Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

ANÁLISE POLÍTICA

William Waack detona apoiadores de Jair Bolsonaro: 'Fanáticos imbecilizados'

REPRODUÇÃO/CNN BRASIL

O jornalista e apresentador William Waack na bancada do Jornal da CNN, na CNN Brasil

William Waack na bancada do Jornal da CNN, na CNN Brasil; âncora criticou bolsonaristas

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 26/8/2021 - 16h59

Apresentador da CNN Brasil, William Waack detonou os apoiadores do presidente Jair Bolsonaro em sua coluna no jornal Estado de S.Paulo desta quinta-feira (26). "Bolsonaro acha que manda, mas não comanda nada a não ser fanáticos imbecilizados em redes sociais", escreveu o jornalista, que também falou sobre o assunto no programa Poder, da CNN Rádio.

No texto intitulado Ninguém teme Bolsonaro, o âncora do Jornal da CNN explica as teorias da conspiração supostamente criadas pela cabeça do presidente do Brasil e ainda diz que: "Quem conversa quase que diariamente com o presidente o descreve como possuído de um quadro mental para lá de preocupante".

"Bolsonaro está totalmente convencido de que a 'conspiração' contra seu mandato começou já no primeiro dia do governo", começa o antigo âncora do Jornal da Globo. 

"E é conduzida por uma difusa e ao mesmo tempo bem entrincheirada coligação de corruptos no Congresso, corporativistas na administração pública, empresários que perderam dinheiro, esquerdistas treinados em Cuba, governadores gananciosos e todos unidos em torno de alguns ministros do STF", elenca Waack. 

"Sem ter criado uma organização política capilarizada e sem ter a adesão das cadeias de comando das Forças Armadas, Bolsonaro acha que manda, mas não comanda nada a não ser fanáticos imbecilizados em redes sociais que não sabem até agora muito bem onde está o 'Palácio de Inverno' a ser tomado e ocupado", debocha o ex-Globo.

"Eles são contra um monte de coisas, mas ainda aguardam uma ordem específica do 'mito' sobre em qual direção marchar e qual inimigo precisam aniquilar", analisa o jornalista, fazendo referência ao apelido dado pelos apoiadores a Bolsonaro. 

"Em outras palavras, Bolsonaro não dispõe de sólidos argumentos jurídicos, de amplas forças políticas, de nutridos contingentes militares, do domínio das ruas, da adesão das principais elites econômicas e é rejeitado pela maioria dos eleitores, pela quase unanimidade do mundo intelectual e cultural e visto como um estorvo passageiro pelas grandes potências. Ninguém tem medo dele como dirigente político", conclui William Waack. 

Confira a análise de William Waack na CNN Brasil: 

Prêmio NTV Melhores do ano


Leia também

Enquete

Qual foi o melhor telejornal ou programa jornalístico do ano?

Web Stories

+
Gui Araujo deixa A Fazenda 13 após expor lado prepotente e preconceituoso; relembreDe série na Netflix a aposentadoria: Por onde anda o elenco de O Cravo e a Rosa?Vladimir Brichta contracena com a filha em Quanto Mais Vida, Melhor; veja outros casosConfinado em A Fazenda 13, Dynho não sabe que Mirella pediu divórcio; como fica o caso?Quanto Mais Vida, Melhor enfrentou perrengues mesmo antes de estrear; conheça a trama

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas