusiva e tóxica! O machismo é assim! Não sabemos responder o que é mais cruel! Sentimos, convivemos e muitas vezes perdoamos, aquilo que deveria ser condenado. Nesse paredão é hora de dizer o que incomoda mais, mas de reafirmar que seja qual a postura, todas elas ajudam a matar mulheres,pois objetificam nossos corpos e banalizam nossas dores e até mesmo se regozijam com o nosso sofrimento! #bbb #bbb20 #machismonobbb #machismo #guilhermebbb20 #pyonglee #mulheres #direitodasmulheres #foraguilherme #forapyong

A post shared by Maíra Azevedo (@tiamaoficial) on

Últimas de BBB20

Leia também

Enquete

Você gostou dos primeiros capítulos de Verdades Secretas 2?

Web Stories

+
Como aconteceu acidente com Alec Baldwin que matou fotógrafa no set de novo filmeCinco casais que se formaram no Casamento às Cegas Brasil e você não sabiaElenco de Verdades Secretas 2: Conheça os novos personagens da novelaOutubro Rosa: Conheça cinco famosas que venceram o câncer de mamaAlém de José de Abreu: Sete atores brasileiros que se aventuraram na política

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas