Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

CNN PRIME TIME

De máscara, Márcio Gomes estreia na CNN Brasil e aborda coronavírus

REPRODUÇÃO/CNN BRASIL

Imagem do jornalista Márcio Gomes, de máscara, em sua estreia no CNN Prime Time

Márcio Gomes, de máscara, em sua estreia no CNN Prime Time, nesta segunda-feira (9)

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 9/11/2020 - 19h44

Contratado pela CNN Brasil há 20 dias, Márcio Gomes estreou na nova casa. O experiente jornalista abriu o CNN Prime Time desta segunda-feira (9) usando máscara de proteção. Dos quatro destaques anunciados na abertura do programa, três foram sobre a pandemia de Covid-19, tema amplamente abordado por ele na Globo, emissora em que apresentou por dois meses o Combate ao Coronavírus.

Depois de anunciar as notícias que seriam abordadas na atração, o âncora fez uma breve apresentação do CNN Prime Time. Com máscara e de terno, ele apareceu caminhando pela Avenida Paulista, local onde estão situados o estúdio e a redação do canal noticioso.

"Daqui da Avenida Paulista, coração de São Paulo, temos um resumo do Brasil. Bancos, comércio, empresas, gente da terra, gente que vem de fora, que batalha. Para todas essas pessoas, informação é importante. E é daqui que vamos transmitir esse produto tão valioso no nosso prime time", destacou o âncora antes de entrar no estúdio e começar o programa ao vivo.

No estúdio, o apresentador ficou alguns segundos com a máscara e a retirou do rosto após a introdução. Ele iniciou o programa falando sobre a eficácia da vacina da Pfizer, farmacêutica norte-americana, contra a Covid-19. Foram apresentados dados dos ensaios clínicos feitos em larga escala. Os testes mostraram que o imunizante alcançou 90% de eficácia. 

Para dar mais informações, Márcio chamou Heloisa Vilela, correspondente da CNN em Nova York. A repórter deu as boas-vindas ao colega antes de relatar os resultados dos testes realizados com a vacina da Pfizer em mais de 44 mil pessoas em seis países, incluindo o Brasil. 

Depois, o jornalista abordou testes de outra vacina, a Sputnik V, da Rússia, que também apresentou 90% de eficácia contra a Covid-19, notícia anunciada pelo Ministério da Saúde russo pouco depois de virem à tona os resultados da Pfizer. Para dar mais detalhes sobre o assunto, ele convocou a correspondente do canal em Londres, Denise Odorissi.

A presença de uma brasileira na força-tarefa do presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, no combate ao coronavírus, fraudes no pagamento do auxílio emergencial, o "horário eleitoral" de Jair Bolsonaro nas redes sociais para indicar candidatos às eleições municipais, o apagão no Amapá e o risco de morte dobrado pelo vírus em profissionais da saúde foram alguns dos outros assuntos abordados no telejornal. 

O telejornal conta com analistas, repórteres no Brasil e correspondentes internacionais. Segundo o âncora, que pediu demissão da Globo após 24 anos, a notícia será sempre analisada de forma objetiva. Nesta segunda, ele se mostrou seguro e à vontade, como se estivesse na CNN há muito tempo.

Márcio Gomes estará no ar no CNN Prime Time de segunda a sexta-feira, sempre ao vivo a partir das 18 horas. O telejornal tem nome e formato inspirado no Cuomo Prime Time, apresentado pelo jornalista Chris Cuomo (irmão do governador de Nova York, Andrew Cuomo) na CNN americana.

Assista à estreia de Márcio Gomes no CNN Prime Time:

Veja algumas reações nas redes sociais:


Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Qual reality show você acompanhará após o fim do BBB21?